fbpx

Em visita ao ES, Mourão ironiza críticas sobre Amazônia e diz que não haverá concursos durante governo Bolsonaro

Foto: Iures Wagmaker

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, cumpriu agenda de compromissos nesta quinta-feira (29) nas cidades de Vila Velha e Vitória, durante a primeira visita ao Espírito Santo após a eleição. 

Em uma reunião com empresários do setor de exportação, ele falou sobre as críticas internacionais por conta do aumento das queimadas na Amazônia.

“O resto do mundo queima carvão e petróleo, mas nós somos os culpados pelo problema do meio ambiente. Existe a queimada e nós temos que coibir a queimada ilegal. Esse é nosso papel como governo. Cometemos erros sim, todos os anos sabemos que esses são os meses de secas e queimadas. Existe gente que trabalha na região e ainda opera como o pai e o avô: eles cortam, esperam a área secar e tocam fogo”, disse o vice-presidente.

Concursos públicos e redução do Estado

Mourão também falou sobre a realização de concursos federais durante a gestão do presidente Jair Bolsonaro. Segundo ele, dificilmente haverá seleção de novos servidores durante o mandato.

“Para equilibrar a receita precisamos diminuir os gastos e a primeira fase disso foi a Reforma da Previdência, com ela a gente consegue prever o gasto. Também precisamos diminuir o tamanho do Estado, reduzindo o custo com funcionários. Vamos diminuir isso ao não fazer mais concursos públicos e remanejar servidores para outras áreas que for preciso”, disse o general.

Sistema penal

“Nossos presídios são verdadeiras masmorras medievais. Temos bandidos de alta periculosidade com aqueles que roubam um par de chinelos. Temos que resolver as questões daqueles que cometem crimes com 17 anos e um ano depois já estão nas ruas novamente”. 

Visita ao Espírito Santo

Mourão chegou ao local do evento, em Vitória, por volta das 11h20, acompanhado por um forte esquema de segurança, com viaturas da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Companhia Independente de Missões Especiais da Polícia Militar (CIMEsp), Corpo de Bombeiros, ambulâncias do SAMU e carros batedores.

A agenda do vice-presidente em solo capixaba começou pela manhã, quando ele fez uma visita ao Convento da Penha. Durante o tempo que Mourão estava no local, a subida de carros particulares de turistas e fiéis foi proibida, mas o acesso de pedestres estava liberada.,

Após a reunião com o grupo de empresários, o vice-presidente se encaminhou para o Palácio da Fonte Grande, na capital, onde participa de uma reunião com o governador Renato Casagrande. Na pauta do encontro, está a apresentação do programa Estado Presente, que visa o enfrentamento da criminalidade no Espírito Santo.

!function (f, b, e, v, n, t, s) {
if (f.fbq) return;
n = f.fbq = function () {
n.callMethod ? n.callMethod.apply(n, arguments) : n.queue.push(arguments)
};
if (!f._fbq) f._fbq = n;
n.push = n;
n.loaded = !0;
n.version = ‘2.0’;
n.queue = [];
t = b.createElement(e);
t.async = !0;
t.src = v;
s = b.getElementsByTagName(e)[0];
s.parentNode.insertBefore(t, s)
}(window, document, ‘script’, ‘https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘677976462552643’);
fbq(‘track’, ‘PageView’);

Fonte: Google News

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!