Fique por dentro – O que é o modo verbal subjuntivo? Exemplos e conjugações

Vamos aprender neste artigo o que é o modo verbal subjuntivo, bem como os seus diferentes tempos verbais e conjugações.

O modo verbal subjuntivo: O que é, conjugação e exemplos

O que é subjuntivo?

O subjuntivo é um modo verbal que indica um fato duvidoso, hipotético, incerto, possível.

A SABER: Os modos verbais são as diferentes maneiras que um fato pode se realizar, os quais podem ser: modo Indicativo (indica um fato certo, concreto), modo Subjuntivo (indica um fato duvidoso, hipotético) e o modo Imperativo (indica uma ordem, proibição, pedido). Você pode conferir no link abaixo uma explicação completa sobre os diferentes tempos e modos verbais.

O que é verbo? Quais são os tempos e os modos verbais?

Como o nosso assunto de hoje é sobre o modo subjuntivo, vamos conferir abaixo alguns exemplos desse modo verbal:

Se pelo menos eu pudesse ver o que está acontecendo.

Quando você vier, iremos ao supermercado.

Ainda que eu corra bastante, não consigo emagrecer.

Queremos que o governo ofereça condições dignas para a população.

Há três diferentes tempos verbais no modo subjuntivo, o presente, pretérito imperfeito e o futuro.

Presente do subjuntivo

O presente do subjuntivo é um tempo verbal que indica uma possibilidade, um desejo, uma hipótese, algo incerto, no momento presente.

É comum a presença do pronome “que” antes do sujeito e do verbo.  Vamos a alguns exemplos:

Que você seja tão bom quanto seu chefe me disse.

Quero que você venha agora à minha casa.

Abaixo podemos observar a conjugação de alguns verbos no presente do subjuntivo:

Andar Correr Cair
(que) Eu ande corra caia
(que) Tu andes corras caias
(que) Ele/Ela ande corra caia
(que) Nós andemos corramos caiamos
(que) Vós andeis corrais caiais
(que) Eles/Elas andem corram caiam

Pretérito Imperfeito do Subjuntivo

O pretérito imperfeito do subjuntivo pode ser utilizado em mais de uma situação.

Um dos casos em que ele pode ser empregado é para denotar uma ação posterior a outro fato representado na oração principal.

Eu pedi para que eles saíssem da minha frente.

Eu não pensei que ela corresse tão rápido.

Outra situação em que é utilizado o pretérito imperfeito do subjuntivo é quando há a necessidade de denotar ações hipotéticas ou condicionantes, relacionadas a algo ainda não concretizado, em momento anterior à fala. Este tempo verbal geralmente é empregado em conjunto com o futuro do pretérito do indicativo.

Vamos a alguns exemplos:

Se eu passasse em um concurso, eu já teria me mudado desta cidade.

Se ele ligasse para mim, talvez eu o perdoaria.

Abaixo podemos observar alguns verbos conjugados no pretérito imperfeito do subjuntivo. É comum a presença do pronome “se” antes do sujeito e do verbo, apesar de não ser obrigatório para o emprego deste tempo e modo verbal:

Andar Correr Cair
(se) Eu andasse corresse caísse
(se) Tu andasses corresses caísses
(se) Ele/Ela andasse corresse caísse
(se) Nós andássemos corrêssemos caíssemos
(se) Vós andásseis corrêsseis caísseis
(se) Eles/Elas andassem corressem caíssem

Futuro do Subjuntivo

O futuro do subjuntivo é comumente utilizado para denotar uma ação hipotética ou incerta, no momento futuro.

Exemplos:

Quando você terminar de lavar as suas roupas, limpe a casa.

Se eu conseguir chegar cedo da escola, eu cozinharei para nós.

Apesar de haver similaridade, é importante que não se confunda o futuro do subjuntivo com o verbo no infinitivo.

Para diferenciá-los, é importante analisar o contexto em que estão inseridos, uma vez que o futuro do subjuntivo transmite ideia de possibilidade ou hipótese futura, sendo geralmente acompanhado pelas conjunções “se” ou “quando”, enquanto que o infinitivo geralmente é antecedido por uma preposição.

Futuro do subjuntivo: Quando eu chegar ao restaurante, eu mandarei uma mensagem a você.

Infinitivo: Eu gostaria de chegar cedo ao restaurante.

A seguir podemos conferir alguns exemplos de conjugações de verbos no subjuntivo:

Andar Correr Cair
(quando) Eu andar correr cair
(quando) Tu andares correres caíres
(quando) Ele/Ela andar correr cair
(quando) Nós andarmos corrermos cairmos
(quando) Vós andardes correrdes cairdes
(quando) Eles/Elas andarem correrem caírem

Finalizando

Pessoal, chegamos ao fim do nosso artigo! Procuramos explicar, de maneiras simples e didática, o conceito do modo verbal subjuntivo, bem como os seus tempos verbais. Esperamos que tenham gostado.

Este tópico é bastante comum em concursos públicos. Caso queira se preparar para chegar competitivo em qualquer prova, invista nos cursos do Estratégia Concursos

Lá você encontrará aulas completas e detalhadas, com os melhores professores do mercado.

Conheça também o Sistema de Questões do Estratégia. Afinal, a única maneira de consolidar o conteúdo de maneira satisfatória é através da resolução de questões.

Bons estudos e até a próxima!

Cursos e Assinaturas

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país!

Concursos abertos

Concursos 2022

Assinatura de Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Créditos:

Estratégia Concursos

Acesse também o material de estudo!

Deixe uma resposta Cancelar resposta