Em evento, Neymar volta a bater bola, mas não fala sobre futuro

Neymar voltou. Ainda não aos jogos oficiais, mas pelo menos retomou o contato com o campo. Neste sábado, o atacante apareceu pela primeira vez batendo bola desde lesão no tornozelo direito sofrida em amistoso diante do Qatar, no dia 5 de junho. Na sede de seu instituto, na Praia Grande (SP), o astro surgiu de visual novo (com o cabelo descolorido) e participou de três confrontos de dez minutos de futebol 5 x 5. No primeiro, ele ficou em ação por oito minutos. Já no segundo e no terceiro, Neymar ficou todo o tempo em ação.

Mesmo sob calor de 27 graus na Praia Grande, Neymar demonstrou desenvoltura em suas participações. O primeiro duelo foi como parte de time formado por jogadoras como Cristiane e Andressa Alves, atacantes da Seleção Brasileira. O atacante do Paris Saint-Germain começou tímido, mas não demorou para arriscar lances de efeito. O duelo foi contra uma equipe da Eslováquia que tinha acabado de vencer a categoria feminina do Red Bull Neymar Jr’s Five, maior torneio de futebol amador do mundo, disputado durante a última sexta-feira e este sábado.

– Já estou quase 100% recuperado, só falta voltar a treinar. Hoje vou bater uma bolinha aqui – disse Neymar, minutos antes do primeiro duelo, à TV da Red Bull, da marca organizadora do torneio que leva o seu nome. O atacante não passou por zona mista para jornalistas no evento.

Neymar bateu bola por quase meia hora neste sábado, em evento no seu instituto (Foto: Vinícius Perazzini)

Foto: Lance!

Já no segundo duelo, contra um time da Hungria que conquistou a categoria mista do Red Bull Neymar Jr’s Five, o camisa 10 do PSG chegou a fazer gol de letra e aplicar um balão. O time de Neymar contava com amigos dele, como o meia Nenê, que deixou o São Paulo e está próximo do Fluminense.

Por fim, no terceiro confronto, Neymar jogou ao lado do filho Davi Lucca, de sete anos. O duelo foi entre dois times formados por amigos do atacante e teve gol de Neymar.

Neymar está com futuro indefinido na Europa. Alvo do Barcelona, ele foi alvo de duro comunicado do PSG na última segunda-feira. O clube francês, em nota, afirmou que o atacante deveria ter se reapresentado naquele dia e que “medidas apropriadas”. No mesmo dia, o pai de Neymar disse que o PSG tinha sido avisado da ausência e que o motivo estava agendado há um ano: eram os compromissos do jogador com o seu instituto.

Na última sexta-feira, o jornal alemão “Bild” informou que o Barcelona enviou ao PSG uma lista de atletas que poderiam ser envolvidos em uma troca. Phillipe Coutinho, Ousmane Dembelé, Samuel Umtiti e Nélson Semedo estariam incluídos na relação. Destes quatro nomes, o clube francês escolheria três para servir de moeda de troca.

Lance!

  • separator

Fonte: TERRA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: