Fique por dentro – candidato pode ser eliminado se não votar?

As eleições gerais no Brasil em 2022 estão agendadas para o dia 02 de outubro, em primeiro turno, e 30 de outubro em segundo turno, onde houver. Mas o que acontece se o candidato a concurso público não votar?

Se você for aprovado e não tiver votado será impedido de tomar posse no tão almejado cargo público. É isso mesmo! O concurseiro que não votar ou não regularizar sua situação eleitoral, não pode se inscrever em concurso público.

Caso consiga se candidatar, você pode ser eliminado durante a seleção. Isso vale para todas as carreiras, se não estiver em dia com as suas obrigações eleitorais, como não votar ou justificar, você pode ser impedido de tomar posse. Principalmente nas carreiras policiais e jurídicas, em que existe a fase de investigação social.

Se você conseguir ser aprovado e não tiver votado é possível apresentar um recurso administrativo para a banca organizadora do certame. Caso o recurso seja negado, a última opção de revisão seria apenas por via judicial. Mas não existem garantias de deferimento por parte da autoridade judiciária.

O aconselhável é que o candidato esteja atento às regras do edital e, principalmente, em dia com as obrigações eleitorais. Os editais de concurso públicos costumam ser claros em relação aos pré-requisitos que devem cumprir para se inscreverem ou para tomarem posse no cargo.

Quer saber tudo sobre concurso público?
Confira nossos artigos!

Assinaturas

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Créditos:

Estratégia Concursos

Acesse também o material de estudo!

Deixe uma resposta Cancelar resposta