Crianças de 6 meses a 1 ano serão vacinadas contra sarampo em SP

SÃO PAULO – Para conter o avanço do sarampo, a Prefeitura de São Paulo anunciou nesta quinta-feira, 25, a ampliação do público-alvo da campanha de vacinação contra a doença para crianças entre seis meses e um ano de idade. Uma campanha para jovens de 15 a 29 anos está em andamento na cidade e deve ser realizada até o dia 16 de agosto.

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil / Estadão

“Detectamos que, nos últimos dias, começaram a aparecer casos em crianças menores e expandimos a vacinação para os lactentes”, explica a coordenadora da Coordenação de Vigilância em Saúde (Covisa), Solange Maria de Sabóia e Silva.

A coordenadora diz que uma força-tarefa está sendo realizada em todas as regiões da cidade para evitar uma epidemia da doença.

“Deslocamos profissionais para fazer as ações de bloqueio e temos mais de 10 mil profissionais envolvidos na vacinação extramuros, mas precisamos de colaboração da população. Se as pessoas não se vacinarem, a gente pode chegar a um episódio de epidemia.”

Segundo a gestão municipal, a vacina tríplice viral, que protege contrasarampo, caxumba e rubéola, só não deve ser aplicada nas crianças dessa faixa etária que tiverem recebido a imunização em uma das mais de mil ações de bloqueio.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a dose administrada na campanha ou no bloqueio não substitui a vacina prevista no calendário nacional de vacinação, que estabelece que a imunização contra o sarampo deve acontecer em duas etapas: a dose da tríplice viral é aplicada aos 12 meses de idade e a tetra viral, que inclui varicela/catapora, precisa ser administrada aos 15 meses de idade. A vacinação de rotina deve ser mantida com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.

Segundo o último balanço do Ministério da Saúde, o Estado de São Paulo lidera o ranking de casos da doença no País. Dos 561 casos registrados no Brasil, 484 são de São Paulo. O segundo colocado é o Pará, com 53 registros.

Quem deve tomar a vacina durante a campanha de imunização?

Jovens de 15 a 29 anos: todos devem ser vacinados independentemente de terem tomado a vacina anteriormente;

Crianças entre seis meses e um ano de idade.

Calendário de vacinação

Criança com 1 ano: deve tomar a 1ª dose regular (se tiver vacinado em bloqueio ou campanha deve observar intervalo de um mês);

Criança de 15 meses: deve tomar a 2ª dose regular;

Criança de 1 a 4 anos atualizar a caderneta de vacinação;

População de 1 ano a 14 anos deve ter tomado duas doses de vacina;

Adulto de 30 a 59 anos: deve ter tomado uma dose.

Quem oferece a vacina contra sarampo?

A vacina contra sarampo é distribuída gratuitamente em postos de saúde e nos postos distribuídos pela cidade durante as campanhas de vacinação. Mesmo com a doença erradicada, a vacina não deixa o programa de vacinação do Governo Federal.

Veja onde se vacinar na Grande São Paulo:

Escolas estaduais

Anunciada nesta segunda-feira, 22, a vacinação nas escolas estaduais de São Paulo terá início na volta às aulas, prevista para o dia 31. As doses serão distribuídas para alunos e professores.

Metrô

Quinta-feira (25/07)

Estação Artur Alvim (Linha 3-Vermelha): 9h às 12h

Estação Osasco (Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda): 16h às 20h

Estação Presidente Altino (Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda): 16h às 20h

Estação Sé (Linhas 1-Azul e 3-Vermelha): 10h às 17h

Estação Tamanduateí (Linhas 2-Verde e 10-Turquesa): 10h às 16h

Estação Tatuapé (Linhas 3-Vermelha, 11-Coral e 12-Safira): 10h às 16h30

Estação Vila Aurora (Linha 7-Rubi): 10h às 12h e 14h às 16h

Estação Santa Cruz (Linha 5-Lilás): 10h às 17h

Estação Butantã (Linha 4-Amarela): 10h às 16h

Sexta-feira (26/07)

Estação Brás (Linhas 3-Vermelha, 10-Turquesa, 11-Coral e 12-Safira): 10h às 16h30

Estação Comandante Sampaio (Linha 8-Diamante): 16h às 20h

Estação Corinthians-Itaquera (Linhas 3-Vermelha e 11-Coral): 10h às 19h

Estação Itaim Paulista (Linha 12-Safira): 10h às 19h

Estação Jardim Helena-Vila Mara (Linha 12-Safira): 10h às 19h

Estação Paraíso (Linhas 1-Azul e 2-Verde): 10h às 17h

Estação Quitaúna (Linha 8-Diamante): 16h às 20h

Estação São Miguel Paulista (Linha 12-Safira): 10h às 19h

Estação Sé (Linhas 1-Azul e 3-Vermelha): 10h às 17h

Estação Vila Prudente (Linhas 2-Verde e 15-Prata): 16h às 19h

Terminal Metropolitano São Mateus (Corredor ABD): 10h às 19h

Estação Butantã (Linha 4-Amarela): 10h às 16h

Segunda-feira (29/07)

Estação Vila Prudente (Linhas 2-Verde e 15-Prata): 16h às 19h

Estação Tatuapé (Linhas 3-Vermelha, 11-Coral e 12-Safira): 10h às 16h30

Estação Butantã (Linha 4-Amarela): 10h às 16h

Estação Pinheiros (Linha 4-Amarela): 10h às 16h

Terça-feira (30/07)

Estação Sé (Linhas 1-Azul e 3-Vermelha): 10h às 19h

Estação Corinthians-Itaquera (Linhas 3-Vermelha e 11-Coral): 10h às 19h

Estação São Miguel Paulista (Linha 12-Safira): 10h às 19h

Estação República (Linhas 3-Vermelha e 4-Amarela): 10h às 19h

Estação Santa Cecília (Linha 3-Vermelha): 10h às 19h

Estação Marechal Deodoro (Linha 3-Vermelha): 10h às 19h

Estação Brás (Linhas 3-Vermelha, 10-Turquesa, 11-Coral e 12-Safira): 10h às 16h30

Estação Sacomã (Linha 2-Verde): 10h às 16h

Estação Butantã (Linha 4-Amarela): 10h às 16h

Estação Pinheiros (Linha 4-Amarela): 10h às 16h

Quarta-feira (31/07)

Estação Sé (Linhas 1-Azul e 3-Vermelha): 10h às 19h

Estação República (Linhas 3-Vermelha e 4-Amarela): 10h às 19h

Estação Santa Cecília (Linha 3-Vermelha): 10h às 19h

Estação Marechal Deodoro (Linha 3-Vermelha): 10h às 19h

Estação Ana Rosa (Linhas 1-Azul e 2-Verde): 10h às 17h

Estação Artur Alvim (Linha 3-Vermelha): 13h às 17h

Estação Vila Prudente (Linhas 2-Verde e 15-Prata): 16h às 19h

Estação Tatuapé (Linhas 3-Vermelha, 11-Coral e 12-Safira): 10h às 16h30

Estação Butantã (Linha 4-Amarela): 10h às 16h

Estação Pinheiros (Linha 4-Amarela): 10h às 16h

Escolas municipais

Em entrevista à Rádio Eldorado, a coordenadora do Programa Municipal de Imunização, Adriana Perez, conversou com a jornalista Carolina Ercolin sobre o cronograma de vacinação contra o sarampo nas escolas municipais. Ouça a entrevista.

Estadão

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – SAÚDE

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: