fbpx

GABARITO COMENTADO TJ MA – Noções de Administração

A FCC não surpreendeu. Todas as questões estavam dentro do nível de dificuldade esperado e dentro do que estudamos.

Ressaltamos que existe possibilidade de recurso em uma questão!

Em Noções de Administração tivemos: 03 questões de Administração Geral, 02 questões de Gestão de Pessoas e 02 questões de Administração Pública

Abaixo, vou colocar o enunciado, pois há mais um tipo de prova. Veja com atenção.

No que concerne aos tipos de estruturas organizacionais, aquela denominada matricial possui como característica marcante a

(A) aplicação de uma matriz de apuração de resultados, com ponderação de fatores individuais e coletivos.
(B) apuração de resultados de forma centralizada, admitindo-se a departamentalização apenas de atividades operacionais.
(C) divisão dos processos de trabalho por critérios estritamente regionais, como forma de otimização dos resultados.
(D) existência de centros de resultados de duração limitada a determinados projetos.
(E) utilização de um fluxograma para ordenar os inputs e outputs existentes nos processos de trabalho.

Comentário

Essa questão demonstra a importância de estudarmos a “jurisprudência” de cada banca organizadora. Em nossas aulas e mesmo no nosso teste de direção final consolidamos a jurisprudência que você precisava conhecer para acerta a questão. Vejamos:

Jurisprudência da FCC: Em uma organização matricial o projeto constitui um centro de resultado

Esse entendimento já havia sido defendido pela banca organizadora nos seguintes concursos:

1) PGE/MT, Analista(Administrador), 2016.

2) TRE/SP, Analista Judiciário – Sem especialidade, 2017.

3) DETRAN/MT, Analista de Trânsito, 2018.

Conhecendo a jurisprudência da banca fica fácil perceber que o gabarito é mesmo a alternativa “D”.

Gabarito D

Cabe recurso? NÃO. Essa questão não permite recurso.

Considere as afirmações relacionadas aos conceitos abaixo:

I. Eficiência é um indicador relacionado à otimização ou melhor uso possível de insumos na produção de bens e serviços.
II. Eficácia é um indicador exclusivamente financeiro, mensurando a economia de custos na produção de resultados.
III. Efetividade constitui uma medida de mensuração do tempo de duração de um projeto.

(A) III.
(B) II.
(C) I.
(D) I e III.
(E) II e III.

Comentário

(A) a liderança deve ser modulada de acordo com a posição em que o líder se situa no organograma da organização.
(B) situações adversas impedem o exercício de uma liderança cooperativa.
(C) o conflito interpessoal ou de equipes deve ser estimulado, pois reforça o controle da situação pelo líder.
(D) as características pessoais do líder, como por exemplo carisma, determinam o ambiente da organização.
(E) o comportamento do líder deve variar conforme o grau de maturidade dos liderados.

I. Certo. A eficiência é um conceito que se relaciona aos meios e aos métodos. Mede a proporção dos recursos utilizados para alcançar os objetivos.

II. Errado. A eficácia refere-se à capacidade de atingir objetivos. Não se restringe, portanto, ao aspecto financeiro.

III. Errado. A efetividade está relacionada aos impactos produzidos por um projeto e não ao prazo.

Que tal relembrar o esquema de nossas aulas?

Gabarito: C

Cabe recurso? NÃO. Essa questão não permite recurso.

Entre os estilos de liderança apontados pela literatura, aqueles que se caracterizam como liderança situacional, fundados no
modelo de Fiedler, sustentam que

(A) a liderança deve ser modulada de acordo com a posição em que o líder se situa no organograma da organização.
(B) situações adversas impedem o exercício de uma liderança cooperativa.
(C) o conflito interpessoal ou de equipes deve ser estimulado, pois reforça o controle da situação pelo líder.
(D) as características pessoais do líder, como por exemplo carisma, determinam o ambiente da organização.
(E) o comportamento do líder deve variar conforme o grau de maturidade dos liderados.

Comentário

Segundo o modelo proposto por Fred Fiedler, o desempenho eficaz do grupo depende da combinação
apropriada entre o estilo de interagir do líder e o de seus subordinados. (CESPE, ABIN,
2004).

No intuito de moldar o seu estilo de interação, o líder deve considerar três variáveis contingenciais: relacionamento líder-liderado, estrutura da tarefa e poder de posição do líder.

Do exposto, entendemos que o gabarito correto seria a alternativa “A”, que retrata uma das variáveis consideradas pelo modelo de Fiedler, qual seja: poder da posição do líder.

A banca, no entanto, apresentou como gabarito preliminar a alternativa “E”, que pontua que o comportamento do líder de varia conforme o grau de maturidade dos liderados.

A teoria situacional que considera a maturidade dos liderados é, na verdade, a teoria de liderança proposta por Hersey e Blanchard, o que indica um erro da banca organizadora.

Gabarito da banca: E . Gabarito correto: A

Cabe recurso? SIM. Essa questão permite recurso.

A motivação no ambiente organizacional envolve diferentes abordagens, ora estudando os fatores motivacionais, intrínsecos ou extrínsecos, denominadas Teorias de Conteúdo, ora estudando o processo que conduz à motivação, denominadas Teorias de Processo. Nesse contexto, constitui exemplo dessa última abordagem a Teoria

I. da Hierarquia das Necessidades Humanas, de David McClelland, que destaca três motivos que orientam as necessidades
humanas: preservação, pertencimento e autorrealização.
II. das Necessidades Adquiridas, de Abraham Maslow, que apresenta as necessidades humanas segundo uma escala de
atendimento representada por uma pirâmide.
III. da Expectância, de Victor H. Vroom, que advoga que o comportamento humano é orientado para resultados e apresenta como elementos desse processo: valência, instrumentalidade e expectativa.

(A) II e III.
(B) I e III.
(C) III.
(D) II.
(E) I.

Comentário

I. Errado. A teoria de das Necessidade humanas é uma teoria de conteúdo (diz o que motiva). Além disso, essa teoria foi proposta por Maslow.

II. Errado. A teoria das Necessidades Adquiridas é uma teoria de conteúdo (diz o que motiva). Além disso, essa teoria foi proposta por Aldefer.

III. Certo. A teoria da Expectância, de fato, é uma teoria de processo, ou seja, estuda como acontece fenômeno da motivação. De acordo com essa teoria a motivação seria o resultado de uma espécie de equação composta por três variáveis básicas: Expectância, Instrumentalidade e Valência.

A afirmação fala em expectativa em vez de expectância. Como não há uma mudança substancial no sentido, acreditamos improvável uma anulação, apesar de existir plausibilidade para um recurso.

Gabarito: C

Cabe recurso? NÃO. Essa questão não permite recurso.

Entre as metodologias consagradas para administração de materiais e gestão de estoques está a denominada Curva ABC,

(A) também conhecida como análise de Pareto, segundo a qual 80% dos problemas de estoque são causados por 20% dos
fatores.
(B) que se baseia na perecibilidade dos itens de estoque, propondo que a gestão deve ser mais efetiva conforme o maior risco
de perda de validade.
(C) fundada na importância econômica dos itens de estoque, de acordo com a equação Kanban, que propõe a concentração
em 30% dos itens.
(D) que busca o denominado estoque zero, com base no conceito just in time, segundo o qual os itens devem ser adquiridos
conforme a demanda efetiva.
(E) a qual propõe uma matriz, conhecida como SWOT, onde são apresentados os três itens de maior relevância na produção
da organização.

Comentário

Questão exige o conhecimento de uma das mais populares ferramentas da qualidade, qual seja: Diagrama de Pareto (Curva ABC ou Análise de Pareto).

Vamos relembrar um trecho de nossa aula:

O diagrama de Pareto é uma ferramenta muito utilizada na gestão da qualidade e que também pode ser usada para facilitar a tomada de decisão. Essa ferramenta permite classificar e priorizar uma variável seguindo a Regra 80/20. Segundo essa regra 80% das consequências de um fenômeno provêm de 20% de causas.

Disso, não há dúvidas de que o gabarito seja a alternativa A.

