fbpx

Confira! – BPM – Análise de Processos

Olá, Concurseiro!

Dando sequência à “editoria” de BPM, no post de hoje quero conversar com você sobre Análise de Processos. Análise de Processos é abordada no Capítulo 4 do BPM CBOK. Para conhecer todos os capítulos do BPM CBOK, confira meu post (https://blog.grancursosonline.com.br/bpm-cbok-v3-0/).

De acordo com o BPM CBOK, a análise de processos proporciona uma compreensão das atividades do processo e os resultados dessas atividades e dos processos em relação à sua capacidade de atender as metas pretendidas.

A análise pode ser entendida como o “meio do caminho”.  Nós já conhecemos o processo atual (AS-IS) e vamos analisa-lo, de forma a identificar eventuais problemas e oportunidades de melhorias. Essas melhorias serão os insumos para a proposição do modelo futuro do processo (TO-BE), incorporando as melhorias possíveis. Com isso, as organizações pretendem levar seus processos a um outro patamar!

A Figura a seguir ilustra esse posicionamento singular da análise:

Fonte: https://docplayer.com.br/123279116-Aplicacao-do-ciclo-bpm-e-da-gestao-do-conhecimento-aos-processos-do-curso-de-engenharia-de-producao-da-universidade-de-brasilia.html

Os 4 passos da análise de processos

Para conduzir a análise de processos, podemos dividir essa etapa do trabalho em 4 passos: iniciando a análise; obtendo informações; analisando o processo; e gerenciando a informação coletada e analisada.

Primeiramente, é na etapa do “Iniciando a análise” que é realizado o planejamento da análise. Esse planejamento envolve compreender o ambiente, definir escopo, método de análise e a equipe. Esse planejamento é fundamental para o sucesso da iniciativa.

Logo depois, a etapa “Obtendo informações” é o momento onde a coleta de dados e informações é realizada. As informações são obtidas com aplicação de métodos de levantamento de informações (interações com clientes, desempenho do processo, handoffs, regras de negócio, capacidade, gargalo, variação e custo).

Posteriormente, dá-se início à etapa “Analisando o processo”. A partir das informações obtidas, devemos executar uma análise envolvendo custos, tempo de ciclo, padrão, causa raiz (Ishikawa), sensibilidade, riscos, alocação de recursos, motivação e recompensa, qualidade, valor e conformidade legal.

Concomitantemente, a etapa de “Gerenciando a informação coletada e analisada” deve permear todo o trabalho. O objetivo é garantir que à medida que a informação é coletada e analisada, a equipe de análise seja capaz de organizar e consolidar essa informação.

Para quem tem formação ou experiência na área de TI, o trabalho de análise de processos se assemelha muito com o de análise de sistemas. As ferramentas e técnicas que apoiam a análise de sistemas aqui são aplicadas sobre o processo de negócio, de forma a identificar oportunidades de melhoria.

Algumas questões

Como que esse conhecimento é cobrado nos certames? Vejamos a seguir, onde escolhi uma questão de cada um dos 3 passos iniciais listados acima:

Observe que essa questão do CESPE de 2016 cobra o conhecimento dos motivadores (ou gatilhos) que podem levar uma organização a iniciar uma análise de processos. A partir desse momento, o planejamento dos trabalhos de análise. Essa questão, com sua resolução, ainda complementa o material abordado nesse post, indicando a você quais são esses motivadores.

Essa outra questão do CESPE, de 2015, cobra a diferenciação do AS-IS e do TO-BE. Além disso, a questão permite apresentar a você o conceito de handoff, cobrado com certa frequência por diversas bancas.

Essa questão da COMPERVE é bacana pois nos ajuda a revisar uma série de conceitos relativos às análises que são conduzidas na fase de análise de processos. Aqui, em especial, cobrando análise de sensibilidade, gargalo, causa raiz e handoffs.

Por fim, nunca é demais lembrar que nossas aulas de BPM aqui no GranCursos Online elas são fundamentadas no CBOK, abordando TODOS os 10 capítulos e TODAS as 9 áreas de conhecimento, para que você tenha o melhor e o mais completo material para PERFORMAR com sucesso nas provas que cobram esta disciplina.

Bons estudos!

 

Fernando Escobar
Fernando Escobar
Analista de TI no TRF 1 e professor de Governança, Gestão de TI nas Organizações Públicas e Gestão de Projetos

(function() {
var _fbq = window._fbq || (window._fbq = []);
if (!_fbq.loaded) {
var fbds = document.createElement(‘script’);
fbds.async = true;
fbds.src=”https://connect.facebook.net/en_US/fbds.js”;
var s = document.getElementsByTagName(‘script’)[0];
s.parentNode.insertBefore(fbds, s);
_fbq.loaded = true;
}
_fbq.push([‘addPixelId’, ‘1459353050962300’]);
})();
window._fbq = window._fbq || [];
window._fbq.push([‘track’, ‘PixelInitialized’, {}]);

Crédito:

Gran Cursos Online

Pdf e Videoaulas disponíveis!

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!