fbpx

Estudantes da Estácio Aproveitam Período de Férias Para Aprofundar os Estudos

Férias, aquele momento do ano onde você tem tempo para… estudar! Não, não é loucura, nem coisa de CDF. Mas as férias, por incrível que pareça, são uma excelente oportunidade para aprofundar os estudos naquela matéria complicada, colocar em dia disciplinas que não foram bem desenvolvidas ao longo do semestre ou até mesmo adiantar um pouco as próximas matérias.

Essa é minha tática de estudos desde o primeiro semestre, e, para mim, tem funcionado bem. Por trabalhar além de estudar, além de ter responsabilidades familiares, muitas vezes disponho de pouco tempo durante o semestre para aprofundar os estudos. Dessa forma, aproveito as férias para colocar as pendências em dia. Não deixo de viver, portanto, o ambiente do direito.

No meu caso, a experiência tem sido recompensadora. Ao adiantar um pouco os estudos do semestre seguinte, consigo aproveitar melhor as aulas, posto que chego para o semestre com algum conhecimento prévio sobre os temas que serão abordados. Dessa forma, consigo melhores notas nas primeiras avaliações, o que me permite levar o semestre com certa tranquilidade.

Exemplos

Meu colega de turma de Direito, Caio Peixoto, também utiliza técnica semelhante. Muito mais dedicado aos estudos do que eu – ele está se preparando para concursos públicos, além de fazer faculdade – ele aproveita o tempo para estudar ainda mais. “Não preciso ir para a faculdade, então dedico parte desse tempo extra para estudar. Mantenho o meu cronograma de estudos e acrescento algumas horas das que estaria na faculdade. E ainda sobre um pouco do tempo para outras atividades, como crossfit”, conta.

Estudar nas férias não significa, entretanto, que o aluno deva abrir mão da curtição. Especialistas recomendam que o estudante tire um tempo para ficar totalmente afastado dos livros e dos estudos. “Pode ser uma semana, pode ser uma viagem,  maratonar aquela série na Netflix, não importa como, o importante é desligar, mesmo que por pouco tempo. É uma forma de recarregar as baterias”, conta a professora Darlene Soares, especialista em educação.


Fonte: Google News

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!