fbpx

Concurso PC-SP: Mais de 1.000 desligamentos no primeiro semestre!

Confira o conteúdo completo Concurso PC-SP: Mais de 1.000 desligamentos no primeiro semestre!




Olá concurseiros que se interessam em realizar o Concurso PC-SP (Polícia Civil de São Paulo). A corporação registrou 1.029 desligamentos no primeiro semestre de 2020.

Dentro desse quantitativo estão, aposentadorias, mortes e exonerações. Os números foram divulgados pelo Sindpesp (Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo).

Apenas no mês de março, a corporação teve 465 desligamentos. Desse total, 23 são para Delegado, 14 para Escrivão, 21 para Investigador e 03 para Médico Legista.

Todas essas carreiras de nível superior, estão na autorização do governo do Estado de São Paulo destinadas a um novo certame da Polícia Civil com 2.939 vagas. Abaixo você confere o número de saídas na corporação, nos meses de janeiro a junho de 2020:

  • Janeiro: 152 saídas;
  • Fevereiro: 163 saídas;
  • Março: 465 saídas;
  • Abril: 94 saídas;
  • Maio: 95 saídas;
  • Junho: 60 saídas.

A quantidade de saídas pode gerar mais chamadas de candidatos aprovados no concurso da Polícia Civil de São Paulo. A tendência é que o déficit na corporação aumente ainda mais, como apontado pelo presidente do Sindpesp.

Situação do Concurso PC-SP

De acordo com o delegado-geral da Polícia Civil de SP, Ruy Ferraz Fontes, em entrevista concedida a ADPESP (Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo), em seu canal oficial no YouTube, ele falou sobre a retomada de contratações, abertura de novas vagas e previsão do novo concurso PC SP.

“Nós queremos finalizar esse concurso, queremos aproveitar todas as vagas. Esse é um pleito que fazemos semanalmente ao governo e tenho certeza que no momento em que os cofres públicos voltarem à normalidade, nós vamos ser atendidos, para que preenchamos todas as vagas subsequentes, que ainda não foram preenchidas”, informou Fonte.

Ainda sobre o concurso PC SP 2020/2021, o delegado-geral deu a seguinte declaração:

“Fora a contratação dos subsequentes do certame anterior, nós já estamos com novo concurso pronto para ser lançado. Na medida em que houver autorização do governo, e isso nós estamos fazendo questão de colocar para o governo, ainda que não haja contratação no ano de 2021 relacionado com esse novo concurso, nós precisamos deixar ele pronto, para que em 2022 possamos contratar 2750 policiais, além desses que já estamos na Academia. Ou seja, o nosso objetivo até 2023 é tentar trazer, para o quadro da Polícia Civil, pelo menos uns 8.000 novos policiais”.

Banca organizadora do concurso PC SP

A SSP-SP afirmou, que a contratação da banca organizadora do próximo certame da corporação está em andamento. A PC-SP também já nomeou as comissões responsáveis pela elaboração dos editais, assim como as bancas examinadoras das provas.

“A Polícia Civil esclarece que as comissões estão formulando os editais. As bancas já foram escolhidas e está em andamento a contratação da empresa organizadora, de acordo com a Lei Estadual 10.882/2001”, informou a corporação.

Desde o aumento do surto da Covid-19 no país, a PC SP não tornou público mais nenhum ato a respeito do concurso. Ao ser questionada se os trâmites poderiam ser afetados pela pandemia, a pasta responsável informou que os preparativos e etapas estavam mantidos.

No final de 2019, o governador confirmou o reajuste salarial de 5% para os policiais civis, militares e técnicos-científicos do Estado.

Mediante o reajuste salarial, as remunerações para os cargos no concurso PC SP 2020, serão as seguintes:

  • Delegado: R$ 10.382,48;
  • Médico Legista: R$ 8.699,94;
  • Escrivão: R$ 3.931,18;
  • Investigador: R$ 3.931,18.

A investigadora Milene Moraes, informou que o salário dos policiais civis de São Paulo é composto da seguinte forma:

  • Salário base;
  • Adicional de RETP (Regime Especial de Trabalho Policial);
  • Adicional de Insalubridade;
  • Auxílio Transporte e Alimentação, em valores variáveis.

Concurso PC-SP

Em 2019 foram autorizadas nada menos que 2.939 vagas para o novo concursos da PC-SP (Polícia Civil de São Paulo).

As mais de 2.900 oportunidades contemplarão os cargos de Delegado, Investigador, Escrivão e Médico Legista. Por isso, se você deseja ser aprovado neste concurso a hora de começar os estudos é agora, não perca mais tempo e comece sua preparação.

Uma das metas do novo governo de São Paulo é melhorar a segurança pública, com isso o aumento do efetivo policial será bastante expressivo. De acordo com o governador do estado, João Doria, a proposta é contratar novos policiais e colocá-los nas ruas, além é claro de uma valorização salarial.

“Vamos transferir para as ruas os 6 mil agentes que hoje fazem escolta de presos. Isso vai ampliar imediatamente o atendimento à população. Depois, faremos concursos públicos para cerca de 13 mil policiais militares e até 8 mil policiais civis. Mas será uma ampliação gradual”, disse o governador, João Doria.

Quais os requisitos para ingressar na PC SP?

Os requisitos variam dependendo do cargo pleiteado, por exemplo:

Papiloscopistas e Agente de Telecomunicações: nível médio completo, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria “B”, e possuir no mínimo 18 anos de idade na data da posse.

Escrivão e Investigador: ter 18 anos de idade ou mais na data da posse, nível superior em qualquer área de formação, ter CNH na categoria “B”, no mínimo.

Delegado: ser bacharel em Direito e ter comprovar exercício de, pelo menos, 2 anos de atividade jurídica ou policial, na data da posse.

As 2.939 vagas serão divididas da seguinte forma:

  • Delegado: 250 vagas
  • Investigador: 900 vagas
  • Escrivão: 1.600 vagas
  • Médico legista: 189 vagas

Salários da PC-SP

Para os cargos de nível superior:

A remuneração inicial para Escrivão e Investigador será de R$ 3.743,98, na casse especial o policial passa a receber R$ 5.051,50.

Já para Delegado os ganhos iniciais são de R$ 9.888,07, na classe especial de R$ 12.567,07.

Para os cargos de nível médio:

Agente de Telecomunicações e Papiloscopista tem salários de R$ 3.589,85 e na classe especial pode chegar a R$ 4.441,90.

Já o Agente Policial e Auxiliar de Papiloscopista recebe salários de R$ 2.905,34.

Provas do concurso PC-SP

O processo de seleção contou com prova preambular (prova objetiva), comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social. Além de prova prática para o cargo de Escrivão.

A prova preambular versa basicamente pelas disciplinas de:

  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Direito;
  • Noções de Criminologia;
  • Noções de informática e comunicação;
  • Noções de Lógica;
  • Atualidades.

Último concurso PC SP

O último concurso da Polícia Civil SP foi realizado em 2018, com a organização da Fundação Vunesp. Foram 2.750 vagas e registrou mais de 150 mil inscritos somente para os cargos de Papiloscopista e Agente de Telecomunicações.

Os cargos contemplados foram distribuídos em sete Editais:

  • Delegado: 250 vagas;
  • Agente: 400 vagas;
  • Investigador: 600 vagas;
  • Escrivão: 800 vagas;
  • Papiloscopista: 200 vagas;
  • Auxiliar de Papiloscopista: 200 vagas;
  • Agente de Telecomunicações: 300 vagas.

Conteúdo Programático

  • Língua Portuguesa 1.1 – Leitura e interpretação de textos; 1.2 – Ortografia oficial; 1.3 – Acentuação gráfica; 1.4 – Sinônimos e antônimos; 1.5 – Sentido próprio e figurado das palavras; 1.6 – Pontuação; 1.7 – Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, artigo, pronome, verbo, advérbio, preposição, conjunção e interjeição; 1.8 – Frases e tipo de frases; 1.9 – Oração: termos essenciais da oração, termos integrantes da oração, termos acessórios da oração, coordenação e subordinação; 1.10 – Concordância verbal e nominal; 1.11 – Regência verbal e nominal; 1.12 – Colocação pronominal; 1.13 – Significação das palavras; 1.14 – Crase; 1.15 – Análise morfossintática; 1.16 – Vícios e figuras de linguagem; 1.17 – Figuras de sintaxe.
  • Noções de Direito 2.1 – Constituição Federal: artigos 1.º a 16, 37, 39, 41 e 144. 2.2 – Direitos Humanos – conceito e evolução histórica; 2.2.1 – Direitos Humanos e Cidadania; 2.2.2 – Declaração Universal dos Direitos Humanos; 2.2.3 – Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos; 2.2.4 – Pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais; 2.2.5 – Convenção Americana de Direitos Humanos (Pacto de San José da Costa Rica); 2.2.6 – Código de Conduta para os Funcionários Responsáveis pela Aplicação da Lei (Adotado pela Assembleia Geral das Nações Unidas na sua resolução 34/169, de 17 de Dezembro de 1979); 2.2.7 – Convenção Contra a Tortura e outros Tratamentos ou Penas Cruéis, Desumanos ou Degradantes; 2.2.8 – Grupos vulneráveis e minorias. Diversidade Étnico-racial: história, preconceito, discriminação, racismo, igualdade, ações afirmativas; 2.2.9 – A Polícia Civil e a defesa das instituições democráticas: a polícia judiciária e a promoção dos direitos fundamentais. 2.3 – Código Penal 2.3.1 – Tempo do Crime: artigo 4º; 2.3.2 – Lugar do Crime: artigo 6º; 2.3.3 – Do crime: artigos 13 a 25; 2.3.4 – Da Imputabilidade: artigos 26 e 27; 2.3.5 – Concurso de Pessoas: artigos 29 a 31; 2.3.6 – Concurso de Crimes: artigos 69 a 71; 2.3.6 – Dos Crimes Contra a Pessoa: artigos 121 a 154; 2.3.7 – Dos Crimes Contra o Patrimônio: artigos 155 a 183; 2.3.8 – Dos Crimes Contra a Dignidade Sexual: artigos 213 a 234; 2.3.9 – Dos Crimes Contra a Incolumidade Pública: artigos 250 a 285; 2.3.10 – Dos Crimes Contra a Paz Pública: artigos 286 a 288; 2.3.11 – Dos Crimes Contra a Fé Pública: artigos 289 a 311; 2.3.12 – Dos Crimes Contra a Administração Pública: artigos 312 a 361. 2.4 – Código de Processo Penal 2.4.1 – Do Inquérito Policial: artigos 4.º a 23; 2.4.2 – Da Restituição de Coisas Apreendidas – artigos 118 a 124; 2.4.3 – Das Medidas Assecuratórias – artigos 125 a 144-A; 2.4.4 – Das Provas: artigos 155 a 250; 2.4.5 – Da Prisão, das Medidas Cautelares e da Liberdade Provisória: artigos 282 a 350. 2.5 – Legislação Especial 2.5.1 – Decreto-Lei nº 3.688/1941 (Lei das Contravenções Penais); 2.5.2 – Lei nº 4.898/1965 (Lei de Abuso de Autoridade); 2.5.3 – Lei nº 7.210/1984 (Lei de Execução Penal): artigos 1º ao 4º, 9º-A, 10, 11, 38 a 41, 120 a 125, 146-B, 146-D, 198, 199 e 202; 2.5.4 – Lei nº 7.716/89 (Crimes de Preconceito Racial); 2.5.5 – Lei nº 7.960/89 (Prisão Temporária); 2.5.6 – Lei nº 8.069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente): artigos 2º, 171 a 178, 225 a 244-B; 2.5.7 – Lei nº 8.072/1990 (Crimes Hediondos); 2.5.8 – Lei nº 8.078/1990 (Código de Defesa do Consumidor): artigos 61 a 80; 2.5.9 – Lei nº 8.429/1992 (Lei de Improbidade Administrativa): artigos 1º ao 13; 2.5.10 – Lei nº 9.099/1995 (Lei dos Juizados Especiais): artigos 2º, 60 a 76, 88 a 92; 2.5.11 – Lei nº 9.296/1996 (Lei de Interceptação Telefônica); 2.5.12 – Lei nº 9.455/1997 (Tortura); 2.5.13 – Lei nº 9.503/1997 (Código de Trânsito Brasileiro): artigos 291 a 312-A; 2.5.14 – Lei nº 9.605/1998 (Crimes Ambientais): artigos 29 a 69-A; 2.5.15 – Lei nº 10.741/2003 (Estatuto do Idoso): artigos 93 a 109; 2.5.16 – Lei nº 10.826/2003 (Estatuto do Desarmamento): artigos 12 a 21; 2.5.17 – Lei nº 11.340/2006 (Lei Maria da Penha): artigos 1.