fbpx

Emissões de dívida corporativa sobem para recorde de US$ 2,6 trilhões

(Getty Images)

(Bloomberg) — A Covid-19 levou bancos centrais ao redor do mundo a expandirem a oferta de dinheiro e empurrou rendimentos dos títulos para mínimas histórica. Nesse cenário, empresas venderam um volume recorde de títulos neste ano.

Empresas do mundo todo já venderam mais de US$ 2,61 trilhões de títulos em diversas moedas desde janeiro, superando os recordes anuais anteriores, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. As emissões no ano passado somaram cerca de US$ 2,59 trilhões.

As ofertas não dão sinal de trégua. Empresas com grau de investimento devem emitir mais de US$ 9 bilhões em títulos nos Estados Unidos, incluindo uma oferta de US$ 2,5 bilhões da Hyundai Capital America, uma unidade da montadora sul-coreana Hyundai Motor, e US$ 1 bilhão em títulos verdes da Verizon Communications.

A Delta Air Lines, que tem grau especulativo, planeja vender cerca de US$ 6 bilhões em títulos com grau de investimento apoiados por seu programa de milhas.

Confira também:
• Participe do maior evento de fundos imobiliários do país, de 22 a 24 de setembro – online e gratuito

O ritmo de emissão de títulos com grau de investimento tem sido rápido o suficiente para estimular mais estrategistas a elevarem as previsões de emissões nos EUA em 2020. Na semana passada, o JPMorgan Chase elevou a previsão de ofertas em 2020 para US$ 1,74 trilhão de US$ 1,577 trilhão.

Ainda assim, empresas levantaram tanto capital nos últimos meses que o atual ritmo de emissões poderia desacelerar no final do ano, disse David Knutson, chefe de pesquisa de crédito para as Américas na Schroder Investment Management.

“Se esses baús de guerra forem esvaziados lentamente por necessidades operacionais de caixa, as emissões seriam muito modestas no resto do ano”, disse Knutson.

O prêmio de risco médio, ou spread, de títulos em dólar com grau de investimento nos EUA caiu do nível mais alto em uma década, de 3,73 pontos percentuais no final de março, para cerca de 1,29 ponto percentual na terça-feira, segundo dados do índice Bloomberg Barclays. O indicador agora está perto do nível mais baixo desde o início de março, quando os prêmios de risco começaram a subir.

Full Trader: série exclusiva mostra do que você precisa para se tornar um trader consistente na Bolsa. Clique aqui e garanta seu acesso gratuito

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!