fbpx

Confira! – Aprenda a descansar, não a desistir

Estamos vivendo um momento de enormes danos à população, não só pela crise na saúde como também pela crise econômica que se espalha pelo mundo numa velocidade tão rápida quanto a propagação de uma notícia via Internet.

Nesse cenário de dificuldades, a maioria das pessoas costuma fazer promessas para o momento pós-crise, e é também nesse período que bate um cansaço após um longo período de trabalho, de estudos, de isolamento e de incertezas. Diante disso, quais são as melhores possibilidades que nós temos? É esse o assunto a ser abordado no artigo de hoje.

O ser humano vive relacionamentos no seu ambiente familiar, no trabalho e, se estiver estudando para concurso público… Hummm… Ele se relaciona muito consigo mesmo. Isso mesmo! Começam a surgir dúvidas, angústias, medos, incertezas e, principalmente, cansaço. A insegurança se faz presente para a maioria dos candidatos a um cargo público.

A partir disso, começamos a elaborar os nossos próximos projetos, mas espere um pouco: agregar um projeto novo em sua vida não significa eliminar outros que ainda não foram alcançados. A aprovação num concurso público é um processo de médio a longo prazo. É necessário ter persistência para escrever uma história de sucesso.

Nesses vários anos dedicados ao mundo dos concursos públicos, eu tive a oportunidade de ouvir pessoas falando que abandonariam os estudos por estarem cansadas. “Mas como assim? Vai desistir por que está cansado?”. Isso me causava indignação, pois, para quem precisou ou precisa “correr atrás”, o sentimento do cansaço vem antes do sentimento da vitória e do objetivo alcançado.

Agora você quer saber qual é o problema das pessoas que querem desistir por estarem cansadas? Ou elas não precisaram lutar por suas conquistas (já que receberam tudo na mão), ou elas não aprenderam a descansar. Essas pessoas optaram pela desistência quando poderiam ter feito uma pausa para o descanso.

A falta de descanso afeta a capacidade física e mental. Para uma rotina de estudos eficiente e de qualidade, é essencial o cérebro funcionar bem e, principalmente, estar descansado. A exaustão e o cansaço da mente causarão um grande impacto negativo para sua eficácia e capacidade de absorção dos conteúdos estudados. O descanso faz tão bem que deve ser incluído até mesmo no planejamento das suas horas de aprendizado. Logo, nunca deixe de incluir momentos de relaxamento e pausas na sua agenda, distribuídas ao longo da rotina, para dar uma folga ao seu cérebro. Acredite, você perceberá a diferença ainda nas primeiras semanas.

Mas qual seria o momento desse descanso?

Bom, existem basicamente três tipos de descanso: o diário, o semanal e o semestral.

O descanso diário é aquele feito nos momentos de estudo – por exemplo, estudar 55 minutos e fazer uma breve pausa de cinco minutos para, então, retomar as atividades para a próxima hora. Tome cuidado com esse tipo de descanso. Ele serve para você manter o nível de concentração para a próxima hora de estudos. Ligar a TV e procurar um canal de que goste pode te fazer passar bem mais que cinco minutinhos descansando, já que você assistirá a algo que te agrada.

O segundo descanso, o semanal, é aquele feito uma vez por semana. É quando tiramos um dia para relaxarmos a mente em momentos de lazer dedicados à família ou a outra atividade que nos traga relaxamento físico e mental. Não confunda isso com ir para a farra e virar a noite, precisando de um dia para se recompor. Lembre-se: o problema não é o conteúdo que você deixou de estudar de sexta-feira para sábado, e sim o que você deixou de estudar do sábado para o domingo.

Por fim, o descanso semestral. Já percebeu que, desde quando ingressamos na educação infantil, o ano letivo possui intervalos? Seja no ensino fundamental, no médio ou no superior, fomos habituados a ter esse intervalo. Isso não é por acaso, pois, descansados, aprendemos mais e melhor.

Outro fator importante, o qual merece ser mencionado é que não existe uma fórmula pronta. Isso aqui não é uma receita de bolo. Cada um tem seu tempo. Portanto, é na sua jornada de dedicação aos estudos que você perceberá os momentos nos quais precisa fazer uma pausa. A crise pela qual passamos afetará uns mais, outros menos, mas todos estamos certos de que esses momentos difíceis servirão para nos tornar ainda mais fortes para as batalhas as quais nos aguardam.

Espero ter acrescentado algo sobre suas dúvidas em relação ao descanso. O período de isolamento ou de distanciamento pode ter vindo justamente para você recarregar as energias. Não fique com a consciência pesada quando fizer pausas como as que mencionei nesse artigo. Elas são importantes para o seu desenvolvimento. Não desista dos seus sonhos. Se bateu o cansaço ou o esgotamento, lembre-se: APRENDA A DESCANSAR, NÃO A DESISTIR.

Acredite em mim, essas dicas são simples de serem seguidas e podem potencializar o seu aprendizado nos estudos.

Hoje ficamos por aqui.

 

Um grande abraço!

Bons estudos, e até a próxima!

VÁ E VENÇA!

(function() {
var _fbq = window._fbq || (window._fbq = []);
if (!_fbq.loaded) {
var fbds = document.createElement(‘script’);
fbds.async = true;
fbds.src=”https://connect.facebook.net/en_US/fbds.js”;
var s = document.getElementsByTagName(‘script’)[0];
s.parentNode.insertBefore(fbds, s);
_fbq.loaded = true;
}
_fbq.push([‘addPixelId’, ‘1459353050962300’]);
})();
window._fbq = window._fbq || [];
window._fbq.push([‘track’, ‘PixelInitialized’, {}]);

Crédito:

Gran Cursos Online

Pdf e Videoaulas disponíveis!

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!