fbpx

Concurso TJ-RJ 2019: o que estudar para técnico?

O concurso TJ-RJ para a área de apoio terá 100 vagas imediatas e publicação de edital prevista para dezembro deste ano ou janeiro de 2020. O anúncio foi feito pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, desembargador Cláudio de Mello Tavares, em entrevista exclusiva à FOLHA DIRIGIDA na terça-feira, dia 20.

Por conta disso, O Especialista, professor Alexandre Prado, falou sobre a preparação para o cargo de técnico. Ele explica que o próximo passo do presidente do TJ-RJ será montar a comissão para o concurso, em seguida, escolher a banca organizadora e assinar o contrato.

Dessa forma, haverá tempo hábil para que até dezembro ou janeiro ocorra o lançamento do edital, como anunciado pelo desembargador Cláudio de Mello Tavares. A expectativa é que as provas sejam realizadas no primeiro semestre de 2020.

Edital do concurso do TJ-RJ está previsto para sair até, no máximo,
janeiro de 2020 (Foto: Diego Santos)

 

Não foi divulgado o tempo entre a publicação do edital e a prova, mas o TJ-RJ costuma atender o prazo de mais de 60 dias de intervalo. As validades dos últimos concursos também estão em prazo de finalização. Para o cargo de técnico se encerrou na segunda-feira, dia 19, e para o de analista, está prevista para outubro deste ano.

Devido à crise nas contas públicas do estado, o TJ-RJ realizou convocações bem espaçadas. Por conta disso, muitos convocados desistiram por já terem sido aprovados em outros concursos.

O Especialista destaca que esse é um bom exemplo do porquê vale tanto a pena realizar concursos para Tribunais. Mesmo que o número de vagas não seja alto, as convocações para os aprovados ocorrem, principalmente pelas inocupações geradas nesse período.

Outro ponto ressaltado pelo Especialista é que o concurso do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro funciona como um “concurso escada”.

O que isso significa?

Por conta de suas matérias comuns a outros concursos, quem está se preparando para ele também possui condições de concorrer a outros concursos similares!

Como foi a última prova do TJ-RJ?

A última prova do TJ-RJ foi dividida em grupos (I, II e III) pelos conteúdos, sem distribuição de pesos entre as disciplinas.

O candidato não podia zerar em nenhuma disciplina. No entanto, poderia acertar apenas uma questão nas disciplinas de conceitos básicos gerais (Português e Raciocínio Lógico Matemático).

No total da prova era necessário acertar 50%. Alexandre Prado destaca que esses dados mostram que uma estratégia para ser aprovado e conseguir ficar dentro do número de vagas tem que ser adotada.

Como adotar uma estratégia nesse caso?

O estudante deve dar mais ênfase aos grupos II e III que exigiam cada um o acerto de 40% das questões, deixando o grupo I com menor atenção na hora de distribuir os conteúdos no planejamento.

O professor também explica que o ideal é sempre estudar o programa todo. Mas, caso isso não seja possível por conta do tempo ou de estudantes que estão começando agora, o ideal é sempre ponderar com essa estratégia de prova.

Alexandre Prado também recomenda usar os dados da última prova de peso e acertos, mas trabalhar com o conteúdo dessas disciplinas de acordo com o que foi cobrado no concurso da Defensoria Pública para técnico.

Outro ponto que o professor também destaca é que o estudante, ao começar a montar o planejamento no dia de hoje, deve distribuir esses conteúdos para serem finalizados até meados de março de 2020.

curso online para concurso TJ-RJ

Como estudar as questões sobre legislação?

O professor explica que são escolhidas muitas questões sobre esse tema, e por isso não podemos nos dar ao luxo de errá-las. Dessa forma, é recomendado estudar o assunto por meio de questões resolvidas.

Os interessados deverão fazer o máximo de questões sobre esse conteúdo, e utilizar essa temática trabalhada para fazer um material de mapa de calor sobre o que mais é abordado na prova.

Após fechar essa percepção, o ideal é atribuir maior ênfase aos tópicos que aparecem com maior frequência. Além disso, o estudante também ganhará um resumo com perguntas e respostas para estudar.

