fbpx

Dicas de Português: Conjunções coordenativas e subordinativas

Entre as classes de palavras que sempre são cobradas em vestibulares como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e em provas de português de Concursos Públicos figuram as conjunções, que podem ser classificadas em coordenativas e subordinativas.

Nesse sentido, apresentamos a conceituação básica para você se preparar. Confira abaixo.

Conjunção

As conjunções são palavras que atuam na sintaxe da língua com a função de ligar termos no interior de uma oração ou de combinar duas ou mais orações. Estabelecendo, desse modo, relação de coordenação ou subordinação.

Essa classe de palavras é invariável, desse modo, as conjunções não apresentam variação de gênero ou número, como os substantivos e adjetivos costumam apresentar, por exemplo.

São exemplos de conjunções: e, também, mas, entretanto, logo, pois, assim etc.

Veja em algumas frases:

  • Amora e Renata são irmãos.
  • Bonitinha, mas ordinária.
  • Não irei à aula, pois estou doente.

Quanto a sua classificação, as conjunções podem ser coordenativas ou subordinativas, de acordo com a relação que estabelecem nas sentenças.

Conjunções coordenativas

Assim, as conjunções coordenativas são aquelas que estabelecem relação entre orações sintaticamente independentes e que possuem sentido completo.

As coordenativas podem ser classificadas em: aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas ou explicativas, respectivamente exemplificadas abaixo:

Você Pode Gostar Também:

  • Comprei a carne e Paulo trouxe a cerveja. 
  • Pedi empada de camarão, mas eles enviaram pastel de frango.
  • Você vai ao banco hoje ou deixará para ir amanhã?
  • Choveu, por isso está tudo molhado.
  • Não vou comer porque não estou com fome.

Conjunções subordinativas

As conjunções subordinativas, por sua vez, combinam orações que dependem uma da outra sintaticamente e que dependem uma da outra para ter sentido completo. Assim, podem ser classificadas como integrantes, introduzindo orações substantivas, ou adverbiais, introduzindo orações adverbiais.

As conjunções subordinativas integrantes introduzem uma oração que funcionará como um complemento (sujeito, objeto direto, indireto etc). Exemplo: Eu espero que ele volte cedo.

Já as conjunções subordinativas adverbiais podem ser divididas em causais, consecutivas, finais, temporais, condicionais, concessivas, comparativas, conformativas, e proporcionais.

  • Se você comer tudo, não sobrará para a sobremesa.
  • Precisarei de ajuda quando sair da sala de cirurgia.

São exemplos dessas conjunções porque, tanto quepara que, quando, se, embora, comoconformeà medida que etc.

Curtiu este post? Então deixe seu comentário!

Confira aqui mais dicas de educação.
Veja também 5 dicas para melhorar a interpretação de textos para concursos e vestibulares.

Gramática no Enem: Saiba como se preparar

 

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!