fbpx

Daniel Alves diz que São Paulo terá de ser ‘perfeito’ para ganhar do River Plate

O São Paulo vai ter de ser “perfeito” na Argentina se quiser derrotar o River Plate, nesta quarta-feira, e se manter vivo na luta por vaga às oitavas de final da Copa Libertadores. A conclusão é do meia Daniel Alves, líder do elenco e passando para o grupo seus conhecimentos de grandes batalhas no futebol. Recuperado de fratura no antebraço direito, o camisa 10 são-paulino encarou o Internacional, no final de semana, e diz estar forte para chegar inteiro na partida decisiva em Buenos Aires.

Ele garante estar bem fisicamente, apesar de ter abreviado a fase de recuperação, e pronto para ajudar o São Paulo a renascer na Libertadores. “(Os médicos) Fizeram de tudo para eu poder ajudar. Agora é ter muita concentração e personalidade. Será um jogo bastante difícil, diante de um adversário histórico”, enfatizou Daniel Alves, em entrevista coletiva virtual nesta terça-feira.

Daniel Alves diz que São Paulo terá de ser ‘perfeito’ para ganhar do River Plate

Foto: Divulgação/São Paulo FC / Estadão

Apesar de todo o cenário desfavorável, o jogador esbanja confiança no grupo são-paulino e tem na ponta da língua qual o repertório a ser apresentado no estádio Monumental de Nuñez.

“Precisamos apresentar um nível de competitividade alto. Temos de estar concentrados, no limite da perfeição, porque o adversário é muito capacitado”, avaliou. “Pelos jogadores experientes que (o River Plate) tem, se torna um jogo mais difícil. Porém temos nossos argumentos também, apesar de uma equipe mais jovem. Essa falta de experiência é compensada pela disposição, isso aumenta nossas chances de poder competir bem”.

Daniel Alves será a voz de Fernando Diniz em campo. O treinador festejou muito poder contar com o jogador, que orienta e acalma os jovens, sobretudo da defesa. E o camisa 10 promete não se esconder e já deu seu pitacos de como o torcedor pode ver o time nesta quarta-feira.

“É um jogo que temos de saber competir, diante de uma equipe bem entrosada. Que vem atuando há um bom tempo junto, que já enfrentei e sei que é sempre complicado pela experiência e o conjunto. Temos de ser mais eficiente nas chances criadas e ficarmos menos expostos”, listou. “Se conseguirmos não ficar expostos, temos mais chances de buscar o objetivo.

O São Paulo não será eliminado matematicamente em caso de empate na Argentina, mas teria de tirar 11 gols de saldo do River Plate na rodada final, algo praticamente impossível. Por isso, o time vai para o tudo ou nada nesta quarta-feira. Fernando Diniz promete time na frente, em busca da vitória.

Estadão

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!