fbpx

F1 – Hamilton precisou dar voltas de classificação para ficar perto das Ferraris | Autoracing | F1 | Indy | MotoGP

segunda-feira, 30 de setembro de 2019 às 18:57

Lewis Hamilton

Lewis Hamilton afirmou que teve que impor um ritmo de “voltas de classificação a cada volta”, em um esforço para acompanhar a Ferrari no GP da Rússia.

A Mercedes começou a corrida com Hamilton e seu companheiro de equipe Valtteri Bottas com os pneus médios, enquanto tentavam estender sua parada, mas as coisas não tiveram um bom começo, pois a Ferrari usou vácuo entre seus pilotos para se colocar em P1 e P2.

No final das contas, Hamilton usaria o período do safety-car virtual, acionado pela quebra de Sebastian Vettel no MGU-K, para voltar à frente de Charles Leclerc e conquistar a vitória em Sochi, mas ele admite que acompanhar a Scuderia na primeira parte foi desafiador.

“Quando fizemos as voltas ao grid, eu não tinha muita aderência”, disse Hamilton quando perguntado sobre largar com os pneus médios mais lentos.

“Eu estava um pouco preocupado. E então perdemos um pouco no começo, mas não pude chegar ao vácuo porque ele (Leclerc) ficou à esquerda e deu o vácuo a Seb.”

“Tentei me esconder atrás de Seb, mas havia uma McLaren lá, então não tive que me segurar até a curva 1 e quase perdi outra posição.”

“Depois disso, estava apenas tentando acompanhá-los, mas era como dar voltas de classificação a cada volta, tentando acompanhá-los porque eram muito rápidos. Foi um desafio enorme, mas realmente me orgulho.”

Hamilton estava cinco segundos atrás de Vettel quando o alemão foi para o box, a Mercedes planejava dar a Hamilton uma chance na vitória com pneus macios mais novos e mais rápidos quando ele finalmente fosse para o box, embora o período do safety-car virtual tenha mudado totalmente essa estratégia, enquanto Hamilton optava por aproveitar a velocidade reduzida que todos pilotos foram forçados a andar e assumir a liderança de Leclerc.

Apesar de tudo ter funcionado de maneira soberba para Hamilton no final, ele acha que largar com pneus macios como a Ferrari teria sido a melhor estratégia.

“Antes da corrida, sentamos e avaliamos se os pneus macios durariam ou não – se nós ou eles estariam corretos”, explicou Hamilton.

“No final, eles estavam certos, porque o pneu macio era muito mais forte do que prevíamos. Manter a consistência e a velocidade deles foi muito difícil. Eu não esperava isso.”

Pode ter sido em circunstâncias fortuitas que a Mercedes conseguiu a vitória, mas Hamilton enfatizou que foi um esforço incrível da equipe aproveitar a oportunidade que se apresentou.

“Neste fim de semana, sabíamos que tínhamos que tirar mais deste carro e havia mais potencial lá, mas não sabíamos onde estava”, disse o britânico.

“Acho que nos aproximamos um pouco mais dos Ferraris neste fim de semana e foi o suficiente para chegarmos à frente deles”.

AS – www.autoracing.com.br

Tags
comentarios f1, f1 2019, f1 hamilton, f1 volta de classificacao, gp russia f1, lewis hamilton, melhor site f1, mercedes f1

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

!function(f,b,e,v,n,t,s){if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod?
n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};if(!f._fbq)f._fbq=n;
n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window,
document,’script’,’https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘1394990003897405’); // Insert your pixel ID here.
fbq(‘track’, ‘PageView’);
(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!