fbpx

G20 da Itália vai organizar cúpula sobre emancipação feminina

O primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, anunciou nesta segunda-feira (21) que o país vai organizar uma conferência sobre emancipação feminina em agosto, no âmbito do G20.
    A Itália exerce neste ano a presidência rotativa do grupo, que reúne 19 das maiores economias do mundo – inclusive o Brasil – e a União Europeia.
    “Em agosto, teremos uma conferência ministerial sobre emancipação feminina pela primeira vez na história do G20.
    Queremos ajudar as líderes femininas de todo o mundo a favorecer a emancipação de outras mulheres”, disse Draghi em uma mensagem em vídeo exibida no Women Political Leaders Summit, evento global promovido por mulheres da política.
    “Nossas sociedades estão deixando escapar algumas das melhores líderes do futuro”, acrescentou Draghi, que prometeu investir pelo menos 7 bilhões de euros até 2026 para promover a igualdade de gênero em seu país.
    O economista governa a Itália desde fevereiro, mas formou um gabinete com apenas oito mulheres entre 23 ministros. Criticado pela falta de igualdade, Draghi acabou nomeando 19 mulheres como subsecretárias dos ministérios, contra 20 homens.
    “Nosso governo tem o maior número de subsecretárias da história da Itália. Também nomeamos uma mulher [Elisabetta Belloni] como chefe dos serviços secretos pela primeira vez na história. De qualquer maneira, são apenas primeiros passos”, disse o premiê.
    Entre todos os membros do G20, apenas dois têm mulheres em posições de liderança: a Alemanha, com a chanceler Angela Merkel, e a UE, com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen. .
   

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais