Fique por dentro – publicado com 28 vagas para nível superior!

Foi publicado o edital TJ RS 2022 com 28 vagas para os cargos com nível superior de formação, divididas em 24 vagas para Oficial de Justiça Estadual e 4 vagas para Analista do Poder Judiciário – Serviço Social, no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, com salários iniciais de R$ 6.361,94 e R$ 7.352,93, respectivamente.

Os interessados devem se inscrever pelo Portal Eletrônico do IBADE ou do próprio Tribunal de Justiça, entre a zero hora do dia 31 de janeiro e às 23 horas e 59 minutos do dia 04 de março de 2022, mediante o recolhimento da taxa no valor de R$ 212,00.

  • Concurso TJ RS (Oficial de Justiça Estadual e Analista do Poder Judiciário – Serviço Social)
  • Status: edital publicado
  • Banca: IBADE
  • Vagas: 28
  • Salário inicial: R$ 6.361,94 e R$ 7.352,93
  • Edital: Edital TJRS 2022

As provas objetivas estão previstas para o dia 12 de junho de 2022, no turno da manhã.

O certame foi impactado pela Lei n.º 15.737, aprovada em dezembro de 2021, tratando sobre a unificação dos quadros de pessoal dos servidores do Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Sul, bem como criando e extinguindo cargos, e alterando a escolaridade exigida para o cargo de Oficial de Justiça.

Edital TJ RS 2022: Situação Atual

Principais datas

Inscrições: 31 de janeiro a 04 de março de 2022
Isenções:
31 de janeiro a 04 de março de 2022
Taxa:
R$ 212,00
Provas:
12 de junho de 2022

Cargos e vagas

Cargo Vagas A/C Vagas PcD Vagas negros Vagas
Oficial de Justiça Estadual 16 03 05 24
Analista do Poder Judiciário – Serviço Social 02 01 01 04
Tabela de cargos e vagas

Salários e benefícios

Cargo Remuneração
Oficial de Justiça Estadual R$ 6.361,94
Tabela de remuneração
  • Auxílio-condução: R$ 1885,02 (40%)
  • Risco de vida: R$ 1.649,39 (35%)
  • Indenização por plantão (R$ 240,00 – R$ 480,00)
Cargo Remuneração
Analista do Poder Judiciário – Serviço Social R$ 7.352,93
Tabela de remuneração
  • Gratificação:   R$2.764,83 (40%)

Edital TJ RS 2022: Carreira

Requisitos

Oficial de Justiça Estadual: Diploma ou certificado, devidamente registrado, do curso de Graduação em
Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Analista do Poder Judiciário – Serviço Social: Diploma ou certificado, devidamente registrado, do curso de Graduação em Serviço Social, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro legal para o exercício profissional no Conselho Regional de Serviço Social (CRESS).

Atribuições

Oficial de Justiça Estadual
ATRIBUIÇÕES: cumprir mandados judiciais, que podem envolver atividade de risco, tais como citações, intimações, notificações, penhoras, avaliações, arrestos, sequestros, bloqueios, buscas e apreensões, reintegrações, conduções,
prisões, afastamentos e outros, desde que previstos nas leis processuais e leis especiais aplicáveis; lavrar certidões e
autos das diligências efetuadas; apoiar as rotinas do Tribunal do Júri e das sessões de julgamento do Tribunal de Justiça quando designado; realizar outras atividades desempenhadas pela unidade de lotação; e executar demais atribuições equivalentes explicitadas em regulamento, de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista do Poder Judiciário – Área de Apoio Especializado em Serviço Social
ATRIBUIÇÕES: prestar assessoria técnica à jurisdição nas áreas da infância e juventude, família, cível e criminal; elaborar
laudos, relatórios e pareceres técnicos em processos administrativos e judiciais subsidiando ou assessorando a autoridade judiciária no conhecimento dos aspectos socioeconômicos, culturais, interpessoais, familiares, institucionais e comunitários; realizar, quando necessário, ações de aconselhamento, orientação, encaminhamento, prevenção e outros nas áreas da infância e juventude, família, mulher, idoso e outras, no que se refere às questões sociojurídicas; contribuir e/ou participar do trabalho em articulação com a rede de atendimento à infância, juventude e família, para o melhor encaminhamento; acompanhar, em casos excepcionais, visitas de pais aos filhos, quando de litígio grave, para subsidiar decisão judicial; planejar, executar e monitorar pesquisas, programas e projetos de interesse institucional relacionados à atividade profissional; realizar a escuta protegida de crianças e adolescentes em audiências judiciais; elaborar relatório estatístico mensal sobre as atividades desenvolvidas; desenvolver supervisão de estágio de alunos do curso regular de Serviço Social; contribuir com programas de treinamento de juízes e servidores, especialmente na capacitação de Assistentes Sociais; planejar e coordenar as atividades técnicas e administrativas específicas do setor social institucional como: reabilitação profissional; ingresso de servidores; readaptação de servidores portadores de deficiência; atendimento socioassistencial voltado aos servidores; avaliação de concessão de benefícios sociais e funcionais; integrar equipe multiprofissional; realizar outras atividades correlatas à sua especialidade e de interesse institucional relacionadas às atividades desempenhadas pela unidade de lotação.

Edital TJ RS 2022: Etapas de provas

O Concurso Público, para todos os cargos, constará de Única Etapa, com uma Prova Objetiva, de caráter eliminatório e
classificatório.

Para o cargo de Oficial de Justiça Estadual, a Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, terá o valor
de 80,0 pontos e será constituída de 80 questões objetivas, assim distribuídas:
Parte 1: 30 questões de Língua Portuguesa, valendo 30,0 pontos (pontuação mínima: 18,0 pontos);
Parte 2: 42 questões de Conhecimentos Específicos/Tópicos de Legislação, valendo 42,0 pontos (pontuação mínima: 25,0 pontos); .
Parte 3: 08 questões de Microinformática, valendo 8,0 pontos (pontuação mínima: 5,0 pontos); .

Para o cargo de Analista do Poder Judiciário – Área de Apoio Especializado em Serviço Social, a Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, terá o valor de 80,0 pontos e será constituída de 80 questões objetivas, assim distribuídas:
Parte 1: 30 questões de Língua Portuguesa, valendo 30,0 pontos (pontuação mínima: 18,0 pontos);
Parte 2: 30 questões de Conhecimentos Específicos, valendo 30,0 pontos (pontuação mínima: 18,0 pontos);
Parte 3: 15 questões de Tópicos de Legislação, valendo 15,0 pontos (pontuação mínima: 9,0 pontos); .
Parte 4: 05 questões de Microinformática, valendo 5,0 pontos (pontuação mínima: 3,0 pontos).

As Provas Objetivas serão aplicadas na cidade de Porto Alegre, em um domingo, no turno da manhã, com duração
de 4h.

Para o cargo de Oficial de Justiça Estadual, serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem um
mínimo de 48 acertos no somatório geral, dos quais haja um mínimo de 18 acertos em Língua Portuguesa, de 25acertos em Conhecimentos Específicos/Tópicos de Legislação e de 05 acertos em Microinformática.

Para o cargo de Analista do Poder Judiciário – Área de Apoio Especializado em Serviço Social, serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem um mínimo de 48 acertos no somatório geral, dos quais haja um mínimo de 18 acertos em Língua Portuguesa, de 18 acertos em Conhecimentos Específicos, de 09 acertos em Tópicos de Legislação e de 03 acertos em Microinformática.

Quer estudar para Edital TJ RS?

Assinatura Concursos

Assinatura de 1 ano ou 2 anos

Mais informações: Concurso TJ RS

Quer saber tudo sobre concursos previstos?
Confira nossos artigos!

Ficha técnica do Edital TJ RS 2022

Informações do Concurso Oficial de Justiça e Analista de Serviço Social
Data: 12 de junho de 2022
Vagas: 28
Banca: IBADE
Escolaridade: Nível Superior
Edital: Edital TJRS 2022

Créditos:

Estratégia Concursos

Acesse também o material de estudo!

Deixe uma resposta Cancelar resposta