fbpx

Conheça as cédulas com maior valor do mundo, as ‘irmãs’ da nova nota de R$200

SÃO PAULO — Desde a divulgação da nova nota de R$ 200 feita pelo Banco Central para atender a demanda por dinheiro vivo, que cresceu durante a pandemia, discussões surgiram questionando os motivos para sua criação.

As principais inquietações exploram a questão da modernização do sistema financeiro, apontando que a criação de mais uma cédula em um cenário de eletronização do dinheiro seria um retrocesso.

Outros dizem ainda que a nova nota vai na contramão dos esforços das autoridades monetárias ao redor do mundo de restringir o uso de cédulas com alto valor nominal para dificultar os crimes de corrupção, como a lavagem de dinheiro.

O procurador do Ministério Público de Contas, Júlio Marcelo de Oliveira, afirmou em sua conta no Twitter que as novas notas de R$ 200 favorecerão a corrupção. Para ele, malas e mochilas poderão carregar valores maiores de dinheiro de forma mais discretas. “No início do ano passado, cogitou-se retirar de circulação as notas de R$ 100 para dificultar transações ilícitas em espécie”, disse.

Segundo o BC, a nova nota deverá entrar em circulação a partir do final de agosto e 450 milhões de cédulas de R$ 200 serão impressas somente em 2020.

Embora o seu valor tenha como objetivo diminuir as transações com dinheiro em espécie, a nota de R$ 200, que terá como personagem o lobo-guará, não é a cédula com maior valor nominal em circulação no mundo atualmente.

Países do sudeste asiático, como Brunei e Singapura, da Zona do Euro, dos Emirados Árabes e até a nota de US$ 100, maior cédula de dólar em circulação, valem mais que a nova nota do real na conversão direta.

10.000 dólares de Singapura (SGD)

10.000 dólares de Singapura, uma das notas mais valiosas do mundo

10.000 dólares de Singapura, uma das notas mais valiosas do mundo

O recorde mundial de maior valor de uma única nota é do dólar de Singapura (SGD). O país asiático possui uma cédula de 10 mil SGD que, convertido, vale R$ 38.630,80.

Com esse valor é possível comprar até oito aparelhos do iPhone SE (256GB), último lançamento da Apple no Brasil, a R$ 4.499. Ou dar entrada em metade de um modelo novo do Volkswagen T-Cross, SUV mais vendido do país, que custa a partir de R$ 69.999,00.

O governo local parou de emitir a nota em 2014 e atualmente monitora as transações feitas com o papel-moeda para rastrear possíveis práticas criminosas. Porém, ela continua ativa e em circulação no país, mesmo com os bancos locais dificultando o acesso à nota.

10.000 dólares de Brunei (BND)

notas de maior valor do mundo

notas de maior valor do mundo

Também localizado no Sudeste Asiático, Brunei é um país de maioria islâmica que faz fronteira com a Malásia e é conhecido por suas grandes reservas de petróleo.

Sua moeda, o dólar de Brunei (BND), é emitida e controlada pela autoridade monetária do país e, por conta de um acordo de permutabilidade firmando na década de 1960, a moeda do Brunei é livremente alterável para dólares de Singapura. Ou seja, na conversão direta a moeda de 10 mil BND vale os mesmos R$ 38.630,80.

A grande diferença entre as duas notas é que enquanto Singapura adotou medidas para eliminar a circulação gradual da sua própria nota de 10 mil, o Brunei continua a emitir cédulas com o mesmo valor nominal em seu território, facilitando a troca dessas notas nas casas de câmbio.

1.000 francos suíços (CHF)

A nota de mil francos suíços é uma das mais valiosas do mundo — Foto: SNB Archive

A nota de mil francos suíços é uma das mais valiosas do mundo — Foto: SNB Archive

A Suíça é um dos poucos países ocidentais que não seguiu a tendência de eliminar do seu sistema financeiro as notas de alto valor, mantendo sua nota de 1 mil francos suíços. O governo diz que não tem planos para retirar a sua cédula mais valiosa do mercado, que na conversão para o real é estimada em cerca de R$ 5.813.

Dados do Banco Central da Suíça (SNB, na sigla em inglês) revelam que existe mais de 48 milhões de notas desse tipo em circulação. Em meados do ano passado, a cédula ganhou um novo design inteligente, com recursos de segurança para impedir a falsificação, incluindo tinta reluzente, fio brilhante, recortes de janela, elementos ultravioleta e microtexto.

Durante o lançamento da nova versão da nota, o vice-presidente do SNB, Fritz Zurbruegg, descreveu o dinheiro em espécie para os suíços como um fenômeno cultural e afirmou que a nota de mil francos é popular para compras de valor elevado e pagamento de contas nos correios, além de ser uma reserva de valor para parte da população.

1.000 dólares de Singapura (SGD)

Nota de 1.000 dólares de Singapura (SGD)

Nota de 1.000 dólares de Singapura (SGD)

Diferente da sua irmã de 10 mil, a nota de 1 mil dólares singapurianos é amplamente utilizada nas transações do país e facilmente encontrada nas casas de câmbio local.

Na cotação atual, uma nota vale aproximadamente R$ 3.879 – o suficiente para comprar sete cestas básicas na cidade de São Paulo, que em julho custaram R$ 547,03 a unidade, de acordo com dados da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos realizada pela Dieese.

500 euros (EUR)

A maior nota da zona do Euro segue com seus dias contados. O Conselho do Banco Central Europeu decidiu em maio de 2016 que os países deveriam parar de produzir as notas de 500 euros até o início de 2019.

A nota, que equivale a R$ 3.138, encontra dificuldade em ser usada, segundo a autoridade monetária local, porque a maior parte dos comércios não aceitava esse tipo de moeda por causa do alto valor e pela dificuldade em conseguir troco.

Evitar a lavagem de dinheiro e outros tipos de crime foram outras das justificativas alegadas para o fim da produção da nota europeia, que também possui uma cédula de 200 euros.

1.000 dihram dos Emirados Árabes (AED)

notas de maior valor do mundo

notas de maior valor do mundo

Com um grande volume de operações comerciais feitas em dinheiro, a nota de 1000 dihram dos Emirados Árabes Unidos (AED) é outra moeda com alto valor nominal sem previsão de sair de circulação. Convertida para o real, a nota vale cerca de R$ 1.454.

A moeda é pareada ao dólar americano, o que garante uma estabilidade ao papel e aumenta a facilidade de uso e negociação com casas de câmbio.

100.000 drams armênios (AMD)

notas de maior valor do mundo

notas de maior valor do mundo

A nota mais alta do dram armênio equivale a R$ 1.103 e é uma das maiores notas em valor nominal circulando pelo mundo.

Apesar de não existir um comunicado oficial do Banco Central do país sobre extinguir a produção da nota, em 2018 foi criada uma nova série para a moeda, que incluiu somente as de 1 mil a 50 mil drames, excluindo a cédula de maior valor.

1.000 dólares de Hong Kong (HKD)

Nota de 1.000 dólares de Hong Kong (HKG)

Nota de 1.000 dólares de Hong Kong (HKG)

Valendo um pouco mais que a nota US$ 100 na conversão direta para o real (R$ 693), o dólar de Hong Kong pode oferecer uma vantagem maior que a moeda americana por conta do seu potencial de valorização.

Com as tensões políticas que o país enfrenta, especialistas sugerem que, caso o território desvincule sua moeda do dólar americano, ou atrele futuramente ao renminbi, moeda chinesa, o dólar de Hong Kong poderá sofrer uma apreciação.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!