fbpx

Confira! – O que é o Guia PMBOK ?

Uma grande jornada, começa com primeiro passo. E o nosso primeiro passo, no estudo de gerenciamento de projetos, é entender o que significa a expressão “Guia do PMBOK”. Para tanto, vamos precisar voltar no tempo e entender como o guia surgiu.

disciplina de gerenciamento de projetos é relativamente nova. Ou seja, é recente o esforço para catalogar os conhecimentos de gerenciamento de projetos. No mesmo sentido, faz pouco tempo que as atividades do gerente de projetos passaram a ser reconhecidas como uma profissão. Por outro lado, o gerenciamento de projetos é muito antigo. Isso pode ser notado na observação de obras da antiguidade como, por exemplo, a construção das pirâmides ou da muralha da china. Você vai concordar comigo que não é possível imaginar que tais projetos foram desenvolvidos sem qualquer tipo de gerenciamento.

Apesar do gerenciamento de projetos em si ser antigo, foi somente no século XX que os gerentes de projetos passaram a buscar o reconhecimento das suas atividades como profissão. Para tanto, tentou-se chegar a uma compilação de todos conhecimentos sobre o gerenciamento de projetos. Então perceba que o PMBOK surge como uma “luta” dos gerentes de projetos por um lugar “ao sol”. Até então, apesar de existir na prática, a profissão não era reconhecida como tal. Você podia dizer que era um médico ou advogado, mas gerente de projetos não. Não existia um curso sobre gerenciamento de projetos e nem mesmo a formalização do que seria essa disciplina.

Assim para que os gerentes de projetos fossem valorizados antes de tudo seria necessário vir ao mundo uma coletânea de de informações sobre conhecimentos, ferramentas, técnicas e habilidades relacionados ao gerenciamento de projetos. Bizu! Decore essas 4 palavras. Vamos usá-las em diferentes situações durante esse curso. Elas representam o núcleo da definição de gerenciamento de projetos e portanto o núcleo do nosso estudo. Ou seja, estudar gerenciamento de projetos passar por entender quais são os conhecimentos, ferramentas, técnicas e habilidades usados pelos praticantes dessa disciplinas, ou seja, pelos gerentes de projetos.

Como a compilação seria sobre todos os conhecimentos de gerenciamento de projetos, a ideia então era criar um “BOK”. E o que é um “BOK” ? Um “BOK” nada mais é que um conjunto de conhecimentos. É um sigla em inglês que vem da expressão Body Of Knowledge. Podemos e temos diferentes “BOKs”. Por exemplo, na TI, é muito comum trabalharmos também com o BPM CBOK que é trata do conjunto de conhecimento sobre o gerenciamento de projetos. Os nosso gerentes queriam catalogar os conhecimentos de gerenciamento de projetos, ou seja, a ideia inicial era curar um PMBOK, ou seja, Project Management Body of KnowledgeOlha aí! Já matamos metade da charada. E por que só metade professor? Meu padawn, lembre-se que estamos entendendo entender o que seria o Guia do PMBOK. E não o PMBOK.

Apesar da ideia de um PMBOK ser muito boa, na prática, ela se tornaria um fracasso. Rapidamente a comunidade de gerente de projetos percebeu que seria impossível colocar todo o conhecimento de gerenciamento de projetos em um livro. Note que para catalogar todos esses conhecimentos seriam necessários milhares de páginas. O Guia do PMBOK tem mais de 500 páginas e muita gente já acha grande. Imagine se fosse feito de falto um “PMBOK”. Professor, quais outros motivos impossibilitariam a confecção do PMBOK?

Bem, além do gerenciamento de projetos ser uma disciplina sem fim, não há uma uniformidade destes conhecimentos. Explico. Por exemplo, cada organização tem uma cultura, logo cada uma tem suas peculiaridades em relação ao gerenciamento de projetos. Em uma determinada empresa, pode fazer parte da cultura organizacional, por exemplo, que os gerentes funcionais sempre serão os responsáveis por conduzir os projetos e pelo orçamento. Em outra, esse papel é de um gerente de projeto dedicado exclusivamente para essa atividade. Além disso, podem existir diferenças de vocabulário. Em uma determinada organização, o documento que formaliza o início de um projeto poder ser chamado de termo de abertura. Em outra, ele pode não existir ou ter outro nome. Tudo isso, aliada à rápida evolução da disciplina de gerenciamento de projetos implicaria em um PMBOK com milhares de páginas que em pouco tempo estaria incompleto e/ou desatualizado. Estamos diante de um problema, concorda? Como será que a comunidade de gerenciamentos de projetos resolveu esse dilema? Bem, a solução foi criar “apenas” um guia e não o PMBOK.

Assim, note bem a diferença:: o PMBOK cobriria todos os conhecimentos de gerenciamento de projetos. O Guia PMBOK, por sua vez, trataria apenas de parte desse conhecimento. Ou seja, o PMBOK trata apenas de um pequeno universo do gerenciamento de projetos. Você não vai encontrar no Guia do PMBOK todas as práticas de gerenciamento de projetos. Por exemplo, práticas ágeis que tem sido cada vez mais utilizadas em projetos de desenvolvimento de software ainda aparecem de forma tímida no PMBOK.

Diante do que conversamos até que aqui, o correto, a rigor, é dizer que você está estudando o Guia PMBOK e não o PMBOK. É claro que no jargão do dia a dia e durante nosso curso vamos usar somente PMBOK. E preciso ter cuidado com o nome “guia”, ele pode fazer você errar uma questão de prova. O guia do PMBOK não é uma metodologia. Ela não vai dizer o que deve ser feito. Nada que está no Guio do PMBOK é obrigatório! O PMBOK é simplesmente um grande catálogo. E catálogo sobre o que ? Sobre os nosso 4 amigos: conhecimentos, ferramentas, técnicas e habilidades relacionados ao gerenciamento de projetos.

Falamos que o PMBOK em pouco tempo ficaria desatualizado. E o Guia? Será que ele é perene? A reposta também é negativa. Apesar do Guia não se desatualizar tão rápido ele também sofre modificações. Algumas coisas são removidas e outras são inseridas. O Guia já estão em sua sexta versão mas há um “núcleo duro” de diversos conhecimentos, ferramentas, técnicas e habilidades que estão sempre presentes. Um dos reconhecimentos mais recentes do PMBOK é a incorporação da agilidade. As práticas ágeis passaram a dominar o mercado de gerenciamento de projetos relacionados ao desenvolvimento de software e o PMBOK não poderia se furtar de fazer referência a essas práticas. Atualmente o PMBOK está na sua sexta edição.

Antes da primeira edição do PMBOK, houve uma publicação no Project Managment Journal em 1983. Bizu. Note que a partir de 1996, a cada quatro anos foi publicada um versão nova do PMBOK. Falando em bizu. Segue mais um dica de memorização. Note que já falamos várias vezes dos nossos 4 amigos: Conhecimentos, Ferramentas, Técnicas e Habilidades. Para memorizar, eu uso a frase: “Teu CHeFe”. Retirando as vogais ficamos com TCHF. Essas são as iniciais dos nossos “4 amigos”

(VUNESP/Analista de Gestão de Pessoas (Campinas)/2019) A Administração Pública, com o objetivo de obter melhores resultados em relação aos seus programas de governo, vem utilizando ferramentas da ciência administrativa, como por exemplo para a Gestão de Projetos.

Uma das ferramentas que pode ser utilizada pela administração pública na Gestão de Projetos é o Guia:

a) Project Management Institute (PMI).

b) Project Management Professional (PMP).

c) Project Management Body of Knowledge (PMBOK).

d) Project Management Office (PMO).

e) Project Control Tower (PMT).

LETRA C.

O Guia de gerenciamento de projetos é o PMBOK.

(function() {
var _fbq = window._fbq || (window._fbq = []);
if (!_fbq.loaded) {
var fbds = document.createElement(‘script’);
fbds.async = true;
fbds.src=”https://connect.facebook.net/en_US/fbds.js”;
var s = document.getElementsByTagName(‘script’)[0];
s.parentNode.insertBefore(fbds, s);
_fbq.loaded = true;
}
_fbq.push([‘addPixelId’, ‘1459353050962300’]);
})();
window._fbq = window._fbq || [];
window._fbq.push([‘track’, ‘PixelInitialized’, {}]);

Crédito:

Gran Cursos Online

Pdf e Videoaulas disponíveis!

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!