fbpx

Everton volta bem, e Pato ganha “sombra” por titularidade

Após um mês e meio, Everton voltou aos gramados nesta segunda-feira. Recuperado de uma lesão muscular de grau II na coxa direita, o camisa 22 do São Paulo mostrou ao técnico Cuca que pode ser uma peça importantíssima para o restante da temporada ao entrar na vaga de Luan na vitória por 4 a 0 sobre a Chape e, logo aos três minutos do segundo tempo, dar o passe para Antony abrir o placar.

Peça-chave do Tricolor no ano passado, quando o clube chegou a liderar o Campeonato Brasileiro e, inclusive, se sagrar campeão do primeiro turno, Everton caiu de rendimento por conta das frequentes lesões, mas, agora, parece estar novamente em forma e disposto a ser uma incômoda “sombra” para Alexandre Pato, até então titular na ponta esquerda.

“O Everton quando veio para o São Paulo era top dos tops. Teve um momento muito bom e depois uma queda. Temos de recuperar esse momento, assim que vamos melhorar o grupo”, comentou Cuca sobre o bom desempenho do meia-atacante logo em seu primeiro jogo após se recuperar de lesão.

Apesar da forte concorrência entre os atacantes do São Paulo por uma vaga no time titular, o técnico Cuca sabe que todos os integrantes do elenco serão úteis até o fim da temporada. Restam ainda 27 rodadas para o Campeonato Brasileiro acabar e justamente por isso Alexandre Pato, apesar de ter sido criticado por parte da torcida nesta segunda-feira, segue como um dos expoentes do plantel, ainda que tenha de se preocupar com Toró e Everton.

“O Pato não fez um jogo ruim, mas estava muito embolado por dentro. Ele foi mal no fim em um, dois lances. Ele é um jogador no qual a gente confia, que vai ser um diferencial para a gente. Foi uma opção, pensei no Toró pela velocidade para pegar a Chapecoense de surpresa”, disse o treinador do São Paulo.

Cuca agora terá quatro dias para preparar a sua equipe para o próximo compromisso no Campeonato Brasileiro. No sábado o São Paulo visita o Fluminense, às 19h (de Brasília), no estádio do Maracanã. De volta à zona de classificação para a Copa Libertadores, em quinto lugar, o Tricolor terá a missão de não se distanciar novamente dos líderes do torneio.


Gazeta Esportiva

  • separator

Fonte: TERRA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!