Fique por dentro – Maiores erros da Língua Portuguesa: 10 principais dicas.

Fique por dentro dessas dicas práticas sobre quais são os maiores erros cometidos na Língua Portuguesa.

Aperfeiçoando a Ortografia – Os maiores erros da Língua Portuguesa

Não importa a idade ou o nível acadêmico, as dúvidas quanto à escrita e o emprego das palavras sempre geram questionamentos.

Além disso, no nosso dia a dia regularmente haverá alguma incerteza no uso de um pronome, preposição e assim por diante.

Por esse motivo, demonstraremos aqui, sem maiores complicações, as informações essenciais sobre o conteúdo em foco, revelando os maiores erros da Língua Portuguesa.

Vamos lá!

Dicas práticas sobre os maiores erros da Língua Portuguesa.

A FIM DE / AFIM – Os maiores erros da Língua Portuguesa

A fim de é uma locução prepositiva que indica finalidade; equivale a “para”:

Exemplo:

  • Ele saiu cedo a fim de (para) chegar a tempo.

Afim é adjetivo e significa “semelhante”, “que apresenta afinidade”, “que tem parentesco não sanguíneo”:

Exemplos:

  • O genro é um parente afim.
  • Tratava-se de ideias afins.

AO ENCONTRO / DE ENCONTRO – Os maiores erros da Língua Portuguesa

Ao encontro (rege a preposição de) significa “a favor de”, “na direção de”:

Exemplos:

  • Essas atitudes vão ao encontro do que eles pregam.
  • Ao desembarcar, Maria foi ao encontro do namorado.

De encontro (rege a preposição a) significa “contra”, “em choque com”:

Exemplos:

  • As ideias dela vêm de encontro às minhas.
  • Sua atitude veio de encontro ao que eu esperava.

HÁ / A – Os maiores erros da Língua Portuguesa

Na indicação de tempo, emprega-se:

a) há: para indicar tempo transcorrido (equivale a “faz”).

Exemplos:

  • dois meses que ele não aparece.
  • Ele estuda essa matéria dois anos.

b) a: para indicar tempo futuro.

Exemplos:

  • Daqui a dois meses ele aparecerá.
  • Ele deverá voltar daqui a três meses.

Na linguagem formal, exige-se a correlação temporal do .

  • vários meses que ele repete a mesma coisa.
  • Havia vários meses que ele repetia a mesma coisa.

MAS / MAIS -Os maiores erros da Língua Portuguesa

“Mas” é conjunção coordenativa adversativa; equivale a “contudo”, “todavia”, “entretanto”:

Exemplo:

  • Ela estudou muito, mas não conseguiu boa nota.
  • O time terminou o campeonato sem derrotas, mas não foi o campeão.

“Mais” é pronome ou advérbio de intensidade. Tem por antônimo “menos”.

Exemplo:

  • Ele leu mais livros este ano que no ano anterior. (pronome indefinido)
  • Ela era a aluna mais simpática da classe. (advérbio de intensidade)

Existe também a forma más. Trata-se do plural do adjetivo “”:

Exemplo: Eram pessoas extremamente más.

A PRINCÍPIO/EM PRINCÍPIO

“A princípio” equivale a ‘inicialmente’; ‘na fase inicial’; ‘no começo’.

Exemplo:

  • A princípio, eles não chegaram a um acordo. Depois o aceitaram sem ressalva.

“Em princípio” significa “em tese”; “teoricamente”; “antes de qualquer consideração”; “de modo geral”.

Exemplo:

  • Em princípio, todas as pessoas são iguais perante a lei.

ESSE/ESTE (coesão textual) -Os maiores erros da Língua Portuguesa

Esse (essa/isso): refere-se a algo já dito anteriormente no texto.

Exemplo:

  • Você empresta esses cadernos que estão com você?

Este (esta/isto): faz menção a algo que será citado no texto.

Exemplo:

  • Minha irmã fala sempre este provérbio: “Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”.

ONDE/AONDE – Os maiores erros da Língua Portuguesa

Emprega-se “onde” com verbos que não indiquem movimento.

Indica um lugar fixo em que se está ou que se passa algum fato.

Dica:

Substituir o “onde” por “em que lugar”.

Exemplos:

  • Onde você está morando?

“Aonde” (a + onde) usa-se com verbos que indicam movimentos.

Tem valor de “a que lugar”, “para que lugar”.

Exemplo:

  • Aonde você pensa que vai?

POR HORA/POR ORA

Incorreto: você pediu meu parecer, por hora ainda não o tenho.

Correto: você pediu meu parecer, por ora ainda não o tenho.

A expressão “por hora” refere-se a tempo contado em minutos (60 minutos).

Exemplo:

  • Aquele veículo alcança 200 km por hora.

“Por ora“, sem h, é um advérbio de tempo que expressa sentido de “por enquanto”, “neste momento”, “atualmente”.

Exemplo:

  • Os acordos, por ora, foram suspensos.

O MESMO – Os maiores erros da Língua Portuguesa

Não deve, jamais, nunca ser usado como pronome pessoal, ou seja, para fazer referência a elemento mencionado anteriormente no texto.

Incorreto: antes de entrar no elevador, verifique se o mesmo se encontra parado no andar.

Correto: antes de entrar no elevador, verifique se ele se encontra parado no andar.

A BAIXO/ABAIXO – Os maiores erros da Língua Portuguesa

A expressão “a baixo” é sinônima a “debaixo”, “para baixo” é usada em oposição à expressão “de cima”, “de alto”.

Exemplos:

  • Quando entrei na sala de aula, o professor me olhou de cima a baixo.
  • Ele a fitou de alto a baixo.

O termo “abaixo“, escrito junto, é sinônimo de “embaixo”, “debaixo”, “sob”, “por baixo” e antônimo de “acima”.

Exemplo:

  • Seguem abaixo os documentos essenciais para a iniciação dos trabalhos.

A LONGO PRAZO/EM LONGO PRAZO – Os maiores erros da Língua Portuguesa

 A preposição adequada para indicar o tempo em que algo será feito é “em”.

Incorreto: a longo prazo, serão necessárias mudanças no plano de carreiras dos professores.

Correto: em longo prazo, serão necessárias mudanças no plano de carreiras dos professores.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

O objetivo deste artigo é auxiliar aqueles que ainda sentem insegurança na hora de empregar as expressões referidas acima, no contexto da nossa Língua Portuguesa.

Esperamos sanar eventuais dúvidas quanto ao assunto abordado, com essas valiosas dicas sobre os maiores erros da Língua Portuguesa.

Não percam as atualizações do site, bem como nossos cursos ofertados.

Até a próxima, pessoal!!

Quer saber tudo sobre concursos previstos?

Confira nossos artigos!

Concursos abertos

Concursos 2022

Assinatura de Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anosASSINE AGORA

Créditos:

Estratégia Concursos

Acesse também o material de estudo!

Deixe uma resposta Cancelar resposta