Gareca aponta ‘lado bom’ da goleada sofrida para Brasil: ‘Queremos o Uruguai já’ – Esportes

O técnico Ricardo Gareca admitiu, nesta sexta-feira, que a goleada sofrida para o Brasil (5 a 0) no último jogo da primeira fase da Copa América desestabilizou a seleção peruana momentaneamente, mas, ao mesmo tempo, trouxe uma vontade imediata de entrar em campo para enfrentar o Uruguai, adversário deste sábado, às 16 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pelas quartas de final, da competição continental.

“Estamos inquietos, estamos preparados para entrar em campo. Gostaria que o jogo com o Uruguai fosse agora”, disse o treinador. Segundo ele, o Peru precisa ter uma atuação “regular” para conseguir superar o Uruguai.

“Esta é a única maneira. Tomara consigamos ter essa estabilidade para termos uma boa atuação”, disse o treinador argentino. “O mais importante é deixar para trás o que aconteceu diante do Brasil (derrota por 5 a 0). Agora atemos um jogo pela vaga nas semifinais e temos condições de alcançar este objetivo”, afirmou Gareca, que não poderá contar com o atacante Jefferson Farfán, cortado por causa de uma lesão no joelho esquerdo.

“Lamentamos a baixa de Farfán, pois se trata de um jogador importante no nosso esquema de jogo. Nos prejudica, mas o que mais interessa e sua saúde e esperamos que se recupere o mais rápido possível”, disse o técnico.

Disputar as quartas de final significa para os peruanos igualar a campanha na Copa América do Centenário, em 2016, quando perderam para a Colômbia na decisão por pênaltis.

Gareca aproveitou para elogiar o trabalho do uruguaio Óscar Tabárez, a quem chamou de “sábio e um espelho para todos os treinadores”. O técnico também destacou o talento do meio de campo da equipe celeste.

“A equipe sofreu algumas alterações, mas manteve sua estrutura e identidade. Novos jogadores tornaram o time ainda mais forte. O Uruguai é uma seleção que sabe jogar com ou sem a bola. Não importa o adversário”, disse Gareca.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: