Destaque do Goiás, Michael fala sobre a dependência química

Jogador foi autor de um gol na vitória do alviverde sobre o Internacional, por 2 a 1, no último domingo

Autor de um gol na vitória do Goiás sobre o Internacional, por 2 a 1, no último domingo, o atacante Michael deu entrevista ao programa ‘Seleção SporTV’ desta segunda-feira e falou de sua luta contra as drogas.

Michael não participou de categorias de base antes de se tornar profissional (DIvulgação/CBF)

Michael não participou de categorias de base antes de se tornar profissional (DIvulgação/CBF)

Foto: Lance!

O jogador alviverde virou dependente químico e quase foi morto pelo tráfico na juventude. Questionado pelo comentarista Sérgio Xavier, Michael comentou que tem superado o problema.

– É difícil, mas graças a Deus estou superando. Todos os dias são uma luta. Se você não vai conseguir ficar em um ambiente com bebida, é melhor se retirar. Eu saio. Muitas vezes me dá vontade de beber, de fumar, não vou mentir. Sou ser humano. Só que eu olho para o céu, é de lá que vem nosso socorro. Eu tento me desviar do caminho do mal. Se eu voltar a fazer isso, nunca mais vou jogar futebol – explicou Michael.O atacante não atuou em categorias de base antes de virar jogador profissional. Na entrevista ao SporTV, Michael explicou como usa os aprendizados que teve enquanto jogava no “terrão”.

– Lá no terrão você tem que se adaptar. O jeito que eu me adaptava lá era o drible. Eu uso isso no profissional. Eu acho que faço coisas que muitos não tem coragem de fazer – disse Michael.

O atacante defende o Goiás desde 2017 e tem 16 gols em 106 jogos pela equipe.

Lance!

  • separator

Fonte: TERRA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: