fbpx

Contabilidade geral: 5 assuntos mais cobrados em concursos

Muitos concursos públicos cobram conhecimentos de contabilidade geral. E não somente os da área, vale dizer. O tema precisa entrar nos estudos até de quem almeja ingressar na Polícia Federal. Portanto, não dá para deixá-lo de lado.

Para quem busca uma vaga na serviço público, englobando âmbito federal, estadual e municipal, precisa conferir, pelo menos, esses cinco assuntos de contabilidade que certamente farão parte da prova.

1 – Conceito, objetivo e finalidade da contabilidade

Esta tríade é fundamental e por isso sua presença em praticamente todos os concursos da área. Alguns pontos importantes devem ser destacados, por exemplo, a contabilidade é uma ciência social e não uma ciência exata como a maioria das pessoas pensam.

Ela realiza os registros contábeis de acordo com as alterações patrimoniais das instituições. Seu objetivo principal é retratar de maneira fiel o patrimônio da empresa, como se fosse uma “foto tirada” da real situação. .

Desta forma, o objetivo é reconhecer a situação patrimonial de acordo com o conjunto de bens, direitos e obrigações da entidade.

2 – Princípios da contabilidade

Os princípios contábeis vem logo atrás como um dos temas mais cobrados em concursos, vale a pena dar uma olhada a fundo em cada um deles. São eles:

  • Entidade
  • Continuidade
  • Oportunidade
  • Registro pelo valor original
  • Competência
  • Prudência

Os princípios contábeis estão presentes na resolução CFC n° 750/93, sendo atualizada pela CFC n° 1.282/2010. Vale frisar que o princípio da atualização monetária foi revogado em 2010.

3 – Patrimônio

O patrimônio também é um tema bem rotineiro em concursos da área contábil. Vale frisar que estamos falando do patrimônio (conjunto de bens, direitos e obrigações) e não do patrimônio líquido que faz parte do balanço patrimonial.

Desta forma, espera-se que seja cobrado as seguintes informações:

  • Bens: São classificados como coisas úteis para empresa e de significativa relevância para a empresa, podemos destacar: Edifícios, móveis e utensílios, veículos, máquinas e equipamentos, terrenos, marcas e patentes.
  • Direitos ou direitos a receber: É o direito de receber algo de terceiros, como por exemplo: aluguéis a receber.
  • Obrigações: São obrigações que a empresa tem a pagar, pode estar relacionada a folha de pagamento, como salários a pagar. Ou a terceiros como aluguéis a pagar, fornecedores a pagar ou impostos a pagar por exemplo.

Você Pode Gostar Também:

A cobrança de algumas equações patrimoniais para ver como anda a situação da empresa também pode ocorrer. Portanto, vale a dar uma olhada a fundo nelas.

4 – Contas e escrituração

Conta: é a denominação dada para um ou mais elementos do patrimônio. A função da conta é evidenciar a variação patrimonial de um fato no patrimônio da empresa.

Algumas teorias das contas para estudo para concursos:

  • Teoria personalista
  • Teoria materialista
  • e Teoria patrimonialista

Além disso, podemos citar, por exemplo:

  • Escrituração: É a técnica utilizada para a realização dos registros/lançamentos contábeis. Os métodos utilizados para escrituração contábil são:
  • Partida simples: Método que apenas operações envolvendo pessoas são escrituradas, ficando de fora elementos do patrimônio e do resultado. O método é chamado desta forma, porque em uma transação é considerado apenas o débito ou crédito.
  • Partidas dobradas: Método utilizado no fato de que um débito efetuado em uma ou mais contas, deve constar um crédito equivalente em uma conta ou mais contas, desde que, a soma dos débitos e créditos, sejam iguais.

Desse modo, para todo débito, existe um crédito, seja lá qual for a operação.

5 – Plano de Contas

O plano de contas é o conjunto estabelecido de acordo com as necessidades da empresa, respeitando as normas contábeis, servindo como base para a elaboração das demonstrações contábeis.

Em suma, cada empresa tem um plano de conta personalizado, de acordo com as necessidades específicas da empresa, visto que um plano de contas geral pode não atender toda as demandas da entidades.

O plano de contas deverá respeitar três objetivos fundamentais:

  • Atender todas as necessidades de informações da administração da entidade
  • Estar compatível com os princípios da contabilidade, e com a norma legal de elaboração do balanço patrimonial e demonstrações contábeis
  • Se necessário adaptar-se às exigências de agentes, sobretudo legislações do governo.

E então, como anda a sua preparação para concursos por aí?

Conheça mais um tema para ajudar nos estudos – Concursos Públicos: Saiba o que estudar para carreiras administrativas

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!