Gabarito: A

Cabe recurso? NÃO. Essa questão não permite recurso.

Considere o texto abaixo sobre Administração pública:

I é a capacidade do governo de praticar as decisões tomadas, enquanto que a II diz respeito às condições necessárias das quais o governo precisa para exercer o poder. III trata da prestação de contas por parte do governo, sendo considerada um aspecto central da IV , que por sua vez, está estreitamente correlacionada à V .

Preenchem correta e respectivamente as lacunas I, II, III, IV e V:

A) Governabilidade, governança, Governança, governabilidade accountability
(B) Governança, governabilidade, Accountability, governança, governabilidade
(C) Accountability, governabilidade, Governança, accountability, governança
(D) Governança, accountability, Governabilidade, governança, accountability
(E) Governabilidade, governança, Accountability, governabilidade, accountability

I. Capacidade de implantar as políticas públicas = govenança

II. Condições sistêmicas que envolvem o exercício do poder político = governabilidade

III – Dever de prestar contas = accountability

Fazendo essas associações já conseguimos chegar no gabarito da questão, qual seja: alternativa B

Gabarito:B

Cabe recurso? NÃO. Essa questão não permite recurso.

O setor público atua em diversas esferas de serviços, tais como saúde, educação, segurança, transporte, dentre outros, sendo que há alta demanda e complexidade para a prestação desses serviços com eficiência. Nesse sentido, é correto afirmar que o aprimoramento de estratégias e técnicas administrativas, aliados ao desenvolvimento e aplicação de novas tecnologias, podem ser considerados como

(A) gestão burocrática gerencial, a fim de preservar o patrimônio público em todas as esferas de serviços.
(B) modelo de Administração pública gerencial, que emprega principalmente um controle rígido dos processos.
(C) modelo de gestão patrimonialista, que vem sendo empregado nos dias atuais a fim de garantir sustentabilidade e inovação no setor público.
(D) empreendedorismo no setor público, que se refere a processos de aperfeiçoamento e de inovação.
(E) modelo de gestão de inovação gerencial burocrática, com o objetivo de garantir que haja impessoalidade e combate à
corrupção.

Alternativa A. Errado. Temos três modelos teóricos de gestão pública: patrimonialismo, burocracia e gerencialismo. Nada de burocracia gerencial

Alternativa B. Errado. O modelo gerencial emprega controle nos resultados. O controle de processos é característico do modelo burocrático.

Alternativa C. Errado. Dois erros: apesar de ainda existir resquícios patrimonialistas, o modelo atualmente predominante é o modelo gerencial. Além disso, o modelo patrimonialista não está relacionado à inovação.

Alternativa D. Certo. Vamos relembrar um trecho da nossa aula sobre empreendedorismo governamental:

O empreendedorismo governamental nasce dentro de um modelo
gerencial de Administração Pública
, isto é, em um contexto
social, no qual os cidadãos demandam cada vez mais qualidade nos serviços
públicos ao mesmo tempo que não mais admitem aumento dos tributos. É preciso
fazer mais com menos e, para tanto, o governo precisava se reinventar.

A gestão pública empreendedora reafirma os princípios e
valores do modelo gerencial, tais como:

  • Tem foco em resultados (e não em meios),
  • Defende uma postura proativa, inovadora e
    criativa.
  • Defende a descentralização das atividades
  • Foco no cidadão
  • Transparência, ética, desburocratização
  • Fomento à competitividade
  • Accountability (Dever de prestar contas +
    transparência + responsabilização dos gestores)

Alternativa E. Errado. Esqueça essa história de gestão de inovação gerencial burocrática. Apenas criatividade da banca para tentar enganar o candidato.

Gabarito:D

Cabe recurso? NÃO. Essa questão não permite recurso.

É isso aí, pessoal! Espero que tenham ido bem na prova. Estamos na torcida

Um forte abraço

Prof. Marcelo Soares

concurso tj ma concurso tj ma gabarito edital tj ma gabarito tj ma gabarito tj ma correção prova comentada tj ma

Fonte: Google News

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!