º a 7º, 10 a 24, e 41; 2.5.18 – Lei nº 11.343/2006 (Lei de Drogas): artigos 27 a 41, 50 a 53, 60 a 64; 2.5.19 – Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação): artigos 1º a 9º, 21 e 22 e Decreto estadual nº 58.052/2012; 2.5.20 – Lei nº 12.830/2013 (Investigação criminal conduzida pelo Delegado de Polícia); 2.5.21 – Lei nº 12.850/2013 (Lei de Combate às Organizações Criminosas); 2.5.22 – Lei nº 13.146/2015 (Estatuto da Pessoa com Deficiência): artigos 88 a 91; 2.5.23 – Lei nº 13.188/2015 (Direito de resposta ou retificação do ofendido); 2.5.24 – Lei nº 13.260/2016 (Lei Antiterrorismo); 2.5.29 – Lei nº 13.344/2016 (Prevenção e Repressão ao Tráfico de Pessoas). 2.6 – Direito Administrativo 2.6.1 – Regime jurídico-administrativo; 2.6.2 – Princípios básicos da Administração Pública; 2.6.3 – Poderes administrativos; 2.6.4 – Atos administrativos; 2.6.5 – Serviços públicos: conceito, princípios e classificação; 2.6.6 – Responsabilidade civil do Estado; 2.6.7 – Controle da Administração; 2.6.8 – Improbidade administrativa; 2.6.9 – Lei Complementar nº 207/1979 (Lei Orgânica da Polícia do Estado de São Paulo); 2.6.10 – Lei nº 10.261/1968 (Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de São Paulo); 2.6.11 – Lei Complementar nº 1.151/2011.
  • Noções de Criminologia 3.1 – Conceito, método, objeto e finalidade da Criminologia; 3.2 – Teorias sociológicas da criminalidade; 3.3 – Vitimologia; 3.4 – O Estado Democrático de Direito e a prevenção da infração penal; 3.5 – Criminologia e o papel da Polícia Judiciária.
  • Noções de Lógica 4.1 – Conceitos iniciais do raciocínio lógico: proposições, valores lógicos, conectivos, tabelas-verdade, tautologia, contradição, equivalência entre proposições, negação de uma proposição, validade de argumentos; 4.2 – Estruturas lógicas e lógica de argumentação; 4.3 – Questões de associação; 4.4 – Verdades e mentiras; 4.5 – Diagramas lógicos (silogismos); 4.6 – Sequências lógicas.
  • Noções de Informática 5.1 – Sistema operacional: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, digitalização, interação com o conjunto de aplicativos para escritório; 5.2 – Editor de texto: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto; 5.3 – Editor de planilha eletrônica: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados; 5.4 – Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos; 5.5 – Mensageria eletrônica: conceito e utilização; 5.6 – Voz sobre IP: conceito e utilização; 5.7 – Ambiente em rede: conceitos, navegadores, navegação internet e intranet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas, redes sociais, sistemas de busca e pesquisa, proteção e segurança, configurações, armazenamento de dados na nuvem (cloud storage); 5.8 – Hardware: Microcomputadores e periféricos: configuração básica e componentes; Impressoras: classificação e noções gerais; dispositivos de armazenamento externo: conceito, classificação e noções gerais.
  • Atualidades Tópicos atuais no Brasil e no mundo, relativos a economia, política, saúde, sociedade, meio ambiente, desenvolvimento sustentável, educação, energia, saúde, relações internacionais, segurança e tecnologia, ocorridos a partir de janeiro de 2017, divulgados na mídia nacional e/ou internacional.

Para mais informações referentes ao Concurso PC-SP, fique atento as publicações do Blog Editora Solução.

O post Concurso PC-SP: Mais de 1.000 desligamentos no primeiro semestre! apareceu primeiro em Editora Solução.

Fonte: Editora Solução

Faça o Download da Apostila / Concurso PC-SP: Mais de 1.000 desligamentos no primeiro semestre!



Baixar apostila para concurso

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!