fbpx

Domingo de Copa: Irlanda e Escócia, Inglaterra e Tonga, Itália e Namíbia

INPHO – Six Nations

O sábado vai ser recheado de grande jogos na Copa do Mundo, mas o domingo reserva grandes emoções, com o jogaço decisão pelo Grupo A entre Irlanda e Escócia! Tem ainda a estreia da Inglaterra, contra Tonga, e a Itália diante da Namíbia. Tudo ao vivo na ESPN.

 

Itália e Namíbia abrem o domingão

O primeiro jogo da madrugada opõe Itália e Namíbia, em Osaka, pelo Grupo B. Os italianos chegam ao jogo como amplos favoritos, apesar do histórico favorecer a Namíbia – apenas por conta de vitórias nos anos 90. Sergio Parisse liderará o time italiano, igualando-se a seu compatriota Mauro Bergamasco e ao samoano Brian Lima como os únicos a jogarem 5 Mundiais. O técnico Conor O’Shea apostou em um time quase força máxima, para os Azzurri começarem confiantes o Mundial. A principal ausência é Polledri, dando lugar na terceira linha a Maxime Mbandà. Federico Ruzza é um dos grandes nomes na segunda linha, ao passo que os olhares ainda estarão na dupla Tito Tebaldi e Tommaso Allan para fazer o time criar – pois os italianos jogam como protagonistas e terão que propor o jogo. Em situação semelhante, a Itália não teve problemas para atropelar a Rússia em amistoso pré Mundial.

– Continua depois da publicidade –

A Namíbia, por sua vez, ainda persegue sua primeira vitória em Mundiais. Os Welwitschias têm bons carregadores de bola, como o oitavo Janco Venter e o segunda linha PJ Van Lill, e um excelente lateral, com o capitão Tjiuee Uanivi. A vida dos africanos não será fácil depois de perderem seu atleta mais destacado, o terceira linha Renaldo Bothma.

Irlanda e Escócia fazem duelo de gala do dia

Depois da vitória bonfinicada do Japão sobre a Rússia, Irlanda e Escócia irão a campo em Yokohama com ares de decisão, pois quem perder jogará sua sorte diante dos anfitriões japoneses.

Os dois times duelaram pela última vez no Six Nations, quando a Irlanda se impôs em Murrayfield, em jogo duro de 22 x 13.

Para o duelo da Copa do Mundo, os dois times colocarão em campo o que têm de melhor disponível. Sem poder ter para já Earls e Kearney, o técnico da Irlanda, Joe Schmidt, confirmou Andrew Conway em uma das pontas, no lado oposto de Jacob Stockdale, e Jordan Larmour de fullback. Bundee Aki e Ringrose formarão uma poderosa dupla de centros, municiada por uma das melhores duplas de 9 e 10 do mundo: Conor Murray e Jonny Sexton.

A Escócia, por sua vez, vem tendo problemas nos centros e desta vez o técnico Gregor Townsend apostou em Sam Johnson com Duncan Taylor. Greig Laidlaw e Finn Russell são a dupla de 9 e 10 indiscutível (e que travará interessante batalha com Murray e Sexton), ao passo que os pontas Sean Maitland e Tommy Seymour são os favoritos das posições, com Stuart Hogg de 15.

No pack, a vantagem é irlandesa. Apesar do excelente e móvel hooker Stuart McInally, a Escócia é inferior contra uma primeira linha fenomenal da Irlanda, de Healy, Best e Furlong, ao passo que também não há muito debate sobre a segunda linha, com Gilchrist e Jonny May sendo peças importantes na Escócia, mas que terão muito trabalho para superarem Iain Henderson e, sobretudo, James Ryan. Já a terceira linha de Peter O’Mahony, Josh Van der Flier e CJ Stander é mais agressiva que o trio John Barclay, Hamish Watson e Ryan Wilson. Para bater a Irlanda, a Escócia precisará fazer um jogo fora da curva, como o que fez no Six Nations contra os ingleses, e precisa que o Trevo jogue mal como contra os próprios ingleses em agosto.

Inglaterra abre Mundial contra Tonga

A Inglaterra enfrentará em Sapporo a seleção de Tonga pelo complemento do Grupo C. Dois times em situações opostas, pois a Inglaterra está em alta após os amistoso pré Mundial, enquanto Tonga perdeu por 90 pontos para os All Blacks no último jogo antes de ir ao Japão.

Tonga desafiará os ingleses usando o que têm de melhor – exceto o lesionado ponta Veainu. O elenco é bom, com um pack estrelado de Siegfried ‘Fisiihoi, Ben Tameifuna e Sam Lousi. Nasi Manu começará no banco, ainda não recuperado 100% fisicamente. Na linha, o scrum-half Sonatane Takulua é bom chutador e fará dueto com o veterano Kurt Morath, ambos tentando explorar a qualidade de finalizador de Cooper Vuna e do capitão Siale Piutau.

Porém, a Inglaterra é muito superior e o técnico Eddie Jones não quis dar margem a erros na partida. A Rosa irá completa ao desafio para buscar a vitória bonificada e terá em campo um geração jovem ainda, tendo a segunda menor média de idade do Mundial. A combinação de George Ford de 10 e Owen Farrell de 12 vai em acordo com o gosto do treinador. Apesar de terem jogado pouco juntos, Tom Curry, Sam Underhill e Billy Vunipola são uma formação de terceira linha que há muito se esperava. Enquanto isso, Manu Tuilagi, no centro inglês, vai reencontrando sua melhor forma e muito se espera dele em um empate extremamente físico no miolo da linha. Espere offloads e quebras de linhas aos montes.