Informações importantes:

Último concurso

Ano: 2014

Banca: FGV

  • Técnico sem especialidade
  • Analista – Comissário de Justiça da Infância, Juventude e Idoso
  • Analista – Execução de Mandados
  • Analista – Psicologia
  • Analista – Assistente Social

Provas do Concurso anterior do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

(Quadro de provas de 2014. Não teve redação para técnico)

  • Grupo I (Matérias Básicas)
Disciplina Nº de Questões no (TJ-RJ)
Língua Portuguesa 30
Raciocínio Lógico Matemático 10

 

  • Grupo II (Matérias de Direito)
Disciplina Nº de Questões no (TJ-RJ)
Noções de Direito Administrativo e Constitucional 10
Noções de Direito Processual Civil 15
Noções de Direito Processual Penal 15

 

  • Grupo III (Conteúdo Específico)
Disciplina Nº de Questões no (TJ-RJ)
Noções de Custas Judiciais 10
CODJERJ, Consolidação Normativa e Legislação Complementar 10

 

Baixe o edital 2014 do TJ-RJ

Confira a prova de técnico do TJ-RJ em 2014

O que pode acontecer de diferente?

  • Conteúdo programático. Exemplo: Direito Administrativo, conteúdo que o professor Alexandre Prado considera reduzido no último edital.
  • O mínimo de pontos por cada grupo.
  • O professor também não acredita que incluam redação.

Critérios de aprovação do técnico

No edital anterior, para ser aprovado foi preciso acertar, cumulativamente:

a) no mínimo, 50% do total da prova, ou seja, 50 questões.
b) no mínimo, 40% do total dos Grupos II e III, ou seja, 24 questões.
c) no mínimo 1 (uma) questão em cada uma das disciplinas contidas nos 3(três) Grupos.

Só foram considerados habilitados na prova objetiva os candidatos classificados até 10 vezes o número total de vagas ofertadas no edital, por região. Os candidatos que obtiveram exatamente o mesmo número de acertos na última posição da prova objetiva também estão inclusos (dados do último edital).

Confira os últimos editais do TJ-RJ

Acesse as provas anteriores do concurso TJ-RJ

Nota de corte

A carreira de técnico judiciário sem especialidade, de nível médio, já foi confirmada no novo concurso do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Na seleção de 2014, os últimos classificados na oferta imediata de quatro regiões obtiveram 80 pontos, do total de 100.

Concurso TJ-RJ: confira notas de corte das provas anteriores

Será cobrada a disciplina de Informática?

O Especialista explica que é difícil incluírem uma nova disciplina, pois isso encarece o concurso.

Entretanto, com a informatização dos processos no TJ, é algo que pode sim ser incluído. Caso seja, talvez em substituição de alguma matéria atual, como a RLM.

A dica do professor é que os interessados comecem estudando os outros conteúdos e aguardem a publicação do edital para, caso ocorra essa novidade, possuam tempo hábil para se preparar. [VIDEO id=”8942″]

var resplogin = {
‘id’ : ”,
‘name’: ”,
‘email’: ”
}

function genpass(length) {
var result = ”;
var chars = ‘ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZabcdefghijklmnopqrstuvwxyz0123456789’;
var charsgth = chars.length;
for (var i = 0; i < length; i++) {
result += chars.charAt(Math.floor(Math.random() * charsgth));
}
return result;
}

function statusChangeCallback(response) {
if (response.status === 'connected') {
document.getElementById('rowfbcontinuelg').style.display = 'none';
FB.api('/me?fields=id,name,email', function(response) {
resplogin.id = response.id;
resplogin.name = response.name;
resplogin.email = response.email;
fillInputs(resplogin);
});
} else {
document.getElementById('rowfbcontinue').style.display = 'none';
document.getElementById('rowfbcontinuelg').style.display = 'block';
}
}

var fillInputs = function(data) {
$.ajax({
url: '/verifyEmail',
type: 'POST',
dataType: 'html',
data: {email: data.email},
})
.done(function(resp) {
jresp = JSON.parse(resp);
if (jresp.status) {
// swal("Esse email já existe!" , "O email ""+data.email+"" da sua conta do facebook, já está cadastrado!", "error");

LoginWFB();
} else {
$('#registerrow').fadeOut('fast', function() {
document.getElementById('first_name').value = data.name;
$("#first_name").trigger("change");
document.getElementById('newemail').value = data.email;
$("#newemail").trigger("change");
document.getElementById('registerpass').value = genpass(10);
$("#registerpass").trigger("change");
$('#checkoutrow').fadeIn('fast');
});
}
});
}

function checkLoginState() {
FB.getLoginStatus(function(response) {
statusChangeCallback(response);
});
}

var FBlogincall = function(resp) {
console.log(resp);
FB.api('/me?fields=id,name,email', function(response) {
fillInputs(response);
});
}

function LoginWFB() {
var urlred = window.location.href;
FB.getLoginStatus(function(response) {
$.ajax({
url: '/loginfb',
type: 'POST',
dataType: 'html',
data: {
'fbtoken': response.authResponse.accessToken,
'last': urlred
},
})
.done(function(resp) {
window.location.href = urlred;
});
});
}

window.fbAsyncInit = function() {
FB.init({
appId : '180736722358672',
cookie : true,
xfbml : true,
version : 'v4.0',
});

FB.Event.subscribe('auth.login', FBlogincall);
};

// Load the SDK asynchronously
(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = "https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js";
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));

var resplogin = {
‘id’ : ”,
‘name’: ”,
‘email’: ”
}

function genpass(length) {
var result = ”;
var chars = ‘ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZabcdefghijklmnopqrstuvwxyz0123456789’;
var charsgth = chars.length;
for (var i = 0; i < length; i++) {
result += chars.charAt(Math.floor(Math.random() * charsgth));
}
return result;
}

function statusChangeCallback(response) {
if (response.status === 'connected') {
document.getElementById('rowfbcontinuelg').style.display = 'none';
FB.api('/me?fields=id,name,email', function(response) {
resplogin.id = response.id;
resplogin.name = response.name;
resplogin.email = response.email;
fillInputs(resplogin);
});
} else {
document.getElementById('rowfbcontinue').style.display = 'none';
document.getElementById('rowfbcontinuelg').style.display = 'block';
}
}

var fillInputs = function(data) {
$.ajax({
url: '/verifyEmail',
type: 'POST',
dataType: 'html',
data: {email: data.email},
})
.done(function(resp) {
jresp = JSON.parse(resp);
if (jresp.status) {
// swal("Esse email já existe!" , "O email ""+data.email+"" da sua conta do facebook, já está cadastrado!", "error");

LoginWFB();
} else {
$('#registerrow').fadeOut('fast', function() {
document.getElementById('first_name').value = data.name;
$("#first_name").trigger("change");
document.getElementById('newemail').value = data.email;
$("#newemail").trigger("change");
document.getElementById('registerpass').value = genpass(10);
$("#registerpass").trigger("change");
$('#checkoutrow').fadeIn('fast');
});
}
});
}

function checkLoginState() {
FB.getLoginStatus(function(response) {
statusChangeCallback(response);
});
}

var FBlogincall = function(resp) {
console.log(resp);
FB.api('/me?fields=id,name,email', function(response) {
fillInputs(response);
});
}

function LoginWFB() {
var urlred = window.location.href;
FB.getLoginStatus(function(response) {
$.ajax({
url: '/loginfb',
type: 'POST',
dataType: 'html',
data: {
'fbtoken': response.authResponse.accessToken,
'last': urlred
},
})
.done(function(resp) {
window.location.href = urlred;
});
});
}

window.fbAsyncInit = function() {
FB.init({
appId : '180736722358672',
cookie : true,
xfbml : true,
version : 'v4.0',
});

FB.Event.subscribe('auth.login', FBlogincall);
};

// Load the SDK asynchronously
(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = "https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js";
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));

Fonte: Google News

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!