Concurso PC-SP: O que cai na prova?

Confira o conteúdo completo Concurso PC-SP: O que cai na prova?




Olá concurseiros! O Concurso PC-SP (Polícia Civil de São Paulo) está autorizado desde junho do ano passado, pelo governador do estado, João Dória. O certame é um dos mais aguardados de 2020, e seus Editais deverão ser publicados ainda no primeiro semestre desse ano.

Serão ofertadas 2.939 vagas ao todo, sendo distribuídas da seguinte forma:

  • Delegado: 250 vagas
  • Investigador: 900 vagas
  • Escrivão: 1.600 vagas
  • Médico Legista: 189 vagas

Baseado nos últimos Editais, fizemos um artigo com o intuito de auxiliar os estudos dos interessados em realizar esse certame. Confira!

Como se preparar para as provas?

Criar um cronograma de estudos é essencial para se dar bem na realização de uma prova. E nos exames de concurso não é diferente. Pensando nisso, organizamos um guia de estudo para ajudar os interessados em fazer esse certame.

  • Materiais de estudos são necessários para que você se inteire sobre o que irá cair na prova e se prepare de maneira eficaz. As Apostilas Solução são um ótimo instrumento de conhecimento, trabalhada com base nos editais relacionados ao concurso em questão e com longa experiência no ramo, o material é dos mais requisitados e elogiados do país;
  • Leitura do Edital é indispensável para que o candidato tenha noção do que irá cair na prova. E trabalhar os estudos fundamentados no documento oficial pode fazer a diferença;
  • Estudar as provas anteriores relacionadas ao concurso também é uma ótima forma de preparação. Refazer as questões e revisa-las lhe ajudarão a se instruir para o certame;
  • Organize seus estudos, sua rotina e seus horários. Foque nas matérias que você possui mais dificuldades e nas que tem um valor maior na pontuação. Anote tudo, e filtre os conteúdos que fazem mais diferença;
  • Descanse tanto mentalmente quanto fisicamente, se alimente bem, reforce seu corpo com alimentação adequada e realize uma prova tranquila.

Últimos Concursos PC-SP

Assim como o próximo Concurso PC-SP, os últimos lançaram um Edital para cada cargo/carreira, então separamos o texto especificando cada função ofertada.

Delegado

O último certame para o cargo de Delegado da Polícia Civil de São Paulo, ofertou 250 vagas, reservando-se o percentual de 5% (cinco por cento), ou seja, 13 (treze) vagas, às pessoas com deficiência. Alguns dos requisitos básicos para a investidura do cargo, eram:

  • ser portador de diploma de bacharel em Direito, expedido por escola oficial ou reconhecida e devidamente registrado no Ministério da Educação – MEC;
  • comprovação de, no mínimo, 2 (dois) anos de atividade jurídica ou 2 (dois) anos de efetivo exercício em cargo de natureza policial civil, anteriormente à publicação do Edital;
  • ser habilitado para a condução de veículos automotores, no mínimo na categoria ‘B”;
  • não registrar antecedentes criminais;
  • estar no gozo dos direitos civis e políticos;
  • estar em dia com o serviço militar;
  • ter plena capacidade física e mental para o exercício do cargo;
  • ter conduta irrepreensível na vida pública e privada.

O certame contou com 05 etapas, sendo elas:

  • Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova Escrita, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Investigação Social, de caráter eliminatório;
  • Prova Oral, de caráter eliminatório e classificatório; e
  • Prova de Títulos, de caráter classificatório.

Prova Objetiva

A Prova Objetiva teve duração de 05 horas e contou com 100 questões de múltipla escolha. As disciplinas que versaram as provas foram:

Prova Escrita

A Prova Escrita teve o objetivo avaliar o domínio do conhecimento jurídico e da norma culta, o desenvolvimento do tema na estrutura proposta, a adequação da linguagem, a articulação do raciocínio lógico e a capacidade de argumentação.

Essa etapa foi constituída por 1 (uma) questão dissertativa e 4 (quatro) questões discursivas, sendo avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, atribuindo-se até 15 (quinze) pontos para cada questão discursiva e até 40 (quarenta) pontos para a dissertação.

Investigação Social

Os candidatos aprovados na Prova Escrita foram submetidos à comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante Investigação Social, de caráter unicamente eliminatório, no intuito de identificar condutas inadequadas e reprováveis do candidato, nos mais diversos aspectos da vida em sociedade, incompatíveis com o exercício da função de Delegado de Polícia.

Prova Oral

A Prova Oral, foi gravada em áudio e vídeo, consistiu na arguição do candidato, em sessão pública, e versando sobre conhecimento das disciplinas de Direito Penal, Direito Processual Penal, Legislação Especial, Direito Constitucional, Direitos Humanos e Direito Administrativo.

A Banca Examinadora avaliou o domínio do conhecimento jurídico, a adequação da linguagem, a articulação do raciocínio, a capacidade de argumentação e o uso correto do vernáculo.

Os examinadores de cada disciplina atribuíram ao candidato nota de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, considerando-se aprovado aquele que obteve nota mínima de 50 (cinquenta) pontos em cada uma e, no total, média de 50% (cinquenta por cento) ou mais.

Prova de Títulos

Após a publicação dos aprovados na fase oral, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, os candidatos aprovados puderam apresentar os seguintes Títulos:

Investigador

O último Concurso PC-SP para o cargo de Investigador também foi realizado em 2018, e ofereceu 600 vagas. Alguns dos pré-requisitos para a investidura no cargo, eram:

  • possuir diploma de graduação, expedido por entidade de ensino oficial ou reconhecida, devidamente registrado ou, na falta deste, certificado de colação de grau;
  • ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “B”, no mínimo;
  • ter, na data da posse, idade igual ou superior a 18 anos de idade;
  • não registrar antecedentes criminais;
  • estar no gozo dos direitos políticos;
  • estar em dia com as obrigações do serviço militar, observando o disposto no artigo 210 do Decreto Federal nº 57.654/66;
  • possuir a última declaração de Imposto de Renda entregue à Secretaria da Receita Federal ou declaração pública de bens.

O certame foi composto das seguintes etapas:

  • Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova Escrita, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Investigação Social, de caráter eliminatório;
  • Prova Oral, de caráter eliminatório e classificatório; e
  • Prova de Títulos, de caráter classificatório.

Prova Objetiva

A Prova Objetiva foi constituída de 100 questões. As disciplinas foram:

Foi considerado habilitado nessa prova o candidato que obteve, no mínimo, 50% (cinquenta por cento) de acertos em cada uma das disciplinas.

Prova Escrita

A Prova Escrita teve o objetivo de avaliar o domínio da norma culta, o desenvolvimento do tema na estrutura proposta, a adequação da linguagem, a articulação do raciocínio lógico e a capacidade de argumentação, nas seguintes disciplinas: Noções de Direito e Noções de Criminologia.

Essa etapa foi constituída por 4 (quatro) questões dissertativas, sendo avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, atribuindo-se até 25 (vinte e cinco) pontos para cada questão.

Investigação Social

Os candidatos aprovados na Prova Escrita foram submetidos à comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante Investigação Social, de caráter unicamente eliminatório, no intuito de identificar condutas inadequadas e reprováveis do candidato, nos mais diversos aspectos da vida em sociedade, incompatíveis com o exercício da função de Investigador de Polícia.

Prova Oral

A Prova Oral, gravada em áudio e vídeo, consistiu na arguição do candidato, em sessão pública, e versou sobre conhecimento das disciplinas Língua Portuguesa, Noções de Direito, Noções de Criminologia e Atualidades.

A Banca Examinadora avaliou o domínio do conhecimento das disciplinas exigidas, a adequação da linguagem, a articulação do raciocínio, a capacidade de argumentação e o uso correto do vernáculo.

Os examinadores de cada disciplina atribuíram ao candidato nota de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, considerando-se aprovado aquele que obteve nota mínima de 50 (cinquenta) pontos em cada uma e, no total, média de 50% (cinquenta por cento) ou mais.

Prova de Títulos

Após a publicação dos aprovados na fase oral, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, os candidatos aprovados puderam apresentar os seguintes Títulos:

Escrivão

O cargo de Escrivão foi oferecido no último certame da PC-SP que ocorreu em 2018. Na época foram ofertadas 800 vagas para a função. Alguns dos requisitos para a investidura no cargo foram:

  • possuir diploma de graduação, expedido por entidade de ensino oficial ou reconhecida, devidamente registrado ou, na falta deste, certificado de colação de grau;
  • ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “B”, no mínimo;
  • ter, na data da posse, idade igual ou superior a 18 anos de idade;
  • não registrar antecedentes criminais;
  • estar no gozo dos direitos políticos;
  • estar em dia com as obrigações do serviço militar, observando o disposto no artigo 210 do Decreto Federal nº 57.654/66;
  • possuir a última declaração de Imposto de Renda entregue à Secretaria da Receita Federal ou declaração pública de bens.

O certame para Escrivão também contou com 05 etapas:

  • Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova Escrita, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Investigação Social, de caráter eliminatório;
  • Prova Oral, de caráter eliminatório e classificatório; e
  • Prova de Títulos, de caráter classificatório.

Prova Objetiva

A Prova Objetiva contou com 100 questões, sendo elas compostas pelas seguintes disciplinas:

Foi considerado habilitado nessa prova o candidato que obteve, no mínimo, 50% (cinquenta por cento) de acertos em cada um dos módulos definidos no item anterior.

Prova escrita

Essa etapa teve o objetivo avaliar o domínio da norma culta, o desenvolvimento do tema na estrutura proposta, a adequação da linguagem, a articulação do raciocínio lógico e a capacidade de argumentação, nas seguintes disciplinas: Língua Portuguesa, Noções de Direito, Noções de Informática e Noções de Criminologia.

A prova foi constituída por 5 (cinco) questões dissertativas, sendo avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, atribuindo-se até 20 (vinte) pontos para cada questão.

Investigação Social

Os candidatos aprovados na Prova Escrita foram submetidos à comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante Investigação Social, de caráter unicamente eliminatório, no intuito de identificar condutas inadequadas e reprováveis do candidato, nos mais diversos aspectos da vida em sociedade, incompatíveis com o exercício da função de Escrivão de Polícia.

Prova Oral

A Prova Oral, foi gravada em áudio e vídeo, consistiu na arguição do candidato, em sessão pública, e versou sobre conhecimento das disciplinas Língua Portuguesa, Noções de Direito, Noções de Informática e Noções de Criminologia.

A Banca Examinadora avaliou o domínio do conhecimento das disciplinas exigidas, a adequação da linguagem, a articulação do raciocínio, a capacidade de argumentação e o uso correto do vernáculo.

Os examinadores de cada disciplina atribuíram ao candidato nota de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, considerando-se aprovado aquele que obteve nota mínima de 50 (cinquenta) pontos em cada uma e, no total, média de 50% (cinquenta por cento) ou mais.

Prova de Títulos

Após a publicação dos aprovados na fase oral, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, os candidatos aprovados puderam apresentar os seguintes Títulos:

Médico Legista

O último Concurso PC-SP para Médico Legista, foi realizado em 2014, e ofertou 140 vagas, que foram distribuídas por várias regiões do estado de São Paulo. Alguns do pré-requisitos para a investidura no cargo, foram:

  • nos termos do art. 5.o da Lei Federal nº 12.030, de 17 de setembro de 2009, possuir diploma de graduação, expedido por escola oficial ou reconhecida e devidamente registrado, no curso de Medicina;
  • ser habilitado para a condução de veículos automotores na categoria “B”, no mínimo;
  • ter, na data da posse, idade igual ou superior 18 anos de idade;
  • não registrar antecedentes criminais;
  • estar no gozo dos direitos políticos;
  • se, do sexo masculino, estar em dia com as obrigações do serviço militar, observando o disposto no artigo 210 do Decreto Federal nº 57.654, de 20.01.1966;
  • possuir a última declaração de Imposto de Renda entregue à Secretaria da Receita Federal ou declaração pública de bens.

O concurso foi realizado em 05 etapas, sendo elas:

  • Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova de Aptidão Psicológica – PAP, de caráter eliminatório;
  • Prova de Aptidão Física – PAF, de caráter eliminatório;
  • Investigação Social, de caráter eliminatório; e
  • Prova de Títulos, de caráter classificatório.

Prova Objetiva

A Prova Objetiva foi constituída de 100 questões de múltipla escolha. As disciplinas foram:

A prova teve duração de 4 horas e 30 minutos.

Prova de Aptidão Psicológica – PAP

A Prova de Aptidão Psicológica – PAP consistiu na aplicação e avaliação de instrumentos e técnicas psicológicas visando verificar habilidades específicas, tipos de raciocínio e características de personalidade importantes para o bom desempenho das atividades do cargo de Médico Legista.

Essa etapa também avaliou as características de personalidade restritivas ou impeditivas ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo, ressaltando que a agressividade adequadamente canalizada para o exercício das atividades do cargo é aspecto imprescindível.

Prova de Aptidão Física – PAF

A Prova de Aptidão Física – PAF, teve o objetivo de avaliar as condições físicas e somáticas mínimas exigidas para o bom desempenho do cargo, tais como intervir em conflitos armados, ir a locais de difícil acesso, insalubres e perigosos, reagir rapidamente em situações de risco e utilização de força física para repelir ataques físicos, bem como para suportar o Regime Especial de Trabalho Policial – RETP.

O teste foi composto por:

  • Barra Fixa;
  • Flexão e Extensão de Cotovelos com Apoio de Frente sobre o solo;
  • Avaliação da Resistência Abdominal; e
  • Avaliação de Resistência Aeróbia.

Investigação Social

Os candidatos considerados aptos na Prova de Aptidão Física – PAF foram submetidos à comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante Investigação Social, de caráter unicamente eliminatório.

A Comprovação de Idoneidade e Conduta Escorreita Mediante Investigação Social tinha por objetivo a investigação sobre o comportamento ético, social e funcional dos candidatos ao cargo de Médico Legista que compreendeu a análise de documentos e realização de pesquisa ou investigação social de campo.

Prova de Títulos

A pontuação total da Prova de Títulos foi limitada ao valor máximo de 20,0 (vinte) pontos, conforme segue:

  • diploma de pós-graduação em curso reconhecido no país: livre docência: 5,0 (cinco) pontos;
  • doutorado: 5,0 (cinco) pontos;
  • mestrado: 4,0 (quatro) pontos;
  • especialização: 3,0 (três) pontos;
  • livro publicado com objeto vinculado à área de formação do candidato, do Direito, de Medicina Legal, de Criminalística, de Criminologia ou de Segurança Pública: 2,0 (dois) pontos;
  • artigo publicado em revista especializada, com os objetos acima mencionados: 1,0 (um) ponto.

O post Concurso PC-SP: O que cai na prova? apareceu primeiro em Editora Solução.

Fonte: Editora Solução

Faça o Download da Apostila / Concurso PC-SP: O que cai na prova?



Baixar apostila para concurso

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: