fbpx

Diante da falta de peças, HB20 assume a liderança entre os mais vendidos em setembro; veja ranking

SÃO PAULO – O Hyundai HB20 foi o carro mais vendido em setembro deste ano em meio à falta de peças que vem afetando toda a produção automotiva, segundo dados da Fenabrave, que representa as concessionárias. Foram 7.147 unidades vendidas e um salto de quatro posições para o primeiro lugar do pódio, superando a Fiat Strada que foi o carro mais vendido no mês anterior.

Neste mês, a Fiat Toro e o Jeep Compass completam as três primeiras posições, como 6.852 e 6.823 unidades vendidas, respectivamente. Inclusive, um dos destaques do mês foi a presença do grupo Stellantis no top 10 mais vendidos: seis veículos pertencem ao grupo, que conta com Fiat, Jeep, Peugeot, Citroen e mais dez marcas de carros ao redor do mundo.

Vale lembrar que o Chevrolet Onix, carro mais vendido no Brasil por anos, perdeu sua hegemonia durante a pandemia e em setembro ficou em 11° lugar entre os mais vendidos.

O mercado automotivo de forma geral vem enfrentando uma sequência de meses difíceis devido à falta de peças ao redor do mundo – especialmente semicondutores. O InfoMoney já fez algumas reportagens sobre o tema e explicou os motivos que impulsionaram essa situação.

Entre os efeitos estão uma extensão de prazos na entrega de veículos novos, bem como aumento de preços diante do aumento da demanda e baixa oferta. Além disso, houve uma escalada de preços nos carros seminovos, com uma parte dos consumidores buscando os usados como alternativas aos 0 km.

Há modelos com valorização de mais de 20% em um ano. Num mercado normal, o automóvel perde entre 15% a 20% do seu valor após um ano de uso. Embora o segmento de usados também já registre falta de produtos, as vendas até agosto são recordes, com 7,59 milhões de automóveis e comerciais leves.

O número é 48,8% superior ao de 2020, um dos anos mais fracos para o setor por causa da pandemia, mas também 6,6% acima dos 7,12 milhões de usados vendidos em igual período de 2019, até então o melhor resultado da história, segundo a Fenabrave.

Os atrasos e problemas na produção vêm sendo sentidos desde o primeiro trimestre deste ano, quando várias fábricas ficaram fechadas temporariamente. Mais recentemente, a Toyota confirmou que vai parar a fábrica por dez dias, entre 13 e 22 de outubro. Especialistas acreditam que uma normalidade no ritmo de produção deve acontecer somente em meados de 2022.

Confira o top 10 carros mais emplacados em setembro, considerando os automóveis e comerciais leves:

Marca/Modelo Unidades vendidas em setembro
1. Hyundai HB20 7.147
2. Fiat Toro 6.852
3. Jeep Compass 6.823
4. Fiat Strada 5.772
5. Volkaswagen T-Cross 5.733
6. Fiat Argo 4.911
7. Fiat Mobi 4.574
8. Hyundai Creta 4.550
9. Jeep Renegade 4.503
10. Toyota Hilux 4.396

Mercado em setembro

O setor automotivo acumulou 142.354 carros vendidos, considerando automóveis e comerciais leves, cerca de 28,4% menos do que o registrado em setembro de 2020. Na época, o setor havia registrado um início de retomada – antes do impacto na produção diante da falta de peças.

Ainda, em relação a agosto houve uma queda de 10,2% na quantidade de carros emplacados.

No acumulado do ano até setembro, houve aumento de 13,2% nos emplacamentos na comparação com o mesmo período de 2020 – quando a chegada da pandemia chegou a reduzir em 99% a produção de veículos.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais