F1 – Estrategista da Mercedes: Estraguei tudo! | Autoracing | F1 | Indy | MotoGP

domingo, 22 de setembro de 2019 às 20:42

James Vowles – Mercedes

A equipe Mercedes de Lewis Hamilton pediu desculpas ao seu piloto, que alegou ver uma vitória “fácil” ter sido roubada dele em Cingapura após um erro crasso de estratégia.

O campeão mundial terminou apenas em P4 no domingo, quando Sebastian Vettel ganhou a vitória de presente da equipe Ferrari. Charles Leclerc tinha feito a pole e liderava com Hamilton em seus calcanhares, mas a Ferrai preferiu proteger a posição de Vettel contra um undercut de Verstappen.

Hamilton estava em segundo lugar, mas ficou na terra de ninguém quando a Mercedes decidiu não reagir ao pitstop de Vettel – um que permitiu ao alemão dar o salto para a liderança à frente seu companheiro de equipe da Ferrari, Leclerc, e finalmente terminar sua série de 13 meses de derrotas tórridas.

O britânico ficou na pista de 23 curvas com borracha envelhecida por sete voltas a mais que Vettel e seis a mais que Leclerc. Quando Mercedes chamou Hamilton, ele voltou em P4, e suas esperanças de vitória se transformaram em fumaça.

Seria pior se Valtteri Bottas não seguisse uma ordem da Mercedes para desacelerar e garantir que Hamilton não se tornasse vulnerável ao ataque de Alex Albon, da Red Bull.

O estrategista-chefe da Mercedes, James Vowles, reconheceu sua culpa que custou a Hamilton uma chance de três vitórias em Cingapura.

“Hoje não houve erro de piloto, mas um erro de estratégia, e James, com seus ombros largos, disse: ‘Eu estraguei tudo’, disse o chefe da Mercedes, Toto Wolff.

“Tivemos um pacote capaz de pole, uma oportunidade de vencer e cometemos muitos erros neste final de semana, com muitas oportunidades perdidas. O clima na equipe é de aborrecimento.”

Hamilton havia pedido para a Mercedes fazer o undercut (parando antes de seu rival Leclerc para tirar proveito de pneus novos) na reunião pré-corrida de domingo, mas seu pedido caiu em ouvidos surdos.

A ironia foi que deu rival Leclerc também caiu em desastre com a estratégia. O jovem monegasco parecia prestes a se tornar o primeiro piloto da Ferrari desde Michael Schumacher a vencer três corridas consecutivas, quando deixou o box vendo Vettel à sua frente.

Leclerc ficou furioso no rádio. “Para ser totalmente honesto com você, não entendi esse undercut”, disse ele, obviamente acreditando que deveria ter tido prioridade sobre Vettel, que era P3 antes da única troca de pneus. “Vamos discutir depois da corrida.”

Mais tarde, ele acrescentou: “Eu não farei nada estúpido, mas acho que é injusto”.

Apesar da frustração de Leclerc, a Ferari ainda mandou que ele ficasse atrás de Vettel depois disso.

AS – www.autoracing.com.br

Tags
comentarios f1, f1 estrategua, gp cingapura, James Vowles, lewis hamilton f1, melhor site f1, mercedes f1, mercedes petronas, mercedes-benz

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

!function(f,b,e,v,n,t,s){if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod?
n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};if(!f._fbq)f._fbq=n;
n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window,
document,’script’,’https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘1394990003897405’); // Insert your pixel ID here.
fbq(‘track’, ‘PageView’);
(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: