Fique por dentro – Presidente Jair Bolsonaro reafirma privatização dos Correios

O Presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar nesta terça-feira, 6 de agosto, que pretende privatizar os Correios. O anúncio foi realizado durante a cerimônia de abertura do 29º Congresso Expofenabrave em São Paulo. Desde o começo do mandato a privatização de estatais têm sido prioridade na pauta do Governo.

Atualmente o país tem 134 empresas estatais federais, 46 com controle acionário direto e 88 com controle indireto. Segundo o 8º Boletim das Empresas Estatais Federais, há 500.085 servidores trabalhando em estatais. Os dados são referentes ao terceiro trimestre de 2018.

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, também comentou sobre a intenção de privatizar a estatal em uma palestra realizada no dia 1 de agosto, na Universidade de Feevale, em Novo Hamburgo. Atualmente, estudos estão sendo conduzidos pelo Ministério da Economia para analisar os impactos de uma possível privatização.

Dentre os principais argumentos a favor da proposta estão: o histórico de interferência política, a corrupção e perda de mercado para segmentos do e-commerce, que tem tido uma grande ascensão em decorrência da venda de produtos pela internet.

Uma mudança dessa magnitude muitas vezes gera dúvida entre os concurseiros, que se perguntam: como ficará a situação dos servidores de instituições que poderão ser privatizadas? Neste artigo, o professor Ricardo Torques explica em detalhes o que acontece com os funcionários quando uma empresa estatal é adquirida por uma empresa privada.

Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país. Assine agora a nossa Assinatura Anual e tenha acesso ilimitado* a todos os nossos cursos.

Concursos Correios

ASSINE AGORA – Assinatura Ilimitada

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2019

CONCURSOS 2020

Ascom Estratégia
[email protected]

Créditos:

Estratégia Concursos

Acesse também o material de estudo!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: