fbpx

Fique por dentro – Apresentação

Olá amigos (as), tudo bem?

Meu nome é Júlio Farias e faço parte da Equipe Estratégia Concursos. Sou Delegado de Polícia no Estado de São Paulo e já passei por vários outros cargos durante minha vida de concurso público.

Graduado em Direito, Pós-graduado em Direitos Humanos e, Direito Penal e Processo Penal.

Inicialmente, já quero deixar claro pra você, “concurseiro”, que a aprovação é possível. Isso mesmo! Ser aprovado em concurso público é possível, basta que você tenha dedicação e comprometimento nos estudos e os resultados serão alcançados.

Mas Júlio, eu não consigo estudar, pois eu trabalho, tenho uma família pra cuidar e o tempo que me resta, não consigo me concentrar. O que fazer?

Calma. Isso mesmo, tenha calma! Vou lhe contar um pouco sobre minha trajetória.

Iniciei na vida de concurso público bem cedo, já aos meus 17 anos de idade.

Mas como assim?

Aos 17 anos, nos idos de 2002, estava terminando o ensino médio, em escola pública (friso isso, pois, não tive o privilégio de estudar em escola particular. Venho de família humilde) e prestei o meu primeiro concurso público para o cargo de soldado da Polícia Militar de Minas Gerais.

Fiz a inscrição, pois tinha visto num jornal sobre o acontecimento do concurso público e fui aprovado na prova objetiva, sem estudar especificamente para o concurso. À época eu nem sabia o que era um edital!

Nossa Júlio, mas você era muito inteligente então!

Nada disso, nem eu sei como passei nessa prova, mas creio que se deve à minha dedicação nas aulas do ensino médio. Mas sabem a notícia ruim? Fui reprovado no último teste – o famoso exame psicológico.

Após essa “derrota”, comecei a cursar a faculdade. Ingressei no curso de Direito, inspirado em meu pai, mas ciente que estava fazendo a escolha certa.

Fiquei deveras abatido por muito tempo, mas consegui me reerguer e voltar a fazer as provas de concurso para soldado da polícia militar de MG.

Sabem o que aconteceu? Fui reprovado por mais 2 vezes nas provas objetivas seguintes. Isso porque eu não estudava, mas apenas tinha a falsa sensação que sabia o bastante.

Resolvi então me inscrever no concurso de agente penitenciário do Estado de MG, mas agora dessa vez, resolvi ler o edital e estudar o que poderia cair na prova. Dessa vez, fui aprovado em todas as fases, inclusive o exame psicológico e exerci a função por 06 meses na cidade de Patos de Minas/MG.

Fiquei na função por apenas 06 meses, pois estava aguardando o resultado de outro concurso para soldado da PMMG que eu havia realizado e quando saiu o resultado, dessa vez, aprovado no exame psicológico, fui para a PMMG fazer o curso de formação.

A carreira policial é muito inspiradora para mim e me identifico bastante. Permaneci por aproximadamente 14 anos na PMMG e deixei a instituição, estando na graduação de 2º sargento, para tomar posse no cargo de delegado no Estado de São Paulo.

Mas e nesse período de 14 anos o que aconteceu?

A história é longa, mas já adianto que fui reprovado por diversas vezes nos concursos para o cargo de delegado que prestei após o ano de 2015. Isso mesmo, apesar de me formar na faculdade em 2010, somente voltei a estudar para concursos no fim de 2015. Eu estava numa zona de conforto excelente e não queria fazer mais concursos, até que um amigo praticamente me puxou pelo braço e voltei aos estudos. No fim da batalha, fomos aprovados em concursos para delegado no mesmo ano, sendo ele hoje delegado em MG e eu em SP.

Mas e como foi a volta aos estudos? Tudo tranquilo, Júlio?

Claro que não!!! Primeiramente tive a dificuldade em sair da zona de conforto. Após pegar um certo ritmo tive problemas com a falta de constância e o desânimo que batia a cada reprovação. Tudo isso aliado à minha vida trabalhando na PMMG e cuidando da minha família (esposa e filhos).

Tive por diversas vezes que repensar e refazer o modo de estudar até conseguir achar o que mais se adequava à minha situação. Seja pelo tempo escasso, seja pelo cansaço, ou pela dificuldade em concentrar-me vendo as crianças correndo e brincando casa a fora. Em suma, nunca diga que é impossível estudar porque trabalha ou tem que cuidar da família. Pra tudo existe solução, basta saber o que fazer, quando e onde (os detalhes ficam para meus acompanhamentos como coach).

Nesse período, também realizei diversos cursos de especialização e ministrei aulas presenciais em diversas instituições e tutoria na rede Senasp/MJ. Vejam o meu currículo lattes.

Hoje me sinto realizado exercendo minhas funções como delegado de polícia bem como as atividades atinentes à docência. Após alcançarmos os objetivos traçados, há sempre a sensação de satisfação por ter a certeza do dever cumprido.

Finalizo reiterando ser um prazer fazer parte da equipe Estratégia Concursos e contem comigo na contribuição para sua aprovação no tão sonhado concurso público!

Um forte abraço!

Júlio Farias

  • Este artigo foi útil?
  • SimNão

O post Apresentação apareceu primeiro em Estratégia Concursos.

Créditos:

Estratégia Concursos

Acesse também o material de estudo!

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!