fbpx

Concursos PC RJ e PMERJ: governador inte…

O governador interino do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, realizou sua primeira reunião de trabalho, na sexta-feira, 28, com secretários de Segurança Pública. O encontro foi para reforçar a importância das ações de combate à criminalidade no Estado.

Durante a reunião, no Palácio Guanabara, Castro afirmou que as secretarias de Polícia Civil e de Polícia Militar devem trabalhar integradas para garantir a segurança da população e a redução dos índices de criminalidade.

“O enfrentamento ao crime organizado, com planejamento e inteligência, é a principal diretriz da nossa política de segurança. Vamos continuar trabalhando ainda mais integrados para levar paz à população fluminense. Manteremos os comandos das secretarias, que estão fazendo trabalhos com resultados visíveis”.

Claudio Castro ainda relembrou que na última terça-feira, 25, a Polícia Civil realizou a maior operação da história, cumprindo mandados de prisão contra 416 autores de roubo, latrocínio e receptação.

“O Estado do Rio também registrou o menor número de homicídios dolosos em 30 anos. Esse tipo de crime caiu 19% em julho deste ano na comparação com o mesmo mês de 2019”, disse o governador em exercício. 

Governador em exercício do Rio de Janeiro realiza reunião
com secretários de Segurança Pública (Foto: Governo do Rio de Janeiro)

 

A reunião ainda contou com participação do secretário de Administração Penitenciária, Alexandre Azevedo de Jesus, o secretário da Casa Civil, André Moura, o comandante-Geral do Corpo de Bombeiros, coronel Roberto Robadey, e o procurador do Estado, Reinaldo Frederico Afonso Silveira.

Na sexta, 28, o Supremo Tribunal de Justiça determinou o afastamento por seis meses do governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, por suspeitas de corrupção. Seu vice, Claudio Castro, assume interinamente a gestão do Estado.

Ele ainda não se posicionou oficialmente sobre o futuro dos concursos voltados para Segurança Pública do Estado, como o da Polícia Civil e da Polícia Militar.

Em entrevista concedida à Folha Dirigida  nas Eleições de 2018, Claudio Castro afirmou que de todas as áreas do estado a que mais necessita de contratação de pessoal é a Segurança. Confira as declarções na íntegra!

+ Quer passar em concursos públicos? Saiba como!

PC RJ tem concurso autorizado com 864 vagas

Desde 2019, a Polícia Civil do Rio de Janeiro tem concurso autorizado para 864 vagas em carreiras de todos os níveis de escolaridade.

Desse total, 12 seriam para auxiliar de necropsia (nível fundamental), 16 para técnico de necropsia (nível médio), 54 para perito legista, 20 para perito criminal (nível superior em áreas específicas).

Assim como 47 para delegado (superior em Direito), 597 para inspetor (superior em qualquer área) e 118 para investigador (nível médio). Os salários chegam a R$18 mil.

Os preparativos do concurso PC RJ estavam em estágio avançado, porém, a pandemia do Coronavírus adiou a publicação do edital e a aplicação das provas. A corporação aguarda um momento seguro para prosseguir com a seleção.

A Secretaria de Polícia Civil do Rio de Janeiro ainda tem que enfrentar outro obstáculo para realizar o novo concurso. O governo do Estado, para permanecer no Regime de Recuperação Fiscal, bloqueou mais de 9 mil cargos vagos que seriam preenchidos pelos aprovados em concursos.

A Secretaria de Casa Civil e Governança informou à Folha Dirigida que o planejamento dos concursos será redefinido em função do bloqueio de cargos vagos. Dessa forma, o edital pode ter oferta menor que as 864 vagas autorizadas por Wilson Witzel, em 2019.

Em resposta à reportagem, o Ministério da Economia, que fiscaliza o Regime de Recuperação Fiscal no Rio, disse que novos cargos vagos, que não os bloqueados no decreto, poderão ser providos por meio de novos concursos normalmente. 

Assim, tendo mais vacâncias, a Polícia Civil RJ poderá abrir o concurso. Se a corporação mantiver a sua média anual de vacâncias – vagas originadas por aposentadorias, exonerações ou falecimentos -, o concurso PC RJ pode ser aberto.

Resumo concurso Polícia Civil RJ

  • Órgão: Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro
  • Cargo: auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, investigador, inspetor, perito legista, perito criminal e delegado
  • Vagas: 864
  • Requisitos: todos os níveis de escolaridade, a depender do cargo
  • Remuneração: R$4.506,27 a R$18.747,95
  • Banca: Instituto Acesso (delegado) e Instituto AOCP (demais cargos)
  • Links para os últimos editais

PMERJ também tem novos concursos em pauta

O então governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel chegou a autorizar a abertura de novo concurso na Polícia Militar com 32 vagas para o Quadro de Oficiais. No momento, a corporação atua na escolha da banca organizadora.

O cargo de oficial exige o nível superior em Direito. Além disso, considerando os requisitos da última seleção, realizada em 2018, é necessário ter até 35 anos (na data de publicação do edital) e altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. 

Outro concurso confirmado na PMERJ é para Saúde. Em dezembro de 2019, Wilson Witzel autorizou preenchimento de 67 vagas, sendo 42 para a carreira de oficial médico do Quadro de Oficiais de Saúde da Polícia Militar e 25 para técnicos em Enfermagem.

Essas carreiras exigem os níveis médio e superior, respectivamente. A remuneração será de R$3.246,42, para técnicos e R$6.014,19, para médicos. 

O secretário da Polícia Militar do Rio de Janeiro , coronel Rogério Figueredo, também confirmou que um novo concurso PMERJ com 2 mil vagas para soldados está em pauta pelo governo estadual.

O próximo edital, entretanto, só será divulgado com a convocação de 400 remanescentes da seleção de 2014.

“Finalizando a chamada dos aprovados do concurso de 2014, é a intenção do governo do Estado promover concursos de 2 mil policiais por ano”, destacou Figueredo.

Para ser um soldado da Polícia Militar do Rio de Janeiro é preciso ter o ensino médio completo, idade de 18 a 30 anos e altura mínima de 1,60m para mulheres e 1,65m para homens. Além de Carteira Nacional de Habilitação na categoria B ou superior.

Durante o curso de formação, os salários são de R$2.213,62. Depois da formatura, o valor passa para R$3.452,55. 

Resumo concurso PMERJ 

  • Órgão: Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ)
  • Banca: a definir
  • Cargos: soldado
  • Requisitos: ensino médio completo; idade de 18 a 30 anos; altura mínima de 1,60m para mulheres e 1,65m para homens; Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria B ou superior
  • Vagas: 2.000 
  • Salários: R$3.452,55 após o curso de formação
  • Link para último edital publicado

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!