fbpx

Fique por dentro – SP – Comentários à prova de Atualidades

Olá Estrategistas,

No domingo, 16/05, foi aplicada a prova de Soldado para a Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Foram três questões de Atualidades, que vieram bem ao tradicional estilo da VUNESP.

Para responder as questões era preciso ter conhecimento dos fatos ocorridos. Não tive acesso ao gabarito preliminar, que já foi publicado. Mas não verifiquei polêmicas em nenhuma das questões. Tenho certeza que o meu gabarito bateu com o gabarito da banca.

Se você está estudando para algum concurso da VUNESP, aproveite e veja as questões desta prova.

Um abraço,

Leandro Signori

48. A partida entre o Paris Saint-Germain e o Istambul Basaksehir, disputada em 08 de dezembro de 2020, no Parc des Princes, em Paris, pela Liga dos Campeões foi interrompida […]. Os atletas deixaram o gramado, numa atitude inédita na competição. Houve tentativa da União das Federações Europeias de Futebol (UEFA) de reiniciar a partida, que acabou suspensa.

(https://bit.ly/36tNjGH. Acessado em 31.01.2021. Adaptado)

A interrupção da partida de futebol citada no excerto foi motivada

(A) pelas restrições à entrada de imigrantes na França.

(B) pela negligência parisiense no combate à covid-19.

(C) pela intolerância religiosa entre turcos e franceses.

(D) pelo combate a práticas racistas.

(E) pela ausência de público nos estádios

Gabarito: D

A interrupção da partida foi motivada pelo combate a práticas racistas.
As duas equipes deixaram o gramado do estádio no primeiro tempo após uma ofensa racista do quarto árbitro romeno Sebastian Colţescu contra o camaronês Pierre Webó, ex-atacante e membro da comissão técnica da equipe turca.

Era necessário saber do fato para resolver essa questão, mas também poder-se-ia inferir que foi pelo combate às práticas racistas, uma vez que, ao longo dos últimos anos, temos observado uma série de manifestações contra o racismo dentro do futebol e também de outros esportes. Por exemplo, na época do assassinato de George Floyd, vários jogadores prestaram solidariedade e homenagem ao da afro-americano, em tom de manifestação.

Já em relação aos outros temas, não têm ocorrido manifestações de protesto, em partidas de futebol.

49. As principais praças do país ficaram lotadas na noite de domingo, 26 de outubro de 2020, depois que os eleitores deram amplo apoio ao plano de descartar a atual Constituição em favor de uma nova Carta que será escrita pelos cidadãos.

Na praça, foco de gigantescos e muitas vezes violentos protestos no ano passado, fogos de artifício foram lançados em meio a uma multidão de dezenas de milhares de pessoas gritando em uníssono a palavra “renascimento”.

Com mais de três quartos dos votos apurados, 78,12% dos eleitores optaram por uma nova Constituição. Muitos manifestaram esperanças de que um novo texto vai moderar um viés amplamente capitalista com garantias de mais direitos iguais na saúde, aposentadorias e educação.

(https://bit.ly/39zb2aE. Acessado em 31.01.2021. Adaptado)

O excerto trata

(A) da Bolívia.

(B) do Chile.

(C) do Peru.

(D) da Argentina.

(E) da Venezuela.

Gabarito: B

O excerto trata do Chile, nação sul-americana que foi muito comentada na imprensa ao longo de 2019 e 2020. Grandes protestos eclodiram no país ao final de 2019, tendo como estopim o aumento da passagem do metrô da capital, Santiago. O reajuste foi revogado, mas os protestos continuaram e englobaram outras pautas, como a elaboração de uma nova Constituição que substitua o texto atual, elaborado durante a ditadura militar.

As ruas foram ouvidas. O presidente chileno, Sebastián Piñera, e o Congresso, aprovaram um acordo para convocar um plebiscito, onde a população decidiria mudar ou não a Constituição e que tipo de órgão deveria escrever essa nova Constituição: uma “convenção constitucional mista” ou uma “convenção ou assembleia constitucional”.

Esse plebiscito foi realizado no dia 26 de outubro. Quase 80% dos eleitores votaram a favor da elaboração de um novo texto constitucional. Também foi definido que a nova Constituição será redigida por meio de uma convenção constitucional (assembleia constituinte exclusiva) composta por 155 membros. A convenção constitucional terá paridade de gênero e prevê cotas especiais para os membros dos povos originários.

As eleições estavam previstas para ocorrer em 2020, mas foram adiadas para abril de 2021 e posteriormente para 15 e 16 de maio, quando ocorreram.

Este é um tema que vai ser cobrado novamente em provas de Atualidades da VUNESP, pelo resultado da eleição e pela própria elaboração da nova Constituição. Preste atenção!

50. No início de fevereiro de 2021, no tocante à tragédia ocorrida em Brumadinho em janeiro de 2019, a Vale

(A) foi condenada pela Justiça Federal a indenizar os municípios da Bacia do Paraopeba em R$ 27 bilhões, que devem ser destinados a obras de saneamento básico, saúde e educação, além de financiar projetos de recuperação ambiental.

(B) criou a Fundação Vale, entidade mantida com recursos próprios e que tem o objetivo de viabilizar projetos de desenvolvimento econômico-social nos espaços atingidos pelo rompimento de barragens em áreas de extrativismo mineral.

(C) anunciou novas diretrizes da empresa no país, que apontam para a ampliação de investimentos na produção de derivados de minério de ferro e o abandono progressivo do extrativismo mineral.

(D) se comprometeu a encerrar a exploração de minério de ferro nas regiões brasileiras que necessitem da construção de barragens de rejeitos e a desenvolver novas técnicas de obtenção de recursos minerais com o mínimo de impacto ambiental.

(E) fez um acordo no valor de R$ 37,68 bilhões com o governo de Minas, o Ministério Público de Minas Gerais e outras instituições, com o intuito de amenizar os impactos do rompimento da barragem de Córrego do Feijão.

Gabarito: E

Em fevereiro de 2021, a Vale, o governo de Minas Gerais, o Ministério Público e outras instituições fecharam um acordo bilionário para reparação dos danos provocados pela tragédia de Brumadinho, ocorrida em 2019. O termo foi assinado com o valor de mais de R$ 37 bilhões.

a) Incorreta. Aos municípios da Bacia do Paraopeba, serão destinados R$ 4,7 bilhões do total acordado. O conjunto dos projetos de reparação socioeconômica e ambiental prevê a criação de cerca de 365 mil empregos diretos e indiretos.

b) Incorreta. A Fundação Vale já existe, possui mais de 50 anos de existência. Segundo a própria Vale, a fundação “tem como missão contribuir para o desenvolvimento dos territórios onde a Vale opera, por meio de apoio à educação, promoção da saúde e fomento a negócios sociais, fortalecendo o capital humano nas comunidades e respeitando as identidades culturais locais. Sua atuação se dá por meio de iniciativas sociais voluntárias de caráter estruturante nos cinco estados brasileiros onde a Vale mantém operações.”

c) Incorreta. Invenção do examinador.

d) Incorreta. Isso não ocorreu. Em 2019, após o acidente, o presidente da Vale, Fabio Schvartsman, prometeu acabar com barragens que usam o sistema de alteamento a montante, como as que ruíram em Mariana e Brumadinho. Mas não com todas as barragens de rejeitos da mineração. O sistema de alteamento a montante é uma das tecnologias de barragens. Existem outras que oferecem maior segurança.

Créditos:

Estratégia Concursos

Acesse também o material de estudo!

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais