Dona do TikTok, ByteDance faz planos para entrar no mundo dos games

Depois de alcançar o sucesso como segundo aplicativo mais baixados nos smartphones – ultrapassando Facebook e Instagram – a ByteDance, dona do app de vídeo TikTok, está planejando sua entrada no mercado de jogos. Segundo fontes próximas à empresa, ByteDance já teria comprado estúdios para a criação dos jogos, além da exclusividade de direitos de títulos dos futuros games. A informação foi divulgada pela agência de notícias Bloomberg, neste domingo, 19.

A ByteDance, que começou na China com um aplicativo agregador de notícia, já contratou cerca de 1000 funcionários especialmente para o novo projeto, inclusive de empresas rivais no país sede e espera lançar as primeiras criações ainda no primeiro semestre de 2020. De acordo com fontes, o canal de jogos da ByteDance vai incluir games online para multijogadores, com temas que circulam a cultura chinesa.

“Tendo se estabelecido totalmente como líder em vídeos curtos com mais de um bilhão de usuários em seus aplicativos, a ByteDance agora está construindo vários estúdios de jogos adquirindo desenvolvedores e talentos experientes”, disse Daniel Ahmad, analista da empresa de pesquisa de jogos focada na Ásia Niko Partners . “Sua enorme base global de usuários e o investimento em jogos podem torná-lo um grande disruptor no espaço de jogos este ano”.

Alguns jogos casuais desenvolvidos pela empresa ganharam destaque financeiro por conta dos anúncios em plataformas populares, como o TikTok, mas a intenção, com o novo projeto, é migrar para a produção inteiramente focada nos games, buscando maiores investimentos e uma mudança de visão estratégica. A principal concorrência no ramo é a Tencent, chinesa dona de títulos para mobile como Call of Duty e líder no mercado da área no país.

“O jogo é um vertical estratégico para empresas de tecnologia na China, pois é uma maneira fundamental de gerar receita adicional a partir de um grande público”, disse Ahmad. “Embora eles [ByteDance] possam desenvolver vários títulos de sucesso no mercado chinês, acreditamos que ainda será difícil para eles desafiarem verdadeiramente a Tencent”.

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – TECNOLOGIA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: