fbpx

Goiás bate Atlético Goianiense no clássico e desencanta no Brasileiro – Esportes



Com o atacante Rafael Moura de volta, liberado após fazer tratamento com corticoide no combate à covid-19, o Goiás teve mais presença ofensiva e levou a melhor no clássico frente ao Atlético Goianiense pelo placar de 2 a 0, em partida realizada neste sábado, no estádio da Serrinha, em Goiânia, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.


Com o resultado, sob o comando do interino Glauber Ramos, o Goiás enfim desencantou na competição e soma quatro pontos, mesma pontuação do Atlético Goianiense, que conheceu a sua segunda derrota consecutiva – havia perdido para o Internacional no meio de semana.


Além da primeira vitória no Brasileirão, o Goiás quebrou um tabu de quatro jogos sem vencer o rival – todos com vitória atleticana -, e aumentou o retrospecto geral. São agora 118 vitórias esmeraldinas contra 101 rubro-negras, além de 80 empates.


Sob os olhares do técnico Thiago Larghi, recém-contratado pelo clube como substituto de Ney Franco, das tribunas, o Goiás tomou a iniciativa do duelo e não demorou para criar boas jogadas de perigo. A primeira veio dos pés de Keko, após bela trama da equipe esmeraldina. O atacante tentou o cruzamento, mas viu a bola acertar o travessão.


Se a primeira tentativa do Goiás foi sem querer, a segunda não. Daniel Bessa aproveitou a saída de bola errada de Everton Felipe e acertou um bonito chute de fora da área para estufar as redes do goleiro Jean. O Atlético Goianiense foi responder com Edson, que só assustou.


Nos minutos finais, o time rubro-negro viveu o seu melhor momento da partida com Hyuri e Gustavo Ferrareis, mas ambos não conseguiram vazar o gol de Tadeu. Com isso, o lance que mais chamou atenção pós-gol foi a discussão entre Rafael Moura e o médico de Goiás durante o tratamento de Sandro, que deixou o campo lesionado.


A partida caiu muito de produção na segunda etapa. No desespero, o Atlético Goianiense abdicou de sua marca característica de jogada rápida com a bola no chão para buscar o chuveirinho. O Goiás, então, levou vantagem e teve a vida facilitada. O time esmeraldino deu a posse de bola ao adversário e anulou praticamente todas as tentativas de gol.


O Goiás ainda fechou a conta aos 49 minutos. Em nova saída de bola errada do Atlético Goianiense – Oliveira e Jean bateram cabeça -, Victor Andrade ficou com a bola e só precisou colocar no fundo das redes para decretar números finais ao duelo.


Na próxima rodada, o Atlético Goianiense enfrenta o Ceará no próximo dia 30 (domingo), às 18 horas, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia. Já o Goiás teve o jogo contra o Grêmio adiado porque o clube gaúcho disputará a final estadual frente ao Caxias.


FICHA TÉCNICA


GOIÁS 2 x 0 ATLÉTICO GOIANIENSE


GOIÁS – Tadeu; Pintado, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Sandro (Ratinho), Gilberto (Daniel Oliveira) e Daniel Bessa (Miguel Figueira); Keko (Victor Andrade), Rafael Moura e Douglas Baggio (Mike). Técnico: Glauber Ramos (interino).


ATLÉTICO GOIANIENSE – Jean; Dudu (Moacir), Éder, Gilvan (Oliveira) e Nicolas; Edson, Marlon Freitas (Matheus Frizzo), Gustavo Ferrareis, Everton Felipe (Júnior Brandão) e Jorginho; Hyuri (Matheuzinho). Técnico: Vagner Mancini.


GOLS – Daniel Bessa, aos 20 minutos do primeiro tempo; Victor Andrade, aos 49 minutos do segundo tempo.


CARTÕES AMARELOS – Daniel Oliveira, Sandro, Victor Andrade e Ratinho (Goiás); Gilvan e Moacir (Atlético Goianiense).


ÁRBITRO – Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO).


RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.


LOCAL – Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO).

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!