fbpx

Entenda a importância do grêmio assumir a gestão da Arena

Nos últimos anos o torcedor brasileiro acompanhou de perto uma mudança de reestruturação nos estádios. Eventos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas em 2016 proporcionaram aos clubes financiamentos para reformar ou construir estádios que se transformaram em Arenas que estão entre as mais modernas no continente Sul Americano.

Em meio aos times que tomaram atitudes mais drásticas, o Grêmio fez um movimento ousado e resolveu erguer uma nova casa em outro endereço.

É provável que você também goste:

O patrocínio do Banrisul com o Grêmio se encerra em 2021

Segundo Romildo Bolzan, Ferreira não é insubstituível

Renata Fan pede ídolo gremista no Inter

Entenda a importância do gremio assumir a gestão da arena

Imagem: Pinterest

Não foi a primeira vez que isso aconteceu na história do tricolor gaúcho. Inaugurado em 1904, o Fortim da Baixada, situado onde hoje é o Parcão, foi o primeiro local que abrigou os aficionados que acompanhavam o Grêmio na época. A mudança para o estádio Olímpico Monumental, localizado no bairro Azenha em 1954, representou um salto ainda maior, tornando o clube uma potência do futebol mundial.

Após quase 60 anos de muitas glórias, o Grêmio decidiu que o “velho casarão” já não supria as necessidades e que era hora de uma nova mudança. No embalo de grandes eventos esportivos que seriam realizados no Brasil, o tricolor gaúcho ergueu um novo templo no bairro Humaitá, a Arena do Grêmio.

Desde 2012 o novo estádio hospeda os jogos importantes que envolvem o clube e em menos de dez anos já testemunhou títulos conquistados pelo Grêmio durante este período. No entanto, nem tudo são flores e problemas relativos na administração da Arena que não ficou no controle do clube.

Ingressos caros e elitização dos estádios de futebol

As gerações que acompanham o Grêmio durante sua trajetória centenária construíram sua relação acompanhando o clube no estádio. Claro que a modernização é algo natural, porém, isso também aumentou o preço dos ingressos e afastou o torcedor de menor poder aquisitivo de vivenciar a experiência de assistir seu clube do coração nas arquibancadas.

Sem o controle da gestão do estádio, o tricolor gaúcho ficou a mercê de pessoas que nada tem a ver com o clube. Lógico que em partidas eliminatórias de competições como Copa do Brasil e Libertadores a bilheteria estará sempre lotada, mas quando são partidas de menor relevância e o estádio ficar vazio?

Entre os principais objetivos da direção gremista é justamente assumir o controle da própria casa e proporcionar setores de baixo custo nas arquibancadas, ocupando os espaços vazios e estreitando a relação entre o clube e seus milhões de torcedores. É na cancha que a identidade do torcedor é forjada para que no futuro se possa conceber que o Grêmio fique com um número ainda maior de adeptos.

Enfim, gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Imortal Tricolor.

Imagem: Divulgação Grêmio

(function () {

function appendFbScript() {
var js, id = ‘facebook-jssdk’,
fjs = document.getElementsByTagName(‘script’)[0];

if (document.getElementById(id)) return;
js = document.createElement(‘script’);
js.id = id;
js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&appId=2525450597753588&version=v2.0”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);

window.fbAsyncInit = function () {
FB.init({
appId: ‘2525450597753588’,
xfbml: true,
version: ‘v2.0’
});
FB.Event.subscribe(‘comment.create’, function (comment_data) {
console.log(comment_data);
update_comments_count();
});
FB.Event.subscribe(‘comment.remove’, function (comment_data) {
update_comments_count();
});

function update_comments_count(comment_data, comment_action) {
jQuery.ajax({
type: ‘GET’,
dataType: ‘json’,
url: ‘https://portaldogremista.com.br/wp-admin/admin-ajax.php’,
data: {
action: ‘clear_better_facebook_comments’,
post_id: ‘30706’
},
success: function (data) {
// todo sync comments count here! data have the counts
},
error: function (i, b) {
// todo
}
}
)
};
};

appendFbScript();
}

appendFbScript();

})();

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais