fbpx

Fachin busca salvar Lava Jato abrindo mão dos processos contra Lula

A decisão do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), coloca o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em condições de concorrer às eleições de 2022.

A intenção é uma estratégia para tentar preservar os demais casos da Lava Jato, evitando que fosse decretada a suspeição do ex-juiz Sergio Moro. Anulação tem sobre tudo o que foi feito pela Lava Jato em Curitiba.

Além disso, Fachin busca retomar a relatoria dos casos da Lava Jato que foi vitualmente dividida com o ministro Ricardo Lewandowski após o pedido da defesa que permitiu o acesso do ex-presidente às mensagens roubadas dos celulares dos procuradores.

Fachin vinha buscando há semanas uma forma de retomar o controle sobre os processos. Outra consequência esperada dessa decisão é a redução da pressão sobre Moro e sobre os procuradores da Lava Jato.

A decisão é definitiva em habeas corpus pedido pela defesa de Lula. Para que seja analisada pelo plenário é preciso que o Procurador-geral da República recorra da decisão.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais