fbpx

Equipe russa estará novamente ausente do Mundial de Atletismo

A Rússia perderá o Mundial de Atletismo pela segunda vez seguida, já que a Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) renovou a suspensão da federação russa na segunda-feira. A entidade confirmou a decisão quatro dias antes do início da competição no Catar depois de ouvir um relatório de sua força-tarefa a cargo dos esforços de refiliação da Rússia.

A Agência Mundial Antidoping (Wada) revelou que dados históricos fornecidos pela autoridade antidoping do país continham “inconsistências”, o que também ameaça a participação russa na Olimpíada de Tóquio. “Estamos cientes das alegações de manipulação dos dados e que uma investigação está em andamento”, disse Rune Andersen, chefe da força-tarefa da IAAF. “À luz disso, a força-tarefa recomendou que a Rusaf (federação atlética russa) não seja readmitida, e o conselho da IAAF concordou por unanimidade.”

Alguns russos sem histórico de doping, como a saltadora Maria Lasitskene, a única atleta do país que detém um título mundial na atualidade, foram liberados para competir internacionalmente como esportistas neutros. Mas a bandeira russa não pode ser hasteada, nem seu hino tocado. O presidente da IAAF, Sebastian Coe, disse que, entre os membros do conselho, é “muito forte” o sentimento de que a suspensão deve ser mantida.

“Nenhum país é maior do que o Mundial”, comentou o dirigente. “Não me surpreende nem remotamente que o conselho tenha endossado por unanimidade a recomendação mais forte que provavelmente tivemos até agora de que a federação russa continue suspensa. A responsabilidade de uma federação internacional é manter o equilíbrio nas competições”, continuou.

A Rusaf foi suspensa em novembro de 2015, quando um relatório encomendado pela Wada encontrou indícios de doping generalizado no esporte.

  • separator

Fonte: TERRA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!