Copa do Mundo de Rugby – Japão 2019

Domingo, dia 22 de setembro (Horário de Brasília)

GRUPO C

versus copiar

02h15 – Itália x Namíbia, em Osaka – ESPN AO VIVO

Árbitro: Nic Berry (Austrália)

Assistentes: Nigel Owens (Gales) e Federico Anselmi (Argentina) / TMO: Marius Jonker (África do Sul)

Histórico: 3 jogos, 2 vitórias da Namíbia e 1 vitória da Itália. Último jogo: Namíbia 24 x 49 Itália, em 2001 (amistoso);

Itália: 15 Jayden Hayward, 14 Mattia Bellini, 13 Tommaso Benvenuti, 12 Luca Morisi, 11 Edoardo Padovani, 10 Tommaso Allan, 9 Tito Tebaldi, 8 Sergio Parisse (c), 7 Maxime Mbandà, 6 Braam Steyn, 5 Federico Ruzza, 4 Alessandro Zanni, 3 Tiziano Pasquali, 2 Luca Bigi, 1 Nicola Quaglio;

Suplentes: 16 Oliviero Fabiani, 17 Simone Ferrari, 18 Marco Riccioni, 19 Dean Budd, 20 Jake Polledri, 21 Guglielmo Palazzani, 22 Carlo Canna, 23 Matteo Minozzi;

Namíbia: 15 Johan Tromp, 14 Chad Plato, 13 Justin Newman, 12 Darryl De La Harpe, 11 JC Greyling, 10 Cliven Loubser, 9 Damian Stevens, 8 Janco Venter, 7 Wian Conradie, 6 Rohan Kitshoff, 5 Tjiuee Uanivi (c), 4 PJ Van Lill, 3 Johannes Coetzee, 2 Torsten van Jaarsveld, 1 Andre Rademeyer;

Suplentes: 16 Louis van der Westhuizen, 17 AJ De Klerk, 18 Nelius Theron, 19 Johan Retief, 20 Max Katjijeko, 21 Eugene Jantjies, 22 Helarius Axasman Kisting, 23 Lesley Klim;

 

versus copiar

04h45 – Irlanda x Escócia, em Yokohama – ESPN AO VIVO

Árbitro: Wayne Barnes (Inglaterra)

Assistentes: Pascal Gaüzère (França) e Alexandre Ruiz (França) / TMO: Graham Hughes (Inglaterra)

Histórico: 135 jogos, 67 vitórias da Escócia, 63 vitórias da Irlanda e 5 empates. Último jogo: Escócia 13 x 22 Irlanda, em 2019 (Six Nations);

Irlanda: 15 Jordan Larmour, 14 Andrew Conway, 13 Garry Ringrose, 12 Bundee Aki, 11 Jacob Stockdale, 10 Jonathan Sexton, 9 Conor Murray, 8 CJ Stander, 7 Josh van der Flier, 6 Peter O’Mahony, 5 James Ryan, 4 Iain Henderson, 3 Tadhg Furlong, 2 Rory Best (c), 1 Cian Healy;

Suplentes: 16 Niall Scannell, 17 Dave Kilcoyne, 18 Andrew Porter, 19 Tadhg Beirne, 20 Jack Conan, 21 Luke McGrath, 22 Jack Carty, 23 Chris Farrell;

Escócia: 15 Stuart Hogg, 14 Tommy Seymour, 13 Duncan Taylor, 12 Sam Johnson, 11 Sean Maitland, 10 Finn Russell, 9 Greig Laidlaw, 8 Ryan Wilson, 7 Hamish Watson, 6 John Barclay, 5 Jonny Gray, 4 Grant Gilchrist, 3 Willem Nel, 2 Stuart McInally (c), 1 Allan Dell;

Suplentes: 16 Fraser Brown, 17 Gordon Reid, 18 Simon Berghan, 19 Scott Cummings, 20 Blade Thomson, 21 Ali Price, 22 Chris Harris, 23 Darcy Graham;

 

versus copiar

07h15 – Inglaterra x Tonga, em Sapporo – ESPN AO VIVO

Árbitro: Paul Williams (Nova Zelândia)

Assistentes: Mathieu Raynal (França) e Shuhei Kubo (Japão) / TMO: Ben Skeen (Nova Zelândia)

Histórico: 2 jogos e 2 vitórias da Inglaterra. Último jogo: Inglaterra 36 x 20 Tonga, em 2007 (Copa do Mundo);

Inglaterra: 15 Elliot Daly, 14 Anthony Watson, 13 Manu Tuilagi, 12 Owen Farrell, 11 Jonny May, 10 George Ford, 9 Ben Youngs, 8 Billy Vunipola, 7 Sam Underhill, 6 Tom Curry, 5 Maro Itoje, 4 Courtney Lawes, 3 Kyle Sinckler, 2 Jamie George, 1 Joe Marler;

Suplentes: 16 Luke Cowan-Dickie, 17 Ellis Genge, 18 Dan Cole, 19 George Kruis, 20 Lewis Ludlam, 21 Willi Heinz, 22 Henry Slade, 23 Jonathan Joseph;

Tonga: 15 David Halaifonua, 14 Atieli Pakalani, 13 Siale Piutau (c), 12 Cooper Vuna, 11 Viliami Lolohea, 10 Kurt Morath, 9 Sonatane Takulua, 8 Maama Vaipulu, 7 Zane Kapeli, 6 Sione Kalamafoni, 5 Halaleva Fifita, 4 Sam Lousi, 3 Ben Tameifuna, 2 Sosefo Sakalia, 1 Siegfried ‘Fisiihoi;

Suplentes: 16 Siua Maile, 17 Latu Talakai, 18 Ma’afu Fia, 19 Dan Faleafa, 20 Nasi Manu, 21 Leon Fukofuka, 22 James Faiva, 23 Nafi Tu’itavake;

 

Horários de Brasília

Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!