fbpx

Filme mostra a simbiose entre as das duas atividades

Nos últimos dez anos, o médico alemão Dr. Volker Schoeffl e sua esposa Isabelle visitam e praticam medicina continuamente no Laos, um dos países mais pobres do mundo. Lá, realizam operações médicas muito complexas, difíceis do país sustentar. Além disso, também ensinam e levam equipamentos médicos da Europa para o hospital onde trabalham. As belezas naturais são os maiores atrativos para turistas, mas é fato que a simpatia e simplicidade de seu povo fazem toda a diferença.

Ambos realizaram um filme para promover a escalada no país, mas também para divulgar o trabalho altruísta que realizam. Entretanto, já fica o aviso de que várias cenas contidas no filme podem ser perturbadoras para pessoas sensíveis. Assista o documentário na íntegra no topo do artigo.

Mesmo sem se envolver diretamente na Guerra do Vietnã, o Laos foi atacado nas fronteiras. Para se ter uma ideia, ainda hoje há reflexos da tragédia, já que 10% dos dois milhões de toneladas de bombas lançadas pelos EUA ainda não foram detonadas e continuam ativas.

Aproximadamente 300 acidentes com detonação de bombas ativas da Guerra do Vietnã com agricultores são registrados por ano.

Médicos e escaladores

Foto: Kilian Reil

O compromisso de Dr. Volker Schoeffl e sua esposa no Laos não é apenas trabalho. De fato, Volker e sua parceira até conseguiram melhorar e melhorar diferentes áreas de escalada em um ambiente que certamente não é fácil do ponto de vista climático, mas que potencialmente oferece tantas possibilidades. Os dois vivem em Frankenjura, o centro da escalada da Alemanha, e atuam como médicos da equipe de escalada do país. Eles também são escaladores experientes, completando rotas classificadas até 8° grau francês (9c a 11b brasileiro).

Volker começou a trabalhar como voluntário em hospitais no Laos durante alguns meses em 2002. Naqueles dias, uma escolta da guarda armada era necessária enquanto procurava por lugares para escalar. Para isso se aventurava em áreas remotas que ainda estavam em combate, mesmo depois de décadas após a Guerra Civil do Laos terminou oficialmente.

Apesar de não ter a reputação de escalada que seu vizinho Tailândia possui, há terreno estabelecido o suficiente para atrair escaldadores viajantes para conhecer o lugar. O país só abriu suas portas ao turismo há pouco mais de uma década e, da mesma forma, a cultura da escalada ainda é jovem, mas existe o potencial de estabelecer o Laos como área de destino de escalada.

Thakhek é o principal destino de escalada do Laos e um dos melhores do Sudeste Asiático. De estilo semelhante à escalada de calcário encontrada em Tonsai (Tailândia), o escalador obtém temperaturas e umidade mais baixas. O site Green Climbers Home, iniciado por Uli e Tanja Weidner em 2011, consiste em uma comunidade de acampamento resort de verão para o escalador que viaja. Atualmente o local possui aproximadamente 40 vias, todas chapeletadas, abrigo para escaladores que empresa aproximadamente 30 pessoas ao todo.

Alguns anos depois que Volker começou a se voluntariar, no Laos, Isabelle, que ainda estava concluindo a faculdade de medicina, especializando-se em pediatra, fez sua primeira viagem ao Laos. Em Thakhek, o casal encontrou uma antiga cidade colonial tranquila e encantadora e, nos arredores, intermináveis ​​formações de calcário. Repleto de imponentes rostos rochosos e paredes cobertas de estalactites. A paisagem era um sonho dos escaladores.

Ao mesmo tempo que viajavam para escalar, o casal começou a se voluntariar no Hospital Provincial de Khammouane, onde encontraram médicos bem treinados e carentes de equipamento adequado. Ao longo dos anos, estima-se que o casal tenha fornecido ao hospital local, centenas de milhares de dólares em suprimentos por meio de sua fundação: Medizinhilfe Laos.

Sua viagem a Thakhek em 2017 foi toda filmada e transformada no documentário “Of Rocks and Needles” (assista no topo do artigo).

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/en_US/all.js#xfbml=1”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));
window.fbAsyncInit = function() {
FB.init( {
appId : 1443946719181573,
autoLogAppEvents : true,
xfbml : true,
version : ‘v3.2’
});
};

( function( d, s, id ){
var js, fjs = d.getElementsByTagName( s )[0];
if ( d.getElementById( id ) ) {return;}
js = d.createElement( s ); js.id = id;
js.src = “https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js”;
fjs.parentNode.insertBefore( js, fjs );
}( document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’ ) );

Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!