fbpx

F1 – Equipes já discutem motores elétricos para 2025 | Autoracing | F1 | Indy | MotoGP

sábado, 5 de outubro de 2019 às 11:15

Cyril Abiteboul

As partes interessadas da F1 estão atualmente ponderando a forma como o esporte deve assumir as unidades de potência após 2024. A Mercedes quer ficar com a fórmula atual, enquanto a Renault gostaria de eletrificação.

Os regulamentos híbridos V6 foram introduzidos em 2014 e deverão estar em vigor até 2024, com um conjunto de substituições entrando em vigor em 2025 ou 2026.

Cyril Abiteboul, o chefe da Renault, sente que o esporte pode ter problemas se não tomar a decisão certa. “Se eu olhar para o ritmo em que o mundo está mudando, na minha opinião, há um grande risco de que a F1 seja deixada para trás”, disse Abiteboul.

“Olhem para a Greta Thunbergs deste mundo, olhem para a eletrificação. Coisas que as pessoas estão dizendo hoje que não teriam sequer consideradas há seis meses – a Ferrari falando sobre um carro totalmente elétrico”, prosseguiu.

“Portanto, o mundo está se movendo em um ritmo muito rápido, e temos que ter muito cuidado para não sermos deixados para trás na indústria de automóveis de rua. O que quer que pensemos sobre eletrificação, não vai desaparecer”, concluiu o chefe da Renault.

EB – www.autoracing.com.br

Tags
comentarios f1, cyril abiteboul, f1, f1 melhor site, formula 1, renault

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

!function(f,b,e,v,n,t,s){if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod?
n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};if(!f._fbq)f._fbq=n;
n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window,
document,’script’,’https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘1394990003897405’); // Insert your pixel ID here.
fbq(‘track’, ‘PageView’);
(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: R7

Jornais Virtuais