fbpx

Confira! – Conhecendo as principais bancas examinadoras

Ao começar a estudar, o candidato uma hora vai se deparar com a seguinte notícia: “saiu a banca examinadora do concurso”. Mas o que são as bancas examinadoras ou organizadoras? São instituições cujo trabalho é organizar e administrar o processo de seleção do concurso público, ou seja, são pessoas jurídicas (algumas de direito privado, outras de direito público), empresas, autarquias, fundações ou órgãos responsáveis por realizar todo o procedimento relacionado à prova (publicação do edital, inscrição, elaboração/aplicação/correção de provas, entrega de documentos etc).

Não confunda banca examinadora com comissão examinadora. As bancas são as instituições organizadoras do concurso público, podendo se tratar de empresas, autarquias, fundações ou órgãos cuja responsabilidade é realizar todo o procedimento do processo de seleção. Já as comissões examinadoras são um grupo de especialistas responsáveis por intermediar o processo de seleção entre a pessoa solicitante e a instituição organizadora. Em muitos casos, é a comissão examinadora que realiza a produção das provas e a realização da arguição oral.

No Brasil temos várias instituições organizadoras de concurso público, entre elas, o Cebraspe (antigo Cespe), a Fundação Carlos Chagas – FCC, a Fundação Getúlio Vargas – FGV, a Funcab, o Instituto AOC, a Vunesp, dentre outras. Nesse texto, nós falaremos sobre a banca Cebraspe e suas peculiaridades.

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) funciona como uma Organização Social (OS) qualificada em 19 de agosto de 2013, com a assinatura do Decreto Presidencial n. 8.078. Em 17 de março de 2014, o Centro assinou Contrato de Gestão com o Ministério da Educação (MEC) e com a instituição interveniente Fundação Universidade de Brasília (FUB). O Centro é uma instituição de educação, especializada na realização de avaliações, seleções, certificações e pesquisas (texto obtido no site da instituição).

É uma das bancas mais tradicionais, temida por alguns em razão de seu estilo de prova (certo e errado) e de seu critério de correção, no qual uma questão errada elimina uma certa. Esse critério costuma causar certo receio nos candidatos, uma vez que cometer um erro pode levar à perda de um ponto. Porém, existe método para lidar com esse tipo de prova.

 

Método Quatro Etapas

  1. Resolva primeiro as questões das quais que você tem certeza. Deixe as questões sobre as quais teve dúvidas para a segunda etapa;
  2. A segunda etapa funciona da seguinte forma: faça marcações na sua prova: “*” para dúvidas e “x” para as questões em que você não tem a mínima noção quanto à resposta;
  3. Pense nas questões marcadas com “*” e faça sua escolha! Se estiver apenas em dúvida, arrisque! (Considerando que você já estudou o assunto, este não é novidade, você apenas não se lembra perfeitamente daquela matéria);
  4. Pule as questões do “x”! Afinal você não tem a mínima ideia sobre como respondê-las e será punido se errar as respostas.

Observação: nunca volte nas questões que você marcou de primeira! Cuidado com a síndrome do dedo nervoso.

O dedo nervoso acontece quando o candidato marca uma questão de forma correta, porém, ao reler a prova, fica em dúvida e acaba alterando sua escolha, levando a um erro (e a um lamento futuro).

As provas do Cebraspe, em regra, possuem 120 itens, por isso, a melhor recomendação é deixar poucas questões em branco – no máximo 30% da prova. São duas razões para um candidato fazer isso: a primeira é ele não estar suficientemente preparado; a segunda é estar com muito medo de marcar. No primeiro caso, a sugestão é: estude mais!  Mas o segundo caso tem solução. Você já estudou! Tenha calma e procure pensar na resposta correta!

Por mais que você estude, nunca conseguirá gabaritar uma prova do Cebraspe. Normalmente a melhor nota dos concursos organizados por essa banca obtém cerca de 80% dos pontos líquidos. Sendo assim, mesmo que você esteja muito afiado, vão existir questões na sua prova que você não saberá responder. Isso é normal. Portanto, não caia na pegadinha de querer gabaritar o exame. Faça apenas o que é necessário e controle o dedo nervoso!

Abaixo está um exemplo de gabarito de prova da banca.

 

Outra peculiaridade quanto ao Cebraspe é o fato de este ser uma instituição cuja tradição é de cobrança maior em jurisprudência. Para lembrar, jurisprudência pode ser definida como o conjunto das decisões e interpretações das leis feitas pelos tribunais superiores, adaptando as normas às situações de fato. São as principais tendências dos tribunais, que revelam seu posicionamento quanto a determinado caso concreto.

Assim, se você se prepara para uma prova elaborada pelo Cebraspe, tenha em mente que deve estar atualizado quanto à jurisprudência, e, principalmente, quanto aos enunciados de súmulas (vinculantes e persuasivas), tanto do STJ quanto do STF. Veja um exemplo de questão, retirado da prova objetiva para Delegado de Polícia Federal, realizada em 2018:

  1. A vedação absoluta ao direito de greve dos integrantes das carreiras da segurança pública é compatível com o princípio da isonomia, segundo o STF.

Gabarito: certo.

O Cebraspe também gosta muito de cobrar letra de lei e fazer “pegadinhas” com ela. Por exemplo, no mesmo processo seletivo, fez-se a seguinte afirmação:

João, servidor público responsável pelo setor financeiro de uma autarquia federal, sem observar as formalidades legais necessárias, facilitou a incorporação, ao patrimônio particular de entidade privada sem fins lucrativos, de valores a ela repassados mediante a celebração de parceria. Nessa situação hipotética, conforme a legislação e a doutrina a respeito de improbidade administrativa e regime disciplinar do servidor público federal,

  1. a responsabilidade de João é objetiva, independentemente da demonstração de culpa ou dolo.

Gabarito: errado. A lei de improbidade administrativa não prevê a responsabilidade objetiva, devendo haver dolo ou culpa (nos casos que causam prejuízo ao erário).

Portanto, embora cause temor na mente de vários candidatos, não é uma banca que mereça tamanha cisma. A vantagem do Cebraspe é ele avaliar os candidatos que realmente possuem conhecimento, não deixando margem para acaso ou sorte.

Claro que pode ser adotada uma estratégia na resolução da prova, como o método de quatro etapas demonstrado anteriormente. Outra dica salutar é, ao ser escolhido o Cebraspe como banca organizadora do seu concurso, FAÇA O MÁXIMO DE QUESTÕES QUE PUDER DESSA BANCA!

Treine! Muito e cotidianamente. Crie o hábito de sempre resolver questões e coloque em sua meta simulados com resolução de provas anteriores. Quanto mais familiarizado você estiver com o estilo da banca, melhor será seu desempenho na sua prova.

E, claro, essa e outras dicas para concurso você encontra no Gran Cursos Online, onde existe um acervo imenso de questões comentadas, além da nossa equipe de Gran Xperts, composta por profissionais mais que capacitados. Estes possuem diversas aprovações na carreira, criam metas contendo cronogramas personalizados baseados em ciclos de estudos, os quais são constantemente atualizados e feitos de forma a proporcionar maiores rendimentos e a te orientar no caminho para a aprovação.

 

Thiago Paixão
Delegado de Polícia Civil do Distrito Federal. Coach e professor de Direito Processual Penal.

(function() {
var _fbq = window._fbq || (window._fbq = []);
if (!_fbq.loaded) {
var fbds = document.createElement(‘script’);
fbds.async = true;
fbds.src=”https://connect.facebook.net/en_US/fbds.js”;
var s = document.getElementsByTagName(‘script’)[0];
s.parentNode.insertBefore(fbds, s);
_fbq.loaded = true;
}
_fbq.push([‘addPixelId’, ‘1459353050962300’]);
})();
window._fbq = window._fbq || [];
window._fbq.push([‘track’, ‘PixelInitialized’, {}]);

Crédito:

Gran Cursos Online

Pdf e Videoaulas disponíveis!

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!