fbpx

Enem 2018: Minas Gerais é a nova líder no ranking

Escola mineira tem nove simulados do exame por ano e aulas à tarde e aos sábados

            De acordo com um levantamento feito pela Folha de S.Paulo, as escolas paulistas dominam o ranking das maiores médias no Enem 2017, com 30 instituições na lista. A de São Paulo com maior nota, no entanto, aparece apenas na 11ª posição: é o Colégio Vértice, na zona sul da capital paulista. A líder do ranking, por sua vez, é uma escola de Belo Horizonte, pela quinta vez consecutiva.

            O líder do levantamento é o colégio mineiro Bernoulli, que nasceu como pré-vestibular em 2000. Os 298 alunos da escola no Enem chegaram, na média, a 712,91 pontos na parte objetiva e 840,81 na redação. A escola tem nove simulados do exame nacional na terceira série do Ensino Médio, com aulas à tarde e aos sábados, duas redações por semana e preparação extra para o ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica). O conteúdo do pré-vestibular e do terceiro ano é idêntico.

            Para fazer o levantamento, foram levadas em consideração apenas escolas com pelo menos 61 estudantes no terceiro ano — grupo que se aproxima do universo de escolas brasileiras, de acordo com a Folha. As médias foram calculadas com base nas notas das provas objetivas, que englobam as áreas do conhecimento de linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas.

            A predominância de escolas do Sudeste é avassaladora. São 85 instituições no ranking, de 100 escolas na lista. Minas Gerais tem 23, Rio de Janeiro, 16, e Espírito Santo, seis. No total, foram analisadas 6.499 escolas, sendo 5.227 públicas e 1.272 privadas. Só sete colégios públicos figuram na lista — cinco federais e dois estaduais. O mais bem colocado é o Coluni (Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Viçosa), na sétima posição. Os estudantes alcançaram média de 689,81 na parte objetiva.

            Apesar de o estado de São Paulo ter a melhor média das escolas estaduais do Enem, isso só acontece quando se leva em conta as escolas técnicas. Quando as Etecs não são contabilizadas, o estado cai para a quinta posição do país, atrás de Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Distrito Federal e Paraná. Nesse último cálculo, estão apenas as instituições sob a responsabilidade da Secretaria Estadual da Educação. As Etecs são gerenciadas pelo Centro Paula Souza, uma autarquia ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do estado.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!