fbpx

Edital banco do Brasil 1948: veja como mudou

Com a chegada do dia 31 de maio e com ela a mudança dos concursos de “cabeça para baixo” prometida pelo Direção Concursos e seu parceiro QConcursos, que tal saber como era o concurso Banco do Brasil em 1948 e comparar com as últimas seleções? Afinal, tudo muda e evolui, não é verdade? Confira a seguir esse histórico, mas não se esqueça de se inscrever, gratuitamente, no evento do próximo domingo:

Concursos de cabeça para baixo

O Direção e o QConcursos vão VIRAR DE CABEÇA PARA BAIXO o mundo dos concursos. Será uma oportunidade única de ter acesso a materiais de altíssima qualidade de uma forma nunca antes oferecida! Além disso, haverá sorteio de 30 assinaturas ilimitadas! Para participar, inscreva-se clicando no banner abaixo:

Edital Banco do Brasil 1948

A ideia desta matéria veio da postagem no Instagram do professor Arthur Lima, que trouxe uma notícia de jornal local, publicada no ano de 1948, informando acerca do fim das inscrições do concurso Banco do Brasil daquele ano, para escriturários. Veja:

Veracidade da informação

Não se sabe, ao certo, a veracidade dessa imagem, mas feita a pesquisa no Diário Oficial da União da época, encontraram-se recursos realizados por candidatos do concurso, contestando suas notas, o que faz pensar que, realmente, houve seleção meses antes.

Outra informação que pode garantir a veracidade da imagem postada é que, naquela década, era comum ver a cobrança de datilografia, por exemplo.

Vamos a algumas características do edital concurso Banco do Brasil 1948?

Alguns traços do pretenso edital da época chamam bastante atenção. A primeira, para os que foram mais atentos, é que o concurso era setorizado, ou seja, realizado por agências e não nacionalmente, como é comum na atualidade.

Confira que, no primeiro parágrafo da notícia, a informação diz que “estarão abertas em sua agência desta cidade” o prazo de inscrição no Banco do Brasil. Portante, depreende-se do texto que a seleção seria realizada para uma agência específica de uma cidade específica, talvez até fosse a única agência da cidade.

Hoje, é impossível imaginar que um concurso obrigue os candidatos a fazerem suas provas a lápis, ou até mesmo portar um no dia da prova (é comum ver proibição de outros elementos para a prova que não seja canetas azul ou preta).

Mas veja, no segundo parágrafo da matéria, que o concurso Banco do Brasil 1948 obrigou os candidatos a realizarem suas provas com lápis cópia-roxo ou caneta tinteiro.

Logo na sequência (mas não menos interessante) vem a cobrança de disciplinas que eram exigidas naquele ano. Além da já citada “dactilografia“, também se exigiu as línguas de inglês e francês. Esta, inclusive, não é nada usual atualmente.

Perceba, porém, que a matemática (aritmética) do professor Arthur Lima já era cobrada, juntamente com português e contabilidade bancária, a qual acredita-se que é a atual “conhecimentos bancários”.

Para estudar, naquela época, era preciso (e só havia esta forma) ir até o local das aulas e para cada uma das disciplinas. Não havia “cursos completos”. Veja este jornal de Caxias do Sul, oferecendo serviços de estudos para o certame:

  • Concurso apenas para homens

A mais bizarra, talvez, mudança de lá para cá é a proibição de mulheres no concurso Banco do Brasil. Em 2020, uma disposição dessas chocaria a sociedade como um todo, visto que, nem para concursos militares há mais essa separação entre os sexos.

  • Idade máxima permitida para a realização das provas

Um outro parágrafo que chama a atenção é a idade máxima de 29 anos (incompletos) estipulada permitida para a realização do concurso Banco do Brasil. Exceto concursos militares, não há, hoje, limite máximo para ingressar inscrição em provas de concurso.

É claro que, não custa lembrar, há aposentadoria compulsória no serviço público aos 70 ou 75 anos e essas são limitadores para ingresso em cargo público.

  • Prova de naturalização e de residência

Brasileiros que não fossem natos deveriam passar por provas para averiguação da naturalização, além de apresentar atestado que morava na cidade referida do concurso.

Ainda existem concursos com inscrições presenciais, mas não dá para imaginar um concurso Banco do Brasil com inscrições nas agências, por exemplo.

Mudou muito deste então, e o mundo dos concursos irá mudar MUITO MAIS a partir do dia 31 de maio, às 20:30h, no canal do YouTube do Direção Concursos.

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!