Fique por dentro – Aprendizado, sono e memória na vida do concurseiro.

É claro que todos temos uma vida atarefada. Pior situação a do concurseiro. Este, em geral, trabalha durante o dia e estuda à noite, nas madrugadas ou em horários oportunos, durante suas folgas.

Muito se fala e se escuta sobre “comer” algumas horas de sono para estudar, ou ainda, esforçar-se mais do que o concorrente, já que “enquanto eles dormem, você estuda”. Mas o quão importante é o sono no seu aprendizado?

Devemos entender que o sono se divide em ao menos cinco fases, cada uma delas apresentando particularidades neurológicas. A primeira fase chamamos de sono REM (Rapid eye-movement), ela é seguida por mais quatro fases, as quais chamamos de NREM (non-REM). Estas fases se desenvolvem em ciclos de cerca de 90 minutos, sendo a fase REM aquela considerada de “sono leve” e as últimas duas fases NREM, de sono mais profundo. O que se sabe é que estas fases contribuem diferentemente para a formação da memória, em especial aquela relacionada ao aprendizado.

O sono REM é muito importante para a consolidação de aprendizados complexos. Oras, se esta fase do sono é considerada uma das mais leves, imagine-se privar completamente disso, varando madrugadas sobre os livros. Ademais, estudos demonstraram que não é somente a capacidade de memória que é afetada pela privação de sono. Atividades complexas como a interligação de conceitos, desenvolvimento da criatividade e resolução de problemas também melhoraram com o descanso e com uma noite bem dormida.

Apesar dos mecanismos fisiológicos de formação de memória serem deveras complexos, envolvendo diversas partes do cérebro, incluindo-se o hipocampo e regiões diferentes do córtex, não resta dúvida da importância de uma noite bem dormida para o processo neuronal da aprendizagem.

Assim, deixo-lhe este conselho “neurofisiológico”: estude muito, mas aproveite suas horas de sono para que seus neurônios formem adequadamente as sinapses que irão gerar sua memória e, consequentemente, seu aprendizado!

Rumo à aprovação, sempre!

Abraços e bons estudos!

Prof. MSc. André D’Ávila

Prof. de Biologia, Fisiologia e Anatomia Humana.

Ref. : Stickgold, R. Sleep-dependent memory consolidation. NATURE. v. 437/27. 2005.

Créditos:

Estratégia Concursos

Acesse também o material de estudo!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: