Gêmeos Alexandre e Pedro Grendene Bartelle celebram 70 anos de vida com festança em Punta del Este – Notas – Glamurama

Alexandre Grendene Bartelle com a mulher, Nora Teixeira || Créditos: Reprodução

Foi ao som dos mais ecléticos hits, desde o icônico “Evidências” da dupla Chitãozinho & Xororó ao mais recente “Giant”, lançado no ano passado por Calvin Harris, que os gêmeos Alexandre e Pedro Grendene Bartelle, conhecidos também pelo gosto por agitos, celebraram os 70 anos que completaram nessa quinta-feira. O local da festa de aniversário dos dois – que controlam, respectivamente, as fabricantes de calçados Grendene e Vulcabras Azaleia – foi a mansão de US$ 15 milhões (R$ 62,5 milhões) do primeiro em Punta del Este. A propriedade ocupa um quarteirão inteiro do bairro Beverly Hills, o mais caro da cidade uruguaia, e teve a piscina coberta por uma estrutura de vidro exclusivamente para a ocasião.

Dentro do espaço, artistas de fogo vestidas de branco faziam performances com tochas de malabares. Já do lado de fora, esculturas iluminadas assinadas por Luciano Gonçalves Rebollo tornavam o ambiente perfeito para os convidados capricharem nas selfies, que foram muitas ao longo da noite. O cardápio também foi pensado pra ser bem diversificado, e incluiu – claro! – churrasco no fogo de chão, já que os aniversariantes são gaúchos de Farroupilha, e os bolos tinham no topo bolas de futebol, uma vermelha e outra  azul, simbolizando os times deles (Alexandre é gremista e Pedro torce pelo Internacional).

Mas o que todos queriam mesmo era dançar, e coube ao DJ Thiago Matthias – que voou dos Estados Unidos para Punta exclusivamente para a festança – manter a pista cheia. A propósito, ele ficou hospedado no Enjoy Punta del Este Resort y Casino, o único cassino privado da América Latina, do qual Alexandre é um dos sócios. Além de completar mais uma primavera com muita saúde, Alexandre e Pedro também têm outro bom motivo para comemorar: a ação da Grendene disparou mais de 40% na bolsa em 2019, e a Vulcabras Azaleia teve alta próxima de 6% (Pedro também tem uma fatia da Grendene, mas bem menor que a do irmão). Isso teve impacto na fortuna de ambos, que somada agora chega a US$ 3,6 bilhões (R$ 15 bilhões), sendo US$ 2,4 bilhões (R$ 10 bilhões) referentes ao patrimônio pessoal de Alexandre, que tem várias outras empresas e até uma participação em uma concorrente das duas calçadistas, a Beira Rio Calçados. Melhor presente, impossível!

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.4&appId=1409357522615229”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: Glamurama

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: