fbpx

Globo e demais clubes enfrentam o Fla. Não querem parar o Brasileiro – Prisma


São Paulo, Brasil


Teste de força para o Flamengo.


Mal soube que o Brasil será a sede da Copa América, o presidente Rodolfo Landim chamou seu vice de relações externas, Luiz Eduardo Baptista. E rumaram para o prédio suntuoso da CBF, na Barra da Tijuca.


Os dois insistiram com a direção da entidade.



Exigem a paralisação do Brasileiro durante a disputa do torneio sul-americano.


O Flamengo tem todas as chances de ficar sem Gabigol e Everton Ribeiro, que servirão a seleção principal do país. Gerson e Pedro irão para a Sérvia, para amistosos da seleção olímpica, contra Cabo Verde e Sérvia. Arrascaeta, Isla e Piris da Motta disputarão a Copa América por Uruguai, Chile e Paraguai.


Landim não aceita o clube ficar desfalcado dessas peças fundamentais. E quer a paralisação, com o Brasileiro terminando apenas no início de 2022.



Mas há dois grandes obstáculos.


O primeiro é a Globo, que exige a continuação do Brasileiro, como estava no calendário do ano, que a emissora recebeu. E repassou aos patrocinadores da tevê aberta, do canal a cabo e do pay-per-view que haverá jogos.


Até porque a Copa América é do SBT.


O segundo está na falta de apoio dos outros clubes. Os dirigentes não aceitam ficar parados. Alegam que o Flamengo já teve dois jogos adiados do Brasileiro. Grêmio e Athletico. Além do jogo pela Copa do Brasil contra o Coritiba.



Será um teste da força de articulação do Flamengo.


Por enquanto, está dificílimo parar o Brasileiro…


De Bruyne tem múltiplas fraturas no rosto após choque com Rüdiger


Fonte: R7

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais