fbpx

Corinthians e Palmeiras desfigurados. Culpa da FPF – Prisma


São Paulo, Brasil


Cássio, Guilherme, Fábio Santos, Fagner.


Gabriel, Ramiro, Cauê e Vitinho.


Oito jogadores com covid-19 no Corinthians.


O clube tentou o adiamento do jogo de hoje, contra o Palmeiras.



Pediu para a Federação Paulista de Futebol.


O presidente Reinaldo Carneiro Bastos disse não.


Por conta dos ‘compromissos comerciais’.


E querer manter a tabela do Campeonato Paulista.


Além de não querer dar vantagem aos dois clubes, em relação às outras equipes que disputam o torneio e tem jogos seguidos.


A direção do Corinthians não ficou chocada com a resposta.



Esperava essa veemência.


A decepção ficou pela total falta de apoio da direção palmeirense.


Como aconteceu em setembro de 2020, quando não aceitou o pedido de adiamento do jogo contra o Flamengo, que sofreu também um surto de covid.


Havia a esperança que a direção palmeirense, diante dos surto da epidemia no seu rival, se posicionasse contrário ao jogo.


Mas, pelo contrário, houve silêncio.


Do lado palmeirense, dirigentes garantem que o clube tentou o adiamento do clássico. Mas quando disputava o Mundial, no Qatar. Por conta do desgaste.


E da disputa da final da Copa do Brasil, contra o Grêmio, representando o futebol paulista.


A Federação Paulista negou.


E o Corinthians também se calou.


Daí, o jogo está confirmado para hoje.


O Palmeiras com reservas e jovens jogadores, poupando a equipe para a final da Copa do Brasil, no domingo.


O Corinthians com reservas, por conta da pandemia.


Assim segue o futebol brasileiro…


Jucilei no Boavista: Medalhões disputarão os estaduais em 2021


Fonte: R7

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais