fbpx

Empresa europeia faz pesquisa para mapear Route Setters do mundo inteiro

Passa pelas mãos do profissional conhecido como route setter a evolução e involução de uma comunidade de escalada. Quanto mais apegado a conceitos obsoletos e mais avesso for à novidades e estudos, menos a comunidade a qual ele trabalha irá evoluir. Fosse possível fazer uma correspondência o esporte mais popular do país, o route setter deve ser enxergado como o técnico de futebol. Quanto menos o técnico de futebol estudar e aprender conceitos modernos, menos evoluído será o futebol praticado por seu time (mesmo que os resultados locais sejam de vitória).

Um exemplo clássico todos conhecem: a vitória da Alemanha sobre o Brasil por 7×1 na Copa do Mundo de Futebol de 2014. Pois, como afirmou o presidente Abraham Lincoln: “Pode-se enganar a todos por algum tempo; pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos todo o tempo”. Esta lógica pode ser aplicada na escalada em relação ao Route Setter.

Procurando saber como anda o trabalho destes profissionais ao redor do mundo, a empresa europeia Vertical Life criou uma pesquisa mundial para examinar os vários aspectos dos route setters e saber as suas realidades. A pesquisa é inédita e está sendo feita pela pela primeira vez na história. O estudo quer identificar e destacar padrões significativos, semelhanças e diferenças, além de promover o intercâmbio e networking dentro da comunidade mundial.

Conforme foi publicado em artigo exclusivo aqui na Revista Blog de Escalada, os cursos para a formação de route setters certificados pela International Federation of Sport Climbing (IFSC) são escassos e acontecem poucas vezes ao ano. Fora este curso, não há outro semelhante para servir de parâmetro formal.

Para difundir o conhecimento, até mesmo uma publicação especializada do ramo está sendo publicada na Europa. A revista route setter é publicada anualmente no outono (hemisfério norte) e foi apresentada pela primeira vez em novembro de 2018 na feira Halls & Walls Climbing Gym Trade Fair, em Nuremberg (Alemanha).

Os resultados desta pesquisa internacional serão publicados na edição de novembro de 2019 da Revista Route Setter. A conclusão do questionário leva cerca de 15 a 20 minutos e está disponível em inglês, alemão, francês, espanhol e japonês.

Para saber mais acesse: https://vertical-life.limequery.com

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/en_US/all.js#xfbml=1”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));window.fbAsyncInit = function() {
FB.init( {
appId : 1443946719181573,
autoLogAppEvents : true,
xfbml : true,
version : ‘v3.2’
});
};

( function( d, s, id ){
var js, fjs = d.getElementsByTagName( s )[0];
if ( d.getElementById( id ) ) {return;}
js = d.createElement( s ); js.id = id;
js.src = “https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js”;
fjs.parentNode.insertBefore( js, fjs );
}( document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’ ) );

Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!