fbpx

Fellipe Bastos cresce de produção com Ramon e festeja fase artilheira no Vasco: ‘Tomara que se prolongue’

A estreia do Vasco no Campeonato Brasileiro, na última quinta-feira, foi marcada por uma atuação para ser lembrada do volante Fellipe Bastos. Autor dos dois gols da vitória, por 2 a 0, sobre o Sport, ele celebra uma fase artilheira, desde a chegada de Ramon e a retomada do futebol, um fato inédito na carreira. Além dos dois anotados em São Januário, ele marcou outros três nos amistosos que serviram de preparação para o torneio, contra Porto Velho e Volta Redonda.

Bastos cresceu de produção desde a chegada de Ramon (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Foto: Lance!

– É importante para mim fazer gols. Sei que não é uma coisa rotineira na minha carreira fazer tantos gols igual eu venho fazendo. Mas é uma cobrança que o Ramon tem feito. De entrar dentro da área, de chutar mais no gol. Usar aquilo que eu tenho de bom, que é finalização. Treinar bastante falta, que é uma coisa boa que eu tenho, uma característica minha – disse Bastos, em coletiva de imprensa concedida logo após a partida.

O jogador atribuiu o crescimento dentro de campo à confiança passada pelo técnico Ramon Menezes. Aos 30 anos, Bastos diz ter adquirido confiança desde a chegada do novo comandante e vê espaço para uma evoulução ainda maior.

– O Ramon é muito importante para isso tudo pela confiança que ele tem passado para mim. A gente conversa bastante, quase que diariamente, e ele tem me cobrado. E eu procuro evoluir. Não é porque eu tenho 30 anos que eu tenho que parar, que eu acho que eu já fiz tudo. O futebol hoje é muita evolução, eu procuro evoluir muito. Escuto o que ele está passando para mim. Então, eu procuro evoluir para continuar crescendo dentro dos jogos. Dentro dos treinamentos. Isso é importante para o Vasco.

Fellipe Bastos está na terceira passagem pelo Cruz-Maltino. A primeira se deu entre 2010 e 2013, depois voltou em 2014 e, posteriormente, em 2019. Em fevereiro, teve o vínculo ampliado por mais um ano. O camisa 8 nunca escondeu a identificação com o clube e torce para que a boa fase se prolongue.

– Eu, quando voltei ano passado, eu disse que estava voltando para minha casa. Este ano quando eu voltei de novo eu disse que estava ficando em casa, que é onde eu me sinto à vontade. Com a confiança do treinador, as coisas estão acontecendo. Vou procurar continuar fazendo gols, tentar continuar ajudando o Vasco. Tomara que essa fase se prolongue por muito tempo na minha carreira, na minha vida, e que eu consiga ajudar o Vasco. É importante para minha carreira também, colocar o meu nome na história do clube.

Veja também:

Repórter do L! analisa estreia do Botafogo no Campeonato Brasileiro

Lance!

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!