fbpx

confira dicas e métodos para facilitar sua rotina com os bebês

Nenhuma mãe ou nenhum pai está preparado para a notícia de que terão gêmeos. Daniela Maia Cruvinel Veloso, que trabalha com Marketing, descobriu durante o ultrassom que seria mãe de Dora e Marina, hoje com três anos de idade.

“Quando a médica falou que eram dois bebês, minha lágrima que estava escorrendo de emoção até voltou e eu pensei: ‘Meu Deus, e agora, o que eu vou fazer? Não tenho mais controle de nada da minha vida! Eu pensei inúmeras coisas”, lembra.

Daniela ouvia das pessoas que a mulher era “mais mãe”, caso tivesse um parto normal e conseguisse amamentar.

“Queria muito amamentar. É uma coisa que se fala que você é mais mãe se você amamenta, mas você não tem noção do que é isso. As pessoas falam que é muito bonito ter parto normal, que você não deve deixar seus filhos na tela de celular, se você amamenta é mais mãe e eu queria ser”.

Amamentação para gêmeos parece uma tarefa desafiadora. Depois do nascimento, uma das filha de Daniela teve de ficar na UTI neonatal por causa de um problema cardíaco. A menina não conseguiria mamar no seio. A mãe reuniu forças para tirar o leite materno a cada três horas para alimentar a criança. A outra nasceu com um freio na língua, o que dificultaria a amamentação.

“Amamentar duas é um processo que gera uma certa frustração, você só faz isso durante 24h. Além da dor, o tempo inteiro tem alguém no seu peito. Eu era executiva de uma multinacional, era super produtiva, minha cabeça pensava o tempo inteiro e hoje eu sou simplesmente uma pessoa que dá leite, chega a ser frustrante. Eu tentava maneiras de deixar as coisas mais simples, tentava dar para as duas ao mesmo tempo. Mas quando elas são novinhas, tem que ser uma de cada vez para segurar a cabecinha”, afirma.

Daniela conta que uma das estratégias para amamentação para gêmeos é dar leite para os dois bebês simultaneamente. “O ciclo das crianças acontece a cada 3h. Aí, você troca, dá de mama, as crianças dormem por 2h e depois elas volta para mamar. Se não desse ao mesmo tempo, ficaria com uma hora apenas de descanso. O sono é uma coisa que te corrói, te mata. No primeiro mês, você não está sentindo tanto sono, mas isso vai virando um negócio muito difícil. Você briga com seu marido, com todo mundo, e isso dura muito. Eu contratei uma consultora de amamentação que me ajudou muito e depois, no outro mês, ela falou para eu amamentar deitada. Dormir é uma coisa muito importante”, ressalta.

A consultora de aleitamento materno Érica Lima, da Mame Assessoria Materna, explica que amamentar os gêmeos ao mesmo tempo é um desejo que pode não se concretizar. “A realidade é que no início essa é uma tarefa bem difícil, tanto no manejo de acoplar dois bebês nas mamas quanto ao horário que os bebês demandam, que nem sempre será o mesmo. Inicialmente tente atender um de cada vez até que se estabeleça um bom ritmo de mamadas e, com o passar dos dias, e mais destreza, vá administrando as mamadas com os dois bebês simultaneamente”, diz.

Érica Lima, consultora de aleitamento materno, orienta a mãe de gêmeos oferecer as duas mamas, de maneira alternada. “Sempre lembrando de oferecer as duas mamas para os dois bebês em esquema de revezamento. Isso é muito importante para que os dois bebês recebam o leite das duas mamas que foi estimulada por cada bebê em momentos diferentes ajudando, assim, uma boa produção de leite e no desenvolvimento da lateralidade dos bebês”, ensina.

Daniela acredita que poderia ter se informado melhor sobre amamentação durante a gravidez. “Quando você está grávida, não se preocupa com a amamentação. Você acha que vai ser um processo natural e a gestação é um momento muito ‘cor de rosa’, que você acha que vai ser tudo perfeito, que amamentar vai ser uma coisa ótima. As pessoas falam que vai doer, mas você nem tem noção e a única preocupação sua é o parto. Cheguei a pedir uma consultora de amamentação, por ser gêmeos, como faria para amamentar duas? Mas você só cai na realidade quando essas crianças aparecem no seu mundo e tem que amamentar”, conclui.

Para tirar algumas dúvidas sobre amamentação gemelar, se é possível amamentar gêmeos ao mesmo tempo e aleitamento materno, a reportagem entrevistou a pediatra Paula Lenfer, que também é mãe das gêmeas Liz e Maria, de um ano de idade, e Miguel, de quatro. Confira:

Vou produzir leite suficiente para dois bebês?

Sim. O corpo que gesta dois bebês irá se preparar para amamentar dois bebês. Vai precisar de ajuda e manejo inicial na amamentação, mas é possível sim.

O que posso fazer para facilitar a amamentação de gêmeos?

Se informar. Buscar grupos de mães de gêmeos que amamentaram e ter uma rede apoio. Uma boa almofada de amamentação de gemelares também vai ajudar.

Pode ser que um dos bebês tenha mais facilidade que o outro?

Sim. Apesar de serem gêmeos cada bebê é único e terá suas particularidades

Devo amamentar meus gêmeos juntos ou separadamente?

Acho que não tem regra. O que for mais fácil na sua rotina. Eu não tentei sincronizar minhas filhas. Em alguns momentos elas mamavam juntas, em outros não.

Se meus filhos nascerem prematuros, posso ter mais dificuldade para amamentar?

Sim. Mesmo os bebês que não são gêmeos podem ter mais dificuldades para mamar se forem prematuros. Mas é possível. E, com profissionais que apoiem o aleitamento materno, será mais fácil.

Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!