Fique por dentro – O que é dígrafo? Conceito, tipos e exemplos

Você sabe o que é um dígrafo? Ainda não? Então você veio ao lugar certo.

Iremos tratar sobre o seu conceito e seus principais tipos, tudo de maneira exemplificada, para facilitar o seu entendimento.

Vamos lá?

O que é dígrafo? Conceito, tipos e exemplos

O que é dígrafo?

Basicamente, dígrafo é o encontro de duas letras e que, ao serem pronunciadas, emitem apenas um som, ou seja, formam um único fonema.

Um exemplo é o dígrafo “CH”, que possui duas letras, mas possui um único som, da letra “X” (xis).

Exemplos: chaleira, chá, chave, chuva.

Eles são divididos em consonantais e vocálicos.

Dígrafos Consonantais

Os dígrafos consonantais são os mais fáceis de serem identificados.

Eles ocorrem quando duas letras formam um som de uma única consoante.

FIQUE ATENTO: O dígrafo consonantal pode ser formado por duas consoantes ou por uma consoante e uma vogal.

Os principais dígrafos consonantais são:

CH: chá, chaleira, chão, chicote;

RR: carro, varrer, jarro, corrida;

SS: vassoura, assar, passageiro, massa;

LH: malhação, migalha, coalhada, coelho;

NH: ninho, amanhã, banho, vinho;

SC: nascer, crescer, descer, piscina;

: nasça, cresça, desça, desço;

XC: excesso, excelente, exceção;

XS: exsudar;

GU: guerra, preguiça, águia;

QU: quintal, queijo, querer.

FIQUE ATENTO: Os dígrafos “GU” e “QU” ocorrem apenas quando for pronunciado um único som. Isso geralmente acontece quando eles são seguidos das vogais e” e “i”. Não há dígrafo, por exemplo, na palavra “Gustavo”, uma vez que há a pronúncia dos sons das duas letras, tanto do “g”, quanto do “u”; bem como na palavra “enquanto”, já que os sons das letras “q” e o “u” são perfeitamente identificados ao serem pronunciados.

A SABER: Em alguns dígrafos, há a presença da letra diacrítica, sendo aquela letra que não é pronunciada, ou seja, não é possível identificar o seu som, havendo apenas a predominância do som da outra letra. Um exemplo é o dígrafo “SC”, em que a letra “s” não é pronunciada, predominando apenas a letra “c”, como na palavra “nascer”.

Dígrafos vocálicos

Por sua vez, os dígrafos vocálicos ocorrem quando duas letras formam o som de uma vogal, mais precisamente sons nasais.

Eles geralmente ocorrem com a colocação das consoantes “m” ou “napós as vogais.

Por exemplo, os dígrafos “am” e “an” possuem som de “ã”. Perceba que não há a pronúncia do “m” ou do “n”, mas apenas uma marca nasal após a vogal.

Vamos verificar agora alguns exemplos dos dígrafos vocálicos:

AM: campo, tampa, amparar;

AN: anta, manta, janta;

EM: tempero, tempo, homem;

EN: vento, sentar, benção;

IM: importante, limpar, ímpar;

IN: incompreensível, sucinto, lindo;

OM: bom, ombro, sombra;

ON: ontem, onda, ponto;

UM: zumbi, tumba, cumprimentar;

UN: fundo, tunda, mundo.

O Dígrafo e os Encontros Vocálico e Consonantal

É importante que você não confunda os dígrafos com os encontros vocálicos ou consonantais.

Encontros vocálicos ocorrem quando há o encontro de duas vogais, porém, os sons das duas são emitidos ao serem pronunciadas, diferentemente dos dígrafos.

Exemplos:

Dígrafo: amando, andando, voltando, correndo

Encontro vocálico: Amei, andei, voltou, corria, iguais

Perceba que as vogais acima, dos encontros vocálicos, são todas pronunciadas, ou seja, cada vogal é representada por um som específico.

De forma similar, temos os encontros consonantais, os quais são formados pelo encontro de duas consoantes. Entretanto, de maneira diversa aos casos estudados anteriormente, cada consoante possui o seu fonema, o seu som.

Exemplos:

Dígrafo (apenas um som): malhar, nascer, ninho.

Encontro consonantal (mais de um som): trabalhar, planejar, pastel.

Veja que, nos encontros consonantais, é possível identificar o som de cada uma das consoantes, diferentemente do dígrafo, em que as duas letras formam apenas um fonema.

Finalizando

Bom, pessoal! Chegamos ao fim do nosso artigo. Procuramos explicar, de maneiras simples e didática, o conceito de dígrafo, bem como os seus principais tipos. Esperamos que tenham gostado.

Este tópico é bastante comum em concursos públicos. Caso queira se preparar para chegar competitivo em qualquer prova, invista nos cursos do Estratégia Concursos

Lá você encontrará aulas completas e detalhadas, com os melhores professores do mercado.

Conheça também o Sistema de Questões do Estratégia. Afinal, a única maneira de consolidar o conteúdo de maneira satisfatória é através da resolução de questões.

Bons estudos a todos e até a próxima!

Cursos e Assinaturas

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país!

Concursos abertos

Concursos 2022

Assinatura de Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Créditos:

Estratégia Concursos

Acesse também o material de estudo!

Deixe uma resposta Cancelar